Sexta, 18 de novembro de 2016





Atualizado diariamente até o meio-dia.
Eventualmente, à tarde, notícias urgentes.








mídia 1



A IMPRESSÃO QUE DÁ É QUE SÓ O
BLOG DO PRÉVIDI CRITICA A GUAÍBA




O gerente de Jornalismo da Rádio Guaíba está furioso. Nando Gross acredita que somente o Blog do Prévidi faz (esporádicas) críticas à emissora. Não deve ler os comentários que publico diariamente no espaço específico no Blog. Tudo bem.
Ontem me mandou um extenso email:

Caro Prévidi, dando uma rápida passada por alguns portais vejo que a esquerda realmente tomou conta da imprensa, porque todos falam em ocupação, mas é claro, a Guaíba sempre é bastante destacada, é compreensível.
Lamento que ainda exista uma patrulha em cima de jornalistas sobre suas posições ideológicas. A Rádio Guaíba só tem um compromisso:  a verdade, nada além disso, mas não censura seus profissionais. Não admitimos discriminação, racismo, homofobia e preconceito religioso, mas não patrulhamos nossos profissionais ideologicamente. Este tempo já vivemos no Brasil e nenhum jornalista quer que volte.
Já recebi críticas de assessores do governo incomodados com nosso jornalismo independente, mas tenho orgulho de ver na mesma rádio opiniões distintas como as do Rogério e do Juremir. E o mais legal, ambos dividem o mesmo horário cordialmente todas as manhãs.
Entendo que estamos vivendo uma onda de enorme intolerância, mas não imaginem que a Guaíba vai exigir que o Rogério elogie o PT ou que o Juremir tenha de apoiar o impeachment, esqueçam, isso não vai acontecer, eles apenas farão isso se algum dia quiserem.
Respondo a ti pelo respeito ao Blog e a tua pessoa. Posso dizer que tenho orgulho da equipe da Guaíba e do trabalho que desenvolvemos, com pluralidade e respeito a todos. E repito, já me acostumei às pressões externas desde que aqui cheguei em 2014, é natural pelo alcance e repercussão da emissora, mas a Guaíba é a Rádio da Legalidade, portanto, não se intimida com pressões.

Notaram? O Nando é um cara inteligente. Das duas, uma: Não lê as críticas dos chamados guaibeiros e mesmo do Blog do Prévidi ou despreza.
As críticas são pontuais.
Por exemplo, já cansei de publicar textos de ouvintes que ficam incomodados com o comportamento do Juremir, que não entrevista alguns convidados, apenas os contesta. Muitos comentários não publico, pelo tom abusado que usam. Mas ultimamente tenho recebido vários comentários sobre os debates de futebol - não ouço - que se tornam debates políticos "de esquerda". Certamente, são profissionais preparados para falar de futebol. E nada além disso.
O Nando pegou a "polêmica" sobre ocupação X invasão. Só lembro que desde a década de 80, quando ressurgiu o movimento sem terra, que se usa "invasão". Agora, há poucos meses, inventaram a expressão fashion "ocupação".  Tudo é "ocupado".
-
Depois de dar cinco exemplos de títulos ou chamadas da "ocupação" das terras da CEEE, em jornais e sites, Nando envia um texto que publicou no Facebook em 21 de julho deste ano:


SOBRE A POLÊMICA OCUPAÇÃO X INVASÃO
A Constituição de 1988, ao mesmo tempo que reafirmou o direito de propriedade, foi mais longe, deixando claro que toda propriedade deverá atender a sua função social, seja de moradia ou trabalho.
Portanto, o Estado DEVE obrigar o proprietário de um imóvel a dar à sua propriedade uma finalidade. A Constituição garante à sociedade que a propriedade não ficará improdutiva e, para isso, estabeleceu uma obrigação aos proprietários de dar uma finalidade ao que possuírem.
A invasão de um imóvel ocupado e produtivo é um crime, chamado de esbulho possessório, ou invasão de domicílio. É quando ocorre uma invasão em um local que está sendo habitado. 
Já a ocupação é quando o local não está atendendo a função social de propriedade prevista na Constituição, ou seja, encontra-se sem uso, abandonada.
Quanto ao debate ideológico, acredito ser pura perda de tempo. Negar este problema social é desconhecimento completo da história do país.

Então, pergunto: as escolas ao serem "ocupadas" estavam "sem uso, abandonadas"?
Claro que este "debate" é uma bobagem.
Mais bobagem ainda é insistirem com esse negócio de tudo virar "ocupação".
-
Nando, meu amigo, acredito que a incompetência de alguns - até mesmo na tua equipe - pode ser mascarada com um "viés esquerdista". Não sei se ainda é uma boa alternativa, mas noto bastante isso. Papinho de "preocupações sociais" é comum e pode dar a impressão de que o cara é independente. Cara, poer exemplo, criticar a PEC dos gastos públicos é fácil - basta ler o que diz o pessoal do partido. Não precisa nem ler a proposta. Aliás, a maioria não confere nada, só reproduz o que dizem na Globo.
-
Pra encerrar: a Globo inventou que aqueles bandidos que quebram lojas e bancos são "vândalos". Hahaha!!! Não são criminosos. Aí, o que aconteceu? TODAS as rádios e TVs só falam em vândalos, inclusive a Guaíba. Aliás, a Guaíba a-d-o-r-a tratar bandido, criminoso confesso, como suspeito.
É, deve ser o novo jornalismo independente.
-
Agora, pra encerrar, mesmo.
Olha só esse comentário na minha página do Facebook:

Cris Rb: Quem ainda escuta a decante esquerdista Guaíba? Nossa vc não tem dó dos seus ouvidos não?

"... jornalistas sobre suas posições ideológicas.."
Não escuto rádio para ouvir pessoas despreparadas dando pitacos "direitosos" ou "esquerdistas", certo? Ponto.



--


invasão x ocupação


Escreve o Hermes Dutra:


Já perdi minha paciência com todos, ou 99,5% dos comunicadores brasileiros, de rádio, jornal ou televisão. Um grupelho invade a Câmara dos  Deputados e eles vão esbravejar contra essa invasão. ( e eu concordo, sim é uma INVASÃO). A Carolina Bahia chega a pedir que a policia legislativa prenda todos, identifique e que a câmara processe cada um para reparar os prejuízos (MARAVILHA). Estou no paraíso pensei.
Aí vem a outra notícia: Na escola ocupada (OCUPADA), fizeram isso e isso e mais aquilo. E nada mais. Ninguém pede que sejam presos, fichados e que paguem pelos prejuízos.
Seria simpatia pela causa? Será que aprenderam isso na faculdade? Seria descuido? Ou eu estou completamente enganado?
-
Pois é, se um dos meus netos quiser cursar faculdades dessa área, acho que vou ter uma conversa longa com ele.
-
Até quando ?

-

Do Valdir Machado: Joãozinho precisa  fazer o tema da aula de história. O assunto é o moderno Estado de Israel. Ele deve escrever que Israel "ocupa" ou "invade" territórios?



--



mídia  2


A melhor da semana!




A bobagem é imensa e não consegui destacar alguma coisa.
Vale ler a peça toda.
Cheia de empoderamentos, estereótipos, imaginários, lúdicos, viés pedagógico, e muito mais!
Confira:
http://revistadonna.clicrbs.com.br/comportamento-2/desprincesamento-oficina-propoe-repensar-as-nocoes-de-genero-garotas-de-nove-15-anos/



--



reflexão


Eu sempre vejo a coisa pelo lado positivo. Ano que vem, nós colorados teremos o domingo para passar com as famílias, poderemos dar uma boa economizada nos gastos do clube.

Larry Pinto de Faria Jr.



--


EM BREVE, PACOTES PROMOCIONAIS DE NATAL!





--


relevância


Há anos, o RS está na mão da bandidagem



Aí, olha o que os molengas estão, AGORA, propondo:

Pedido de criação de Comissão Especial de Segurança Pública
é entregue à Presidência da AL


Mas se borraram de medo de fazer uma CPI da Segurança, como propôs a OAB e dezenas de entidades.
Sei o motivo: Eles não iriam "brilhar" sozinhos nas sessões transmitidas pela TV Assembleia. Não poderiam apenas fazer onda. teriam que realmente se empenhar.
- Aí não dá!!



--



mídia 3


CURIOSIDADE - Quando se elogia uma iniciativa, não se ouve nada. Uma crítica? Cai o mundo. É sempre assim. Depois de 13 anos escrevendo neste espaço, já estou acostumado.
-
DO RAFAEL BREDA - Parabéns para a Rádio Guaíba que falou no nome do Lisca ontem após o jogo, enquanto a rádio líder deixava praticamente os estagiários do esporte aos microfones, sem ao menos tocar no assunto em quem seria o próximo técnico colorado!
-

ELES TOMARAM CONTA!!


CUMÃ?

Cara de inverno

Sexta tem marcas baixas e chuva no Leste do Estado


-

O QUE O CARA QUIS DIZER?



-

ELES NÃO CONFEREM NADA!

STJD abolsve Inter, e atletas voltam a estar à disposição de Ceslso

-

??????


-

ATÉ NA PROPAGANDA!!





--



política 1


Apoio contra supersalários no serviço público



O senador Lasier Martins (PDT/RS) e demais integrantes da Comissão Especial do Extrateto foram recebidos ontem pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para pedir apoio no enfrentamento de supersalários nos três poderes. Janot afirmou que fará um levantamento em todos os ministérios públicos dos estados para identificar possíveis distorções do teto.
A reunião fecha o roteiro de audiências dos senadores da Comissão, que teve início na quarta, na busca de um diagnóstico sobre vencimentos acima do teto constitucional, que é de R$33.7 mil, no Legislativo, Executivo e Judiciário. O presidente Michel Temer também apoiou a iniciativa e afirmou ser um momento oportuno para enfrentar a questão, que faz parte do controle de gastos da União. Temer designou o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, para auxiliar com a apresentação, ainda na próxima semana, de lista de supersalários no Executivo. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), adiantou que já solicitou a identificação de infratores do teto na Casa para enquadrar esses funcionários.
-
Em reunião com a presidente do Supremo, Cármem Lúcia, e os presidentes do TSE, Gilmar Mendes, do STJ, Laurita Vaz, do TST, Ives Gandra Filho, e do STM, William Barros, discutiu-se questões como a verba indenizatória, abate-teto, o efeito cascata, a polêmica do auxílio moradia, indenização de férias não gozadas, hipótese de acúmulos de quem atua em poderes federativos diferentes, acúmulo de comarcas para juízes,  atribuições do Conselho Nacional de Justiça e a jurisprudência já existente para esses temas. Durante o encontro cogitou-se a elaboração de uma súmula vinculante capaz de barrar os altos salários dos setores públicos. A ministra disse estar de acordo para que o “Brasil tenha uma verdade remuneratória” e informou que no Supremo ninguém ganha acima do teto.
-
Segundo Lasier, uma nova reunião será agendada pela ministra Carmem Lúcia, no início da próxima semana, em que ela se propôs a oferecer um diagnóstico e um prognóstico sobre a situação dos supersalários nos tribunais. “Não me atenho às especulações de críticos. A verdade é que uma ação efetiva sobre os salários ilegais vai corrigir uma antiga mazela em nosso serviço público”, justificou o senador gaúcho. Para ele, o resultado será saudável e dará segurança para que seja votada a PEC 55, que trata dos tetos para gastos do setor público. “Estamos fazendo a lição de casa chamando a administração à moralidade e à racionalidade, finalizou Lasier.



--


crea-rs


Em Brasília


"Agenda Parlamentar em Defesa da Agronomia" é o tema da reunião da Coordenadoria Nacional das Câmaras de Agronomia (Cceagro), que ocorre até hoje, na sede do CREA-DF, reunindo representantes dos Creas de todo o Brasil. De acordo com o coordenador da Câmara de Agronomia do CREA-RS, engenheiro agrônomo Mauro Cirne, o encontro trata de projetos de lei que tiram atribuições dos Engenheiros Agrônomos e outros temas que envolvem esta modalidade.
Para buscar apoio de parlamentares, os conselheiros estiveram na Câmara de Deputados e no Senado na tarde de ontem. Os deputados Leônidas Cristino (PDT/CE), José Carlos Aleluia (DEM/BA), da Frente Parlamentar Mista da Engenharia, Infraestrutura e Desenvolvimento Nacional e Ronaldo Lessa (PDT/AL), presidente da Frente, receberam os conselheiros. Ainda na Câmara, foi visitado o deputado Fernando Marroni (PT/RS), para o qual foi pedido apoio em defesa dos projetos que valorizem a Engenharia e Agronomia nacional.
Por fim, os conselheiros estiveram reunidos com o senador Benedito de Lira (PP/AL), que têm formação em Engenharia Agrônoma. “Solicitamos ao senador apoio contra os projetos de leis que nos tiram atribuições e também uma nova Lei de Agrotóxicos que considere o conhecimento agronômico”, explicou Mauro Cirne.  



--


política 2


O filho pergunta:
- Mãe, lá no Rio  se rouba desde Garotinho?
- Não, meu filho. Se rouba desde Cabral!



--



evento


Top de Marketing



O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul venceu o Prêmio Top de Marketing de 2016 em três categorias com as campanhas “RS Contra Aedes” e “Desejos para Saúde”. As ações tiveram reconhecimento nas áreas de Sustentabilidade, Comunicação Integrada e Top Saúde. Promovida pela ADVB/RS, a premiação ocorreu na noite de quarta no BarraShoppingSul, em Porto Alegre.
Foi o segundo troféu do ano para a campanha RS contra Aedes, que mobilizou os gaúchos contra a epidemia do zika vírus e demais doenças transmitidas pelo mosquito. A ação ganhou o TOP Cidadania da Associação Brasileira de Recursos Humanos, seccional RS.
-
O presidente do SIMERS, Paulo de Argollo Mendes, que recebeu os troféus , destacou que “o conjunto de premiações demonstra a vinculação do Sindicato com os desejos e necessidades da comunidade”. "Somos tri no TOP de Marketing, é um reconhecimento que nos orgulha e valoriza iniciativas que mostram o engajamento da categoria médica, de nossos colaboradores e parceiros!", comemorou Argollo. Foi também a terceira vez na história do Sindicato Médico que a organização alcança a distinção da ADVB.



--



lançamento





Depois de muita luta, a Patrícia da Fonseca está lançando o seu primeiro livro, A Casa da Frente.
Conheça a Patricia no http://patriciadafonseca.azo.com.vc/
Ela conta: Estou tentando publicar este livro faz dois anos e depois de ser passada para trás por uma editora falcatrua e ter tido uma experiência negativa com outra, decidi publicar de forma independente. O resultado é este, A Casa da Frente, cujo tema é troca de casais.
Comprando direto comigo sai por R$ 25 (in box na página dela no Facebook). No site tá por R$ 30 e na Amazon R$ 9,90. A Casa da Frente foi classificada como literatura erótica, mas acho que não chega a tanto.



--



piadinha


(clica em cima que amplia)



- Papai, o que é aquilo ali?
- Meu filho, é o Inter que morreu na praia!



10 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. A Guaíba tem se tornado insuportável mesmo, e o símbolo máximo é o Juremir. Por mais que compartilhe até certa simpatia por algumas de suas bandeiras, em certos momentos não há como não compará-lo a um birrento descerebrado. Terrível, a ponto de enterrar o Esfera Pública na maioria dos dias.

    ResponderExcluir
  3. Sou guaibeiro, herança recebida de meu pai que escutava diariamente a radio. Na época da vinda do Nando Gross fiquei muito animado pois vi muitas mudanças positivas na radio, no entanto de uns tempos para ca parece que falta ao gerente o pulso e o bom senso da função. Por mais que liberdade de expressão como ele alega, como ouvinte se vou escutar um programa de esportes quero ouvir esporte e não a opinião de uma pessoa preparada para falar de esporte divagando sobre temas que não domina, ou se escuto uma questão de economia quero todos os angulos da noticia e não somente aquele que atende ao interesse do apresentador. Como ouvintes tambem temos que ser respeitados!!! Na epoca do Sr Breno Caldas o mesmo era o balizador, aquele que ouvia a radio e delimitava quando ocorriam excessos... Hoje em nome da liberdade, tudo se pode tudo se faz... Pobre radio Guaíba que mais uma vez vai se perdendo no trem da historia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem outras ideias e opiniões diferentes das suas.

      Excluir
  4. Sobre emissoras de rádio:
    Guaibeiro confesso desde meados da década de 1960, lá no oeste do Paraná, quando se ouvia em família as transmissões de futebol, os noticiários e as boas músicas, tenho que dizer que tudo passou como tudo passa na vida. Sei apenas que cresci ouvindo rádio e tenho certeza que foi na boa fase rádio.
    Hoje, independente da emissora, não se pode mais ouvir rádio, pois em qualquer programa, o que mais falam os "spekers" são sobre as fotos que alguns ouvintes enviam a eles, naquilo que chamam de "interatividade". Caramba, sou ouvinte, não um telespectador. Isso fora as ideologias defendidas a unhas e dentes.
    E lamentavelmente também a Rádio Guaíba está nesta há muito tempo.
    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Prévidi,
    Queria que o Nando entendesse a minha, e de muitos mais, tristeza com a atual situação do rádio. Estou tão triste que me dei o trabalho de procurar o endereço eletrônico do Diretor da rádio e enviar-lhe uma carta via e-mail.
    O Nando é um cara realmente inteligente, com um bom gosto musical e, disparado, o melhor comentarista esportivo da praça. Certamente deve ser uma cara legal, pessoalmente. Mas - e esse MAS importa muito - seus viés ideológico vai de encontro com uma boa administração de um meio de comunicação como uma rádio. Se fosse uma rádio pequena, daquelas ideológicas, esquerda ou direita, não haveria problema. O problema é que ele gerencia a GUAÍBA. Eu posso citar pra ele inúmeros casos em que ele foi, no mínimo - deselegante com um segmento da sociedade, aqueles que não pensam à esquerda do espectro político. Cito, por exemplo, o triste caso em que ele ultrapassou a questão de mera deselegância ao criticar seu colega (e subordinado!), quando o Voltaire comentou ser a vereadora do psol Melchiona uma radical (coisa que eu e 99% dos ouvintes concordamos). Foi um simples comentário, não uma sentença de morte, não havia a necessidade de, no ar, chamar-lhe a atenção!
    Nando, mire-se nos exemplos dos teus antigos colegas Lauro Quadro, Rui Carlos Ostermann que chefiaram a rádio, e nunca foram agressivos com colegas, nem mesmo usaram seus microfones para tentar impor um pensamento ideológico.
    Eu vou continuar ouvindo a Guaíba, pois esse pessoal esquerdista que tomou conta do dial ( o Juremir, o Dalpizol - o bobo alegre, o Cristino Silva - aquele que chamou nosso governador de "palhaço", a Taline) não nasceram na rádio. Daqui a pouco se vão e novos ares - ares plurais, democráticos virão. O mal não é eterno! That's all, Senhor Nando. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Já manifestei, aqui, que o Sr. Edir Macedo desconhece os veículos de comunicação que é proprietário. E digo mais, desafio os seus assessores (diretos) para conseguir uma audiência com o mesmo. Na qual indicarei dois nomes para colocar a “Guaíba” e ‘Correio” na liderança. Em um prazo máximo de cinco anos. Já trabalharam juntos estes profissionais e conhecem bem o mercado local, no qual os mesmo tem credibilidade de sobra. Sei da abrangência deste site, espero realizar o meu desejo.
    www.luizantonio.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá João, como escrevi que tenho orgulho de sermos uma rádio plural, posso te garantir que não chamei a atenção do Voltaire pelo sua definição de radical para com a vereadora Melchiona, apenas estávamos conversando no momento do meu comentário e como é o o espaço que tenho de opinião, não vejo nenhum problema em discordar disso ou aquilo em meio a uma conversa. Meus colegas conhecem o meu estilo de gestão e sabem que sou um comunicador como qualquer outro, não pratico chefia no microfone, não é do meu estilo. Não sei também de onde conhece meu viés ideológico, na medida em que nunca me manifestei contra ou a favor do impeachment, contra ou a favor da polêmica PEC, nunca manifestei simpatia por este ou aquele partido, nunca citei os candidatos em que votei, enfim, tenho o maior cuidado para deixar que os ouvintes tirem suas conclusões sobre os fatos, procuro não influenciar de forma alguma. Mas como já deixei claro, respeito as diversas opiniões dos meus comunicadores. Além dos citados, eu poderia falar no Rogério, no Jurandir e no Felipe Vieira. O Prévidi acha que não leio os comentários do seu blog, se engana, mas é preciso ir além. Quando você escreve um texto carregado de opinião e juízo de valor, é natural que os comentários sejam favoráveis ao que está escrito. Leiam no meu facebook os comentários sobre a Guaíba e poderão constatar que muitos pensam diferente do que está colocado aqui. O Prévidi poderia também levar em conta que o Esfera Pública, programa apresentado pelo Juremir e a Taline, está concorrendo no Prêmio Press a melhor programa de rádio do ano, escolha feita pelo voto popular. Como disse, muita gente pensa diferente do que está colocado aqui como uma verdade sobre a Guaíba. No mais, mesmo não acreditando 100% no IBOPE, a Guaíba em março de 2014 estava na quarta colocação no segmento Rádio News, pois agora já está completando cerca de dois anos que se mantém na vice-liderança. Ou seja, não existe apenas uma verdade. Quanto a mim, não tenho nenhum compromisso ideológico na Guaíba, meu único compromisso é com o jornalismo independente e de qualidade. Abraço a todos e vida longa a Guaíba e aos Guaibeiros.

    ResponderExcluir
  8. Previdi
    O Rafael Breda não ouviu ou nãi quiz ouvir .
    Terminou o jogo do Inter e Ponte Preta, anunciaram a demissão do Celso Roth e o Guerrinha lascou de primeira na Rádio Gaúcha "O técnico do Inter será Lisca".
    Confira na Rádio Gaúcha. Está gravado.

    ResponderExcluir
  9. Sobre manifestação acima sobre Israel afirmo que esse Estado primeiro INVADE e depois MANTÉM ocupa o território da Palestina. Isto hoje, pois tão logo aquele débil mental assumir a Presidência daquele país situado no hemisfério norte que nem mesmo nome próprio tem Israel será respaldado a JOGAR os Palestinos no mar.

    ResponderExcluir