Bom Dia!! Terça, 24 de julho de 2012

O QUE É PIOR?
OS GOVERNANTES
OU O SUS?

Já notaram?
Quando aparece na TV uma reportagem sobre as "condições degradantes" de presidiários, os governantes se prestam a dar explicações, tipo "estamos empenhados em melhorar as condições do presídio e inclusive estamos construindo novas unidades prisionais".
Quando aparece na TV uma reportagem sobre um hospital caindo aos pedaços, uma emergência abarrotada de gente ou as baratas caminhando por um enfermaria, os governantes não falam absolutamente nada.
Não é?
Pior: Os governantes e seus funcionários jamais admitem que o hospital tem um atendimento precário. Aqui no RS o mais recente foi o caso do Hospital Centenário, de São Leopoldo. Jamais escutei uma "autoridade" afirmar que estava investimento mais no atendimento.
--
Não sei o número, mas gostaria de saber quantos presídios estão sendo construidos no Brasil. Certamente são centenas. Todos com a máxima segurança e com conforto para os inquilinos, que devem estar lá para se arrependerem de seus crimes.
Hospitais?
Não tenho a menor ideia de quantos estão sendo construídos no Brasil.
Aqui no RS, fiquei sabendo que ao menos um está sendo ampliado.
Soube porque ontem conheci, em encontro do Clube de Opinião, o presidente do Badesul, Marcelo Lopes, que disse que há um financiamento a um município que está ampliando um hospital.
Ao mesmo tempo, ele revelou que se uma Prefeitura cumprir todos os trâmites pode financiar uma ambulância. E até mesmo um hospital. Quer dizer, para um "administrador municipal" é mais fácil e dá mais votos a compra de ambulâncias, para que as pessoas sejam jogadas nos hospitais de Porto Alegre.
--
Duvido que a dona Dilma não assista ao menos um telejornal por dia. O seu pessoal mais próximo deve assistir TV e saber que os hospitais brasileiros são vergonhosos.
Como é que essa mulher não dá uma porrada na mesa e afirma numa reunião ministerial:
- VAMOS CONSTRUIR PELO MENOS UM HOSPITAL MODELO EM TODOS OS ESTADOS. UM HOSPITAL MODELO POR ANO, ATÉ O FINAL DO MEU GOVERNO!!
NÃO TEM PORRA NENHUMA DE BUROCRACIA!! EU VOU COMANDAR A CONSTRUÇÃO DESSES HOSPITAIS!! 
E NEM PENSEM EM ROUBAR, PORQUE EU METO A FEDERAL EM VOCÊS!!
Por que essa mulher, tão firme e forte para algumas situações, não faz isso?
Ah, sei, hospital é caro.
Tá bem, sai mais barato construir ou reformar estádios de futebol??!!
Pelamordedeus!!
--
Tenho calafrios só em pensar numa dessas emergências de hospitais. Já tive até pesadelos. Mesmo tendo um plano de saúde. Todo brasileiro deveria, ao menos, conhecer uma emergência. Eu tive a infelicidade de entrar na emergência do Hospital das Clínicas, em Porto Alegre, onde estava a minha querida sogra. O cara da porta deu mole e eu entrei. Não dá para contar o que vi lá. Hoje deve estar muito pior. É um depósito de gente doente, especialmente de velhos.
--
Já escrevi que somente votaria em quem assumisse o compromisso de construir e reformar hospitais. Mas já perdi as esperanças. Os nossos governantes e os candidatos não estão preocupados com isso.
FALAM EM SAÚDE COMO PODEM FALAR EM COCÔ.
--
O SUS é uma merda porque
os nossos governantes são uns merdas!!
--
Para encerrar:
Hoje de manhã escutei o correspodente em Brasília da Rádio Guaíba, Fábio Marçal. Contou que assistiu a uma matéria na TV, em um hospital de Alagoas, em que as mulheres grávidas eram atendidas no chão e que os médicos falavam chorando sobre as condições.
Cara, não tem mais jeito.
O negócio é torcer e rezar para não precisar do sistema de saúde brasileiro.



2 comentários:

  1. Previdi, vamos pedir para aquelas pessoas da foto, deitadas no "corredor" ou no chão das emergências, para responderem a "carta resposta" que o (des)governo e o SUS tão propagandeando na TV e no rádio. Vamos ver o que eles respondem. Também tem que perguntar para estas grávidas da maternidade que estão deitadas no chão, em quem elas votaram???...e em quem elas votarão????
    Jorge

    ResponderExcluir
  2. Gustavo D'Ávila24 de julho de 2012 11:24

    Está cada vez mais difícil ver jornalistas de opinião por aí. Parabéns. Resumiste em poucas palavras o sentimento de indignação de milhares.
    A história da saúde púbblica é mais uma daquelas "Coisas que não entendemos".
    Só para ilustrar: sexta-feira, aguardando uma consulta de familiar na ala do sus da PUC, o SUS-TO: rompe uma caixa d'água e inunda e neurologia e a geriatria. Que tal??

    Abs

    ResponderExcluir