Bom Dia! Quinta, 29 de março de 2012

O JAPA EXTERMINADOR DA RBS NÃO EXISTE!!
Está comprovado!! 
JE não passa de um ectoplasma!!

Depois de exaustiva pesquisa dos repórteres do previdi.com.br conseguimos comprovar que o Japa Exterminador - JE - da RBS não é uma pessoa. Quando materialzado, ele ocupa o cargo de Vice-Presidente de Gestão Estruturante e Pessoas Geniais do famoso Grupo RBS.
Quando está em "forma" de  vapor, somente duas pessoas conseguem vê-lo: o doutor Nelson e o Homer Simpson, o nosso Décio Piccinini dos Pampas, o Poderoso.
Só os dois. Aí até conversam a vontade com ele e até passeiam pela cidade com o ectoplasma.
--
EXCLUSIVO!! EXCLUSIVO!! EXCLUSIVO!!
Um de nossos argutos repórteres conseguiu fotografar, com uma câmera especial, o dito Japa Exterminador, quando estava se materializando. Notem o sorrisinho pausterizado!! Já tinham visto um japa meio careca? E a sobrancelha? Não parece maquiagem definitiva?
Confira (e guarde a imagem!!)


Ele ocupa o corpo de vários japas que, por acaso, ousam passar pela sua frente. Até mesmo subalternos.
Como todo japa é parecido, ninguém põe em dúvida quando ele se apresenta.
--
Na semana passada ele enganou até mesmo o presidente do Sindicato dos Jornalistas do RS, o José Maria Nunes.
--
Como o Japa Exterminador quer passar uma imagem de bonzinho, um cara que manda demitir centenas de pessoas do Grupo sem dó nem piedade, ele está fazendo um esforço nipônico, tal qual um Nacional Kid, para se relacionar com o mercadinho.
Está tão mansinho, que postou numa "rede social", como dizem ou escrevem os jornalistas geniais, um esboço de seu ectoplasma.
Aí abaixo ele estava incorporado num conterrâneo, que fazia figuração do Jaspion:


--
O Japa Exterminado, agora, Bonzinho, deu uma entrevista nesta semana.
Leiam e reflitam bastante!!
Ele estava incorporado num chinês, que vende tênis pelas ruas, especialmente na avenida Ipiranga para os funcionários da RBS (acontece que não tinha nenhum japa nas redondezas quando ele queria falar).
Eis um pensamento do Japa Exterminador - eu não entendi bulhufas, mas como diria a minha avó Adylles, "como fala bem este rapaz!!":
Queremos profissionais (na RBS) que façam a diferença no resultado da empresa como um todo e, especificamente do nível de gestão, de pessoas que construam valor no âmbito de trabalho, na satisfação e no engajamento dos funcionários. No âmbito técnico prático, a pessoa conhece a operação, tem capacidade crítica, de absorção de novos conceitos e pode transformar isso em novo valor. Basicamente, as pessoas e os talentos que a gente procura têm de ter esses dois componentes: serem extraordinários no trabalho que executam e na gestão. Quando você é um bom líder de pessoas, você multiplica esse poder em sua equipe e agrega muito, além de ser um bom executor.
--
Não é o cara este ectoplasma!!
(Lendo isso me veio uma dúvida: será que tem alguma coisa a ver com o Homer Simpson, aquela liderança inconteste? Um cara que ninguém debocha pelos cantos?
Ou o parâmetro do JE é o Plenipotenciário?) 

Um comentário:

  1. O japa poderia começar revendo os salários vergonhosos por sinal.Mandar embora pessoas que sempre se dedicaram a RBS ,como se fossem apenas número.Então não cabe mais o nome, de família RBS.

    ResponderExcluir