Quinta, 26 de junho de 2014



Atualizado diariamente até o meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.






PREVIDI@PREVIDI.COM.BR E
PREVIDI01@TERRA.COM.BR NÃO EXISTEM MAIS!!





ponto do dia



A COPA DESMENTIU OS GOVERNOS,
AS POLÍCIAS E TODOS OS ACOMODADOS






Fui um dos que não acreditava no sucesso da Copa. Tanto é que algumas vezes sugeri que assistissem o filme "O Banheiro do Papa", que tratou da euforia dos moradores de Melo, no Uruguai, com a proximidade da visita de João Paulo II. Foi uma decepção, porque não aconteceu a tal visita. Acreditei mesmo que não receberíamos em Porto Alegre um número expressivo de visitantes.
Ainda bem que estava errado. Não conseguia aceitar a extrema euforia de alguns, ainda mais se considerarmos que estamos aqui no calcanhar do Brasil. Mesmo assim recebemos muitos argentinos, holandeses, franceses e até coreanos. Legal mesmo. E acredito que até os tradicionais caranguejos receberam bem os turistas.
Estou muito contente porque a cidade em que vivo, Porto Alegre, está uma maravilha!
Abro a janela antes da 8 da manhã e já vejo uma dupla de brigadianos - uns caras que parecem policiais americanos, umas portas. No final da tarde, sempre tem um carro da Brigada Militar parado perto do edifício em que moro. Outro dia, parou um caminhão-pipa na minha rua e lavou as calçadas. Uauuu!!!
Sumiram os craqueiros e os tradicionais traficantes da Cidade Baixa, que a gente confunde com os jacarandás.
Já cansei de ouvir governantes e comandantes da Brigada Militar dizerem que "não é possível ter um brigadiano em cada esquina".
É POSSÍVEL, SIM, TER UM BRIGADIANO EM CADA ESQUINA!! ESTÁ PROVADO, AGORA, NESTE PERÍODO DA COPA!!
Ora, meu Deus, basta que os governos contratem mais brigadianos!! Simples assim!!
Por isso afirmo: se os governos não derem um jeito, torço para que tenhamos uma Copa por mês!! Já imaginou que legal?


* * * * *


ponto jornalístico


ISSO? SÓ EM JORNAL DO SÉCULO RETRASADO!! -  Me chamaram a atenção para uma "matéria" que foi publicado ontem no Zero Hora. Para quem não viu, acredite: trata-se de um encontro do presidente da RBS, Dudu Melzer, com o jogador Messi. O todo poderoso foi ao hotel do outro todo poderoso para o "encontro".
Antes era assim: por exemplo, um cantor famoso, como Orlando Silva, ia a uma cidade do interior, o dono do jornal fazia questão de tirar uma foto com o ídolo para se exibir. Legal, natural.
Mas será que o todo poderoso da RBS tinha que fazer isso?
Será que o Seu Maurício faria isso? Ouo doutor Nelson?
--
Olha a página de ontem:



No detalhe:



O presidente Dudu, da RBS, todo bobo:



Agora, leiam este primor de matéria, puxa-saquismo:

No saguão do Hotel Deville, na zona norte de Porto Alegre, dezenas de torcedores argentinos se empoleiram nos sofás e se escoram nos balcões.
Zum-zum no ar, smartphones, camisetas e canetas em punho. Apesar do disfarce pela vontade de encontrar qualquer jogador da seleção argentina saindo do elevador ou cruzando em corredor, sabe-se que a expectativa é por Lionel Messi. São 20h54min, e o atacante do Barcelona está a poucos metros dali, junto aos companheiros de equipe, em uma das salas de convenções do hotel, ouvindo as instruções do técnico Alejandro Sabella para a partida das 13h de hoje, contra a Nigéria.
Na verdade, Messi não é muito chegado à bagunça dos fãs e ao assédio da imprensa. Deu para perceber quando a porta da sala se abriu, e o jogador saiu à frente do time rumo ao “salón comedor”, que aguardava os jogadores para servir o jantar.
Ao avistar o presidente-executivo do Grupo RBS, Eduardo Sirotsky Melzer, em um encontro registrado por Zero Hora, ele estava com uma sacola de gelo na mão. Um pouco antes, utilizava-a no joelho e no tornozelo. Mas nada grave – contou ele mais tarde.
O encontro com o craque foi intermediado por um amigo em comum do jogador e do presidente-executivo do Grupo RBS. Na conversa, que foi acompanhada por um assistente do craque que o ajuda no Barcelona e na seleção, falou sobre as expectativas em relação à Copa:
– Estou feliz em jogar em Porto Alegre por causa da proximidade com a Argentina. Fiquei impressionado com a quantidade de fãs na frente do hotel. É como se eu estivesse em casa.
Quase sempre olhando para baixo, só levantou o rosto e deixou as covinhas aparecerem quando ouviu o “Feliz Cumpleaños” e ganhou presentes de Eduardo: camisetas da dupla Gre-Nal e um livro da Zero Hora, por conta dos 27 anos completados na terça-feira.
Eduardo fez a pergunta que não quer calar: vai jogar, Messi?
– Estou pronto.
Só falta Sabella colaborar com os porto-alegrenses, ansiosos por ver o argentino que ganhou quatro vezes o título de melhor do mundo em campo.

SEM DÚVIDA, A MATÉRIA DO MÊS!! PRÊMIO PRÉVIDI GARANTIDO!!


* * * * *


ponto da perguntinha


Será que todos acharam a coisa mais natural do mundo a entrada de 3 milhões de dólares no país para pagar os jogadores de Gana?
Pode ser uma baita bobagem, mas não se esqueçam queo governo brasileiro adora dar dinheiro para africanos. Na real, emprestar e depois dizem que não precisa pagar. Com vários países foi assim, desde os tempos do nosso presidente Lula.
Quem duvida que este avião fez uma escala em Brasília - ou outra cidade - para ser "abastecido" com os dólares do Banco Central? Afinal, o governo de Gana não pagou os jogadores porque, simplesmente, não tinha a grana!!


* * * * *


ponto radiofônico


SONEGAR NOME DE HOTÉIS - O jornalista Ataides Miranda escreve:
Não entendo porque os repórteres de rádio e TV não dizem o nome dos hotéis onde estão hospedadas as seleções que jogam em Porto Alegre. Os de Tv falam da frente do hotel e, mesmo assim, limitam-se a dizer que o hotel fica na zona norte (Deville) ou no bairro Bela Vista (Holiday Inn). E agora estão dizendo que o Maradona está hospedado em um hotel da av. Alberto Bins (Plaza).


* * * * *


ponto g


A ENTREVISTA DO FILHO DO LB - Participo de um grupo de debates muito bacana. Ontem, o advogado Ruy Gessinger - ruygessinger.blogspot.com.br - tocou na histórica entrevista de João Otávio Brizola ao Zero Hora do último final de semana.
Leia:
Esperei vários dias para comentar a entrevista do filho do falecido sr. Brizola.
Que baita estrago!
Essas coisas acontecem muito, muito, em várias situações.
Sucedem muito com políticos que, no afã de bem cumprir com seu mandato, afastam-se para suas " bases". Até os fins de semana são reservados para comparecer a um velório, um casamento, um rodeio, uma inauguração.
E os filhos em casa, com a mãe.
Nas reuniões de pais e professores, naquele joguinho de futebol de pais e filhos, tem meninos só com a mãe.
Entre os magistrados de carreira também já presenciei esse problema. Pilhas e pilhas de processos, sentenciando sábados e domingos, e os filhos se criando e crescendo sem pai.
O entrevistado afirmou: " meu pai queria que nós passássemos o que ele passou..."
Queixou-se disso.
Mas eu vi muito pai que deu mole para os filhos e hoje eles estão com 40 anos , num empreguinho, ou encostados num CC ( Cargo em Comissão).
E aí? fazer o que?
Um dos meus filhos, o Rafael , teria seus dez anos, eu era juiz em São Leopoldo. Reservei uma salinha na nossa residência e lá eu passava as horas fora de expediente estudando os processos. Pouco tempo para jogar bola com ele.
Sabem o que ele fez um dia?
Pegou uma caixa de fósforos e tocou fogo na minha pilha de processos.
-
Jorge Loeffler - www.praiadexangrila.com.br - ponderou:
Pergunto: o que esse cidadão ganha no fim da vida expondo o pai desta forma? Recalque ou maldade mesmo? Admirava e continuo admirando a figura de Brizola pelo ele fez e pelo significa para mim.
-
O advogado Astor Wartchow questionou:
Em véspera de eleição, uma entrevista estranha...a quem poderia interessar?
-
Foram várias manifestações, mas acredito que a Rosane de Oliveira, (colunista do Zero hora) matou a charada:
Por favor, meus caros, não vamos alimentar teorias conspiratórias. Por que a entrevista agora, no ano eleitoral? Porque faz 10 anos da morte do Brizola. Porque só agora o filho resolveu falar. A Dione Kuhn era a repórter em quem o Brizola mais confiava. Essa confiança o Brizola passou para o filho, que resolveu falar para ela (e não para mim ou para qualquer outro). Quem melhor do que o filho para falar do que foi o pai? Eu sou a favor da verdade, mesmo  que ela desconstrua os mitos. Se os filhos do Simon resolverem falar, não dirão coisa muito diferente. Os filhos de políticos em geral se ressentem da forma como são tratados pelos pais.


* * * * *


ponto da copa


NA REAL - Não quero ser do contra, mas só para lembrar que o ídolo brasileiro Neymar é reserva no Barcelona.
--
TURISMO SEXUAL - Aí as "autoridades" brasileiras, do turismo insistem que não existe mais sacanagem no Brasil.


--
MARIAS-PASSAPORTE - É, querem me convencer que não existe mais "turismo sexual" no Brasil. Basta ler os jornais brasileiros. A mulherada - e não são só as gurias de programa - está enlouquecida com os gringos - só não se entusiasmam muito com os argentinos, porque é aqui pertinho. São as legítimas representantes dessa nova "classe média brasileira".
Desculpem, mas a putaria nunca esteve tão grande!!
--
QUERIAM O QUÊ? - Milhares de argentinos em Porto Alegre e acharam que não viriam bandidos? Imagina o contrário: milhares de brasileiros em uma cidade argentina. Imagina a bandidagem que iria invadir o país vizinho, principalmente "autoridades" de Brasília.
--
NO CREO - Sem o dentuço mordedor, o meu Uruguay não vai longe. Deus queira que esteja enganado.


* * * * *


ponto da piadinha


Quem é o treinador da Alemanha e quem é o Moe, dos Três Patetas?





* * * * *


ponto final


No ZH online:

Semiaberto

Sem a presença de Barbosa, STF libera trabalho para Dirceu


Bom para todos os que estão em cana:
Os ministros do Supremo aceitaram o recurso de Dirceu e afirmaram que para garantir o direito ao trabalho externo, o preso no regime semiaberto não precisa cumprir pelo menos um sexto da pena. Barbosa havia dito que somente pode trabalhar fora do presídio o condenado que cumpriu ao menos um sexto da pena.

8 comentários:

  1. Brizola não é nenhuma novidade, todo político é egocêntrico e os filhos ressentem-se. Simples.

    ResponderExcluir
  2. Pitacos:

    1 - Pergunta: mas pra que haja um PM em cada quarteirão em POA, quantas localidades no interior se encontram com efetivo reduzido neste momento???

    2 - Sobre a Copa: olha esse link abaixo em que os americanos se deram ao trabalho de contar as faltas encenadas - um dos assuntos nos quais eles se debruçam neste interesse momentâneo deles pelo 'soccer' - aliás em uma matéria no New York Times, eles se defendem da 'acusação' de soberba por chamar o esporte de soccer ao invés de 'football': os ingleses chamavam assim (soccer) no começo do século XX.

    http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2014/06/26/jornal-faz-ranking-de-faltas-cavadas-na-copa-e-brasil-e-o-rei-do-cai-cai.htm

    E, mesmo assim, o Brasil nunca ganhou um Oscar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas nós já temos um oscar na seleção, não precisamos de outro....

      Excluir
  3. Tens postado matérias positivas sobre a integração com estrangeiros em jogos da Copa. Mas também tem o outro lado:

    http://espn.uol.com.br/noticia/420984_caos-em-sp-pos-jogo-do-brasil-tem-sexo-na-rua-ataque-de-gangues-e-ate-leilao-de-drogas

    ResponderExcluir
  4. A única seleção sul-americana que ficou fora foi o Equador que se concentrou no RS. O Mick Jagger que se cuide porque os gaúchos tão obstinados pra tirar o título dele de pé-frio!

    ResponderExcluir
  5. Caro Prévidi há membros dessa polícia ostensiva escondidos em todos os lugares que se possa imaginar. Faz mais de 15 anos que 1.100 desses servidores estão enfiados nos presídios embolsando diárias. No Presídio Central tem expressivo número deles, incluindo um coroné e quem manda são os bandidos. A Constituição Estadual determina apenas duas atividades a essa polícia que são o policiamento de quarteirão como tens visto e a guarda EXTERNA de presídios. Atropelam a Constituição para ganharem mais.
    Na AL segundo soube de um assessor de imprensa há muito mais professores e brigadianos do que servidores do próprio quadro. No TJ/RS são 180 deles. Trabalham em hospitais, hotéis e veraneio aqui no litoral norte, olarias e fazendas do Estado.
    Se juntar todos que estão na verdade escondidos das obrigações certamente serão bem mais de 3.000 o que um número respeitável. Depois que certo titular da SSP conferiu a eles a lavratura de Termos Circunstanciados até mesmo “cartórios” montaram nos ditos quartéis e assim esses coronés pensam que são autoridade policial quando na verdade são apenas agentes da única autoridade policial que é o Delegado de Polícia.
    Lembro ainda que os agentes do MP também conhecidos como Promotores se juntam ou emendam com esses servidores para “investigar” crimes o que não é prerrogativa nem de promotor e muito menos de brigadiano.
    Necessário cortar unhas hoje enormes.

    ResponderExcluir
  6. Sobre a autorização do STF para que os mensaleiros possam trabalhar fora, cabe uma pergunta: Por que esses vagabundos do PT só querem trabalhar quando estão presos?

    ResponderExcluir
  7. Previdi, tu perguntas se o Mauricio ou o Nelson fariam o mesmo que o Duda, claro que fariam ou já esquecestes que o Nelson junto com o Pedrinho foram dos maiores babas ovo do excelentíssimo Ricardo Teixeira, inclusive com várias recepções e festividades com este senhor.Claro que eles objetivavam "negócios" !!!

    ResponderExcluir