Sexta, 3 de julho de 2020




Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu
...
ANDO DEVAGAR
PORQUE JÁ TIVE PRESSA 








Escreva apenas para






DENUNCIE NOTÍCIAS MANIPULADAS,
DETURPADAS E/OU MENTIROSAS 



especial

Nesta sexta, uma cesta
de Carlos Zéfiro!





O ídolo de várias gerações no século XX


Os catecismos de Zéfiro, sem a menor dúvida,
foram os maiores best-sellers do Brasil






Em janeiro de 2011, os trabalhos de Carlos Zéfiro foram expostos ao lado de outros quadrinhos eróticos de todo o mundo no Museu do Sexo, em Nova York.





Carlos Zéfiro (Alcides Aguiar Caminha) nasceu no Rio de Janeiro em 25 de setembro de 1921. Foi um dos maiores produtores de quadrinhos do Brasil. Foram centenas de livretos, com tiragens que variava, de 20 mil a 30 mil exemplares, vendidos dissimuladamente em bancas de jornais de todo o Brasil. Faleceu em 5 de julho de 1992, também no Rio.

Alcides era boêmio. E como grande parte dos boêmios era funcionário público. Aos 25 anos Alcides casou com Dona Serat Caminha e teve 5 filhos. Sempre escondeu de toda a família sua atividade paralela de desenhista e aposentou-se como funcionário público do setor de Imigração do Ministério do Trabalho.

Autodidata no desenho, concluiu o segundo grau somente quando tinha 58 anos. Escondia sua identidade por temer ter seu nome envolvido em escândalo, que poderiam punir com a demissão o funcionário público por "incontinência pública escandalosa" e perder o salário que mantinha a família.

Os catecismos de Zéfiro eram desenhados diretamente no papel vegetal, eliminando a necessidade do fotolito. Ele mandava imprimir em gráficas de vários Estados, gerando, inclusive, diversos imitadores.

Em 1970, os militares realizaram em Brasília uma investigação para descobrir o autor daquelas obras "pornográficas". Chegaram a prender por três dias o editor Hélio Brandão, amigo do artista, mas a investigação não foi adiante.

Seu trabalho era inspirado em quadrinhos românticos mexicanos publicados pela editora Editormex (cujas histórias possuíam apenas dois quadros por página) e em fotonovelas pornográficas de origem sueca.

O nome Carlos Zéfiro foi tirado de um autor mexicano de fotonovelas.

Para o jornalista Gonçalo Junior, os catecismos de Zéfiro não possuem nenhuma relação com os tijuana bibles, quadrinhos eróticos publicados nos Estados Unidos entre as décadas de 1930 e 1950, que usava como protagonistas personagens de desenhos animados, quadrinhos e até celebridades.




Além de seus trabalhos como ilustrador, Alcides foi compositor, inscrito na Ordem dos Músicos do Brasil e parceiro de Guilherme de Brito e Nelson Cavaquinho, com quem compôs quatro sambas para a Mangueira, entre eles os sucessos Notícia, gravado por Roberto Silva na década de 1950, e A Flor e o Espinho.

Sua identidade foi revelada por uma matéria de Juca Kfojuri, quando era editor da Playboy, em 1991. Motivo? Ele ficou furioso quando soube que o quadrinista baiano Eduardo Barbosa havia declarado ser o verdadeiro Carlos Zéfiro. Barbosa chegou a desenhar alguns catecismos, entretanto Caminha foi identificado por Hélio Brandão.

Em novembro do mesmo ano participou da I Bienal de Quadrinhos.

Em 1992 recebeu o Troféu HQ Mix, pela importância de sua obra.


Zéfiro produziu mais de 500 catecismos


Antes, na década de 80, o quadrinista Sebastião Seabra adotou o pseudônimo Sebastião Zéfiro para não comprometer o trabalho que possuía como ilustrador de livros didáticos. Seabra conseguiu junto a Editora Maciota que fosse publicado o trabalho de Zéfiro (na época ainda no anonimato), chegou a se especular que os artistas fossem parentes.

O jornalista Geraldo Galvão Ferraz foi um dos primeiros a escrever um artigo sobre Carlos Zéfiro, o cartunista e jornalista Ota publicou um livro sobre o quadrinista, Joaquim Marinho também escreveu um livro sobre Zéfiro.

Após sua morte teve um trabalho publicado como homenagem póstuma em 1997 na capa e no encarte do CD Barulhinho Bom - Uma Viagem Musical da cantora Marisa Monte. Em 1998, as vinhetas de abertura e intervalos do Video Music Brasil 1998, da MTV Brasil foram claramente inspiradas nos folhetins de sua obra.

Em agosto de 1999, em Anchieta, bairro em que morava, foi inaugurada a Lona Cultural Carlos Zéfiro, com show da Velha Guarda da Portela e Marisa Monte. A cantora e o jornalista Juca Kfouri, que revelou a verdadeira identidade de Carlos Zéfiro, são os padrinhos da Lona Cultural, fundada e dirigida por um grupo de artistas locais, que tinha à frente Adailton Medeiros.

Em 2005, a arquiteta Christianne Gomes defendeu como projeto final de graduação de Arquitetura e Urbanismo na Universidade Federal Fluminense, o projeto Centro Erótico Carlos Zéfiro, que visava a criação de um espaço na zona portuária do Rio de Janeiro onde as mais diferentes formas de sexo poderiam ser discutidas e/ ou experimentadas. O projeto previa a criação de um museu erótico, vilas de prostituição, motel, cafés, cinemas, salas de exposições, um centro de tratamento de DST, um posto da delegacia de crimes sexuais e clínicas de psicologia avançada e foi recebido em 2006 pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.

Em 2009, ao fazer uma crítica a corrupção do Senado Federal, o Jornal Extra do Rio de Janeiro publicou uma galeria de imagens por João Arruda e Ary Moraes inspiradas nos quadrinhos de Zéfiro.


Em março de 2011, Zéfiro foi tema da peça de teatro "Os catecismos segundo Carlos Zéfiro" escrito e dirigido por Paulo Biscaia Filho.





Quer conferir um exemplar?
(este não é um dos melhores)

https://www.scribd.com/document/241372411/Carlos-Zefiro-a-Despedida-Www-Bravus-Net


Este é melhor

http://www.carloszefiro.com/buildframe.php?mag=SitioDosPrazeres&pg=0&pgmax=32&thetitle=S%EDtio%20Dos%20Prazeres


Bom, legal mesmo

https://www.yumpu.com/en/document/view/54529980/a-excursao-carlos-zefiro





Da Enciclopédia Itaú Cultural

Um dos autores mais populares dos quadrinhos pornográficos do fim dos anos 1950 e 1960 no Brasil, o nome de Carlos Zéfiro transforma-se num mito. Tal fato se deve, entre outros motivos, ao mistério em torno do homem por trás do pseudônimo, segredo mantido até há pouco tempo. Alcides de Aguiar Caminha, carioca do bairro de Anchieta e funcionário público aposentado, assume o pseudônimo Carlos Zéfiro somente em 1991, em entrevista à revista Playboy. Ele morre no ano seguinte, aos 70 anos.

As "revistinhas de sacanagem" surgem no Brasil na década de 1940, popularizam-se e atingem o auge nos anos 1960. Trata-se de publicações em formato ¼ ofício, de 24 ou 32 páginas com histórias ilustradas em p&b, de autores anônimos; vendidas clandestinas em bancas de jornal dentro de revistas, ou em lugares de frequência exclusivamente masculina, como barbearias (em São Paulo, são conhecidas como "catecismos"). Por serem baratas e fáceis de se encontrar, elas garantem acesso de um público basicamente masculino.

Entre a multidão de quadrinhos do gênero da época, os que trazem a assinatura de Zéfiro sobressaem pelo realismo de suas histórias. Elas são narradas na primeira pessoa sempre com começo, meio e fim. Em geral, têm como pano de fundo mais corriqueiro o ambiente brasileiro. A simplicidade do desenho, a dificuldade de compor cenas e os problemas de continuidade que podem ser observados na revistas criadas por Zéfiro não são obstáculos para a apreciação do leitor.

Amador, Zéfiro, copia os personagens de revistas eróticas estrangeiras ou fotonovelas e constrói um repertório limitado de situações e posições sexuais. Seus personagens masculinos não variam muito nem na forma nem na personalidade, seguindo um padrão visual e de comportamento: em geral são solteiros ou estão sozinhos, bonitos, bem-dotados, vaidosos, irresistíveis e sempre vitoriosos em suas investidas.

O universo feminino zeferiano apresenta variedade maior: há virgens, viúvas, desquitadas, solteiras, casadas, ninfomaníacas etc. Mas um traço comum as une: a disposição imediata para o sexo. A respeito do tipo físico, apesar das variações de cor e corte de cabelo, o desenho dos corpos segue um padrão parecido. As aventuras sexuais de Carlos Zéfiro comportam relações hetero, bi e homossexuais, e até relações incestuosas. Mas tudo é sempre contado de uma ótica estritamente masculina.

Com a chegada ao mercado brasileiro das revistas eróticas coloridas suecas e dinamarquesas, no início dos anos 1970, as revistinhas de sacanagem vão perdendo prestígio, até desaparecer. O próprio Zéfiro pára de produzir histórias. No entanto, seu nome sobrevive pelas mãos de editores que realizam novas tiragens de suas histórias de maior sucesso, ou pelo amor de colecionadores. Com isso, Zéfiro mantém-se popular, ganha diversas exposições de sua obra em salões de arte e de histórias em quadrinhos. Nos anos 1980 são publicados dois estudos de sua obra, os únicos até hoje: O Quadrinho Erótico de Carlos Zéfiro, de Otacílio d'Assunção, e A Arte Sacana de Carlos Zéfiro, com textos de Roberto DaMatta, Sérgio Augusto e Domingos Demase e reprodução de algumas histórias.




SENSACIONAL!!
Entrevista de Alcides Caminha para o Jô Onze e Meia





Uma boa matéria de Nelson Motta




Quinta, 2 de julho de 2020




Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu
...
ANDO DEVAGAR
PORQUE JÁ TIVE PRESSA





Escreva apenas para






DENUNCIE NOTÍCIAS MANIPULADAS,
DETURPADAS E/OU MENTIROSAS 











Estou convencido: A crise é seriíssima!!

Brasileiros, de todos os quadrantes, sinto informar que a Carmen's Club, na lendária rua Olavo Bilac - Porto Alegre - fchou suas portas siliconadas para sempre!!




É inacreditável

Para quem não soube da história.
Apareceu no Palácio do Planalto um cachorro maravilhoso, pelagem branca e que, certamente, estava perdido. Um funcionário comunicou o fato a dona Michelle Bolsonaro. Começaram a tratá-lo e o funcionário fez um anúncio nas chamadas redes sociais.
Hoje, a foto aí abaixo registra o encontro dos Bolsonaro com o dono e, claro, com o cão.
Bestas humanas, que são contra tudo, espalharam que dona Michelle teria roubado o cão e não queria devolver ao dono.
Dá para levar a sério essa gente?
Ah, e essa canalhada, que se diz de ixquerda, diz que não espalha notícia mentirosa...






RBS e seu "portal" ridículo!
Ciclone? Que ciclone?

Recebo:
Vejam essas prints. São de ontem, dia 30 de junho, das 18 horas.
Dentre todas as notícias principais do “principal portal de notícias e rádio do mundo”, nenhuma notícia sobre a chegada do ciclone bomba, para alertar os gaúchos. 
Pode isso?
Estava em toda a mídia do centro do país, e aqui nada. Que preocupação é essa com os gaúchos? Um monte de notícias secundárias (treinos do inter, Grêmio em Santa Catarina, filme 365 terá continuação, candidatura à reitoria da UFRGS, eventos do freio de ouro)... Meu Deus!! 

(clica em cima que amplia)











DOTÔRES E PÓS-DOTÔRES



Tenho vários amigos jornalistas que fizeram mestrado e doutorado. E posso garantir que são profissionais competentes. Não sei o que os motivou - e nem me interessa - a voltar à Universidade. Uma brincadeira entre jornalistas é assim: Cite apenas uma tese de um desses doutores que tenha mudado a forma de se fazer jornalismo. Ou então uma pesquisa que tenha sido fundamental para o desenvolvimento da atividade jornalística.
...
A impressão que tenho, referente ao Jornalismo, é´que o sujeito se forma, faz um estágio em uma rádio, jornal ou assessoria de imprensa, por um tempo. Aí volta pra Universidade e faz mestrado e doutorado. pra quê? Ora, pra dar aula!! Ora, bolas, o cara é um doutor em comunicação!! Pratica, mesmo, não tem nenhuma, mas é um baita teórico e desenvolveu uma tese "inovadora".
...
Claro que nem todos os professores são inexperientes. Mas, podem crer, a maioria não sabe nem redigir 20 linhas publicáveis ou que possam ser litas numa rádio ou TV.
Vou repetir: é evidente que existem jornalistas competentes que se tornaram professores. Mas, a maioria... são doutores de araque!!
...
Não sei como se tratam entre si, mas deve ser muito engraçado um jornalista chamar o outro de "doutor". HAHAHAHA!!!
...
Pensando bem, hoje, em pleno século 21, não existem motivos para as Universidades oferecerem cursos de pós-graduação para jornalistas. Afinal, é uma profissão que nem existe mais...
É sempre bom repetir que QUALQUER PESSOA, mesmo um analfabeto funcional, pode ter o registro de JORNALISTA. Tá liberado! E isto começou com uma sentença do boca mole do STF, Gilmar Mendes. Não interessa se entidades de jornalistas não reconhecem estes "profissionais" - são, na real, uma maioria de advogados, que se dizem comunicadores e infestam os meios de comunicação.
...
Aliás, não consigo entender como ainda existem pessoas que cursam - E PAGAM! - um curso de Jornalismo. Bastaria fazer uma faculdade e se empenhar para aprender a atividade jornalística.
...
É sempre bom lembrar que um dos ídolos do jornalismo de ixquerda do RS tem apenas o segundo grau...

...
Toda esta conversa para publicar um brilhante texto do advogado e escritor Leo Iolovitch:


O PLURAL DE CURRICULUM É CURRICULA,

mas há uns titulados por aí, que escrevem curriculuns. Já teve o Bernardo Cabral com curso “fake” na Sorbonne, a Dilma com mestrado falso e agora os “equívocos” do indicado para a Pasta, que está ficando maldita. Isso é a ponta do iceberg.

Há cursos, mestrados, doutorados e pós-graduações que são sérios e idôneos, merecem aplauso e respeito. Porém, infelizmente, abundam cursos e especializações fajutas, para obter vantagens remuneratórias e ocupar vagas reservadas aos titulados.

O plano de carreira do magistério estadual, gestado no sindicato, adota muitos desses cursinhos de fins de semana, que o corporativismo valida, para ganhos adicionais. Merecem uma auditoria.

O compadrio e a camaradagem ideológica conspurcam muitas titulações acadêmicas, cuja fonte é o Google, com citações em que as aspas são omitidas.

A quantidade de cursos no exterior não significa qualidade, há países em que essa atividade é considerada um bom ramo de negócio. Não foi pouco o dinheiro público gasto em bolsas e cursos sem utilidade.

Há uma excessiva valorização da titulação acadêmica, que é válida como cultura, mas não deveria ser decisiva para ocupar cargos públicos.

O conhecido Currículo Lattes é preenchido pelo próprio interessado, por isso surgem essas surpreendentes obras de ficção, que desafiam a geografia e a inteligência alheia. Uma boa faxina nos currículos e nas teses, poderia ser um começo...

Pois tem gente aí tirando proveito com currículo cachorro, que só late, mas não morde...


-


INFELIZMENTE - Como qualquer pessoa de bom senso, fico furioso quando vejo as cortinas de lojas fechadas, obras paradas, ruas vazias. Constatar que as cidades, em sua maioria, estão paradas é mais do que angustiante. Tudo quebrado.
Mais triste ainda é saber que Porto Alegre, Canoas e Gramado estão numa situação crítica. UTIs quase lotadas.
Culpa dos prefeitos ou do governador?
Nananinanão!
Dos porto-alegrenses e canoenses, e dos malfadados "turistas" que lotaram Gramado em junho.
Sorte que no Litoral os casos não aumentaram - e ainda bem que a tal bandeira vermelha prevalece.


-


REFLEXÃO

Essa Pfizer vai salvar a humanidade pela segunda vez. 
A primeira foi quando fizeram o Viagra,
agora anunciam que tem um vacina 
para o Coronavirus adiantada, em teste!!!!!
Viva a Pfizer. 

Jorge Gitzler 


-


RECURSOS PARA ALVORADA - Mais recursos destinados pelo deputado Bibo Nunes (PSL/RS) para Alvorada. São R$ 300 mil para a aquisição de máquina agrícola. “Recebemos a demanda e sabendo da importância de incentivar e fomentar a agricultura no fornecimento de equipamentos para afazeres da agricultura familiar e projetos comunitários, buscamos o recurso junto ao governo federal e felizmente fomos prontamente atendidos. Alvorada conta com meu apoio”, disse o deputado.
Segundo o prefeito José Arno Apolo, este montante vai atender 22 famílias rurais e agropecuários, abrangendo 10 bairros, direta e indiretamente, com objetivo de aumentar a produção em 30% a 40% com a utilização de equipamento adequado, gerando renda e emprego para as famílias de agricultores.
O ofício foi entregue pela liderança municipal João Alberto Pereyra.


-


OLHA AÍ O LIVRO DE CABECEIRA DA  "PREFEITA"





-


PÓS-QUARENTENA DO JULIO





-


É HOJE!!




FOTO HISTÓRICA - 1984, Caxias do Sul, Hotel Samuara.
Lideranças do PDT e PMDB discutem uma reaproximação, com vistas à eleição da Mesa Diretora da Assembleia gaúcha. Não deu em nada, mas tentaram.
...
Três livros do Prévidi para quem conseguir identificar TODOS na foto.
Claro que não vale para os envolvidos diretamente.
(Essa nem o Márcio Pinheiro consegue...)

(clique me cima que amplia)




-



-


GARIMPADA PELO MARCOS ABREU



-


NÃO SEI SE É QUENTE. MAS É INTERESSANTE





-


ME RENDI, JOÃO CARLOS MACHADO FILHO - Yamandú Costa, sem tocar as "músicas que inventa" é tri.
Confiram Sampa e Carinhoso, cantado pela Hebe.






X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X

APROVEITEM!!!
É MUITA GENTE COMPRANDO!!!




ALFAJORES COMBINAM
COM TRANSPLANTE?


Me chamo Rochelle Benites (foto), moro em Porto Alegre e estou na espera para transplante pulmonar, na Santa Casa. Aguardo dois pulmões. 

Não tenho condições físicas para trabalhar e encontrei nos deliciosos Alfajores de Gramado uma maneira de ajudar no sustento de minha família - sou a chefe do lar.

A caixa com 6 unidades (2 chocolate branco e 4 chocolate preto) custa R$ 20,00.
Tenho Tele Entrega e máquina.

Os Alfajores são uma ótima maneira de presentear quem você ama e para chocólatras!



  
      Chama  no Watts e faz teu pedido
Combinamos entrega ❤️ 51 9996-3361 ❤





-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X



PIADINHA OU NÃO É PIADINHA?




-


NÃO É PIADINHA




-


PIADINHA




-


BRINCADEIRINHA DA QUARENTENA

Que escândalo!!



Quarta, 1º de julho de 2020



Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu
...
ANDO DEVAGAR
PORQUE JÁ TIVE PRESSA





Escreva apenas para






DENUNCIE NOTÍCIAS MANIPULADAS,
DETURPADAS E/OU MENTIROSAS 




Quarentena

Imagina se a quarentena acontecesse há 18 anos.
Estaríamos presos em casa com este "moderno aparelho",
com SMS limitado e só com o jogo da cobrinha...



Minha ideia está sendo copiada!

Ontem sugeri que o prefeito de Porto Alegre teria que dispersar na marra esses babacas que lotam a Orla do Guaíba nos finais de semana. Sugeri jatos de água gelada ou gás lacrimogênio.
Aí hoje, no https://agora.folha.uol.com.br/ está lá:







A GUERRILHA
E O CINEGRAFISTA OBSTINADO



A história é contada pelo jornalista Ricardo Azeredo e estará no livro que lançará logo que o Brasil voltar ao normal.
Os protagonistas são dois brilhantes representantes do jornalismo gaúcho, o repórter Caco Barcellos e o repórter cinematográfico Jair Alberto, falecido ano passado.

Jair Alberto
Entre os tantos ditados e adágios do folclore telejornalístico brasileiro, um dos mais implacáveis declara que matéria boa é aquela que vai ao ar.
Esta máxima sempre foi um mantra para o repórter cinematográfico gaúcho Jair Alberto, falecido em abril de 2019 aos 67 anos.
Dono de uma obstinação xiita para viabilizar as pautas e fazê-las chegar aos telespectadores, o “Negão Jair”, como era conhecido por todos, era incansável.
Embora tenha iniciado carreira de cinegrafista em Porto Alegre no início dos anos 80, no início da década de 90 ele atuava na afiliada da Rede Globo em Manaus, Amazonas.
Foi no dia 26 de fevereiro de 1991 que um acontecimento grave o colocou no caminho do repórter Caco BarcelLos, que atuava na Globo do Rio de Janeiro.
A notícia era bombástica: um grupo de guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, as FARC, havia atacado um destacamento do Exército Brasileiro baseado num posto avançado na fronteira amazônica.
Em número bem maior, os guerrilheiros chegaram de surpresa e abriram fogo, matando três militares brasileiros e ferindo outros nove.
Depois de roubar armas e equipamentos fugiram para a selva colombiana.
Caco Barcellos foi enviado para fazer a cobertura para o Jornal Nacional, acompanhando comandantes do Exército que foram de helicóptero no dia seguinte até o longínquo local do combate.
Jair Alberto, veterano e conhecedor da região, foi o cinegrafista destacado para a missão.
A equipe registrou imagens em vários locais na área do confronto, entrevistou militares sobreviventes e fechou uma reportagem completa.
A batalha agora era outra: vencer o deadline do Jornal Nacional, trazendo a tempo a manchete mais importante do dia direto dos confins da Amazônia.
Quando chegaram ao Aeroporto de Manaus, o único avião que poderia levar a fita U-Matic com o precioso material já estava se preparando para decolar.
As portas estavam fechadas, as escadas retiradas e as turbinas girando cada vez mais alto.
Os pilotos já iam começar a taxiar em direção à pista quando viram pela janela um negão alto e barbudo pular a cerca do aeroporto e invadir o pátio de manobra, correndo direto para o avião.
O abnegado Jair Alberto parou ao lado do Boeing e começou a gritar para os pilotos, apesar do ruído ensurdecedor dos motores.
Pulava e berrava desesperadamente com a fita na mão, sinalizando para o piloto abrir a minúscula janelinha da cabine.
De alguma forma ele conseguiu fazer a tripulação entender que era preciso levar aquela fita a qualquer custo!
A janelinha foi aberta e num único e certeiro lance Jair conseguiu jogar a fita nas mãos do piloto.
Logo após a decolagem, a equipe foi detida por militares da Aeronáutica e Policiais Federais. Pistas e áreas de manobras em aeroportos são territórios indevassáveis para os não autorizados.
Depois de horas de interrogatório, detidos no aeroporto, os dois foram liberados por força das intervenções da direção da Globo e de autoridades estaduais e federais junto ao Ministério da Aeronáutica.
A matéria foi ao ar com enorme repercussão. Aquele ataque pegou todos os brasileiros de surpresa.

O BRASIL REVIDA O ATAQUE

Em 9 de março veio a resposta brasileira.
As Forças Armadas brasileiras e o governo colombiano lançaram a Operação Traíra, um ataque conjunto a uma base das Farc no meio da Amazônia colombiana.
Foram utilizadas tropas especializadas em combate na selva e aeronaves de ataque ao solo.
Dezenas de guerrilheiros foram mortos e muitos capturados. A maior parte dos armamentos e munições roubados no Brasil foi recuperada.
Depois disso, não se teve mais notícia de incursões de guerrilheiros colombianos no território brasileiro.

-

DEPUTADO DO "CENTRÃO"? - "Estou há mais de um ano na Câmara federal e jamais ouvi um deputado dizer que é do 'centrão'. Não me refiro aos noticiários, que sempre falam em deputados do 'centrão'. Ainda não me disseram assim: "Eu, que sou do centrão...". O comentário é do deputado federal Bibo Nunes, contestando os comentários de que os chamados "deputados do centrão" fizeram o Governo Bolsonaro adotar o "toma lá, dá cá". "Não existe isso. O que vale é a competência dos indicados para os cargos. E, além disso, todos no governo tem que primar pela ética e comportamento exemplar".


-


TÁ FEIA A COISA, HEIN RBS? - Anúncio de hoje no ZH:




-



QUE BAIXARIA, HEIN RECORD? - Ontem, no Balanço Geral, era apresentada uma entrevista sobre o comércio de Porto Alrgre. No início mostraram o entrevistado. Aí vem aquela bobagem de passar imagens repetidas trocentas vezes. Só que veicularam imagens de um dia que estava calor e não chovia. As imagens do Centro mostravam pessoas de camiseta e até sem camisa!!
Baixaria total!!
...
Por falar em baixaria, pelo jeito, não vão contratar repórteres. Aí poderiam colocar a Vanessa Pires para dar uma força ao Samuel Vetori.
Alguns quadros que já existiram no BG poderiam voltar, como o repórter que não aparecia o rosto.
E seria muito legal que voltasse o Antônio Sacomory.
Seriam excelentes alternativas para que o novo apresentador ganhasse mais confiança.
...
Outra: já elogiei várias vezes a Venenosa Jéssica Weber. Mas, só dou um toque, que é óbvio: HUMOR É PARA QUEM SABE FAZER.
A Jéssica e o Samuel não tem esse dom. Não adianta insistirem. Devem ficar apenas nas fofocas.
Humor, disponível no mercado para o Balanço Geral, chama-se Sacomory.


-


TÁ COM SAUDADE DA DONA DILMA?
APRECIE A SUA ANÁLISE DO MOMENTO!




OUTRA DA DONA DILMA




-


AMEAÇA PANDÊMICA - Gostaria que fosse fake, mas está na bbc.com:





Uma nova cepa do influenza está entre as principais ameaças que os especialistas estão monitorando, mesmo enquanto o mundo ainda tenta acabar com a atual pandemia do novo coronavírus.

A última gripe pandêmica que o mundo enfrentou, o surto de gripe suína de 2009 que começou no México, foi menos mortal do que se temia inicialmente, principalmente porque muitas pessoas mais velhas tinham alguma imunidade a ela, provavelmente por causa de sua semelhança com outros vírus da gripe que circulavam anos antes.

O vírus da gripe suína, chamado A/H1N1pdm09, agora é combatido pela vacina contra a gripe que é aplicada anualmente para garantir que as pessoas estejam protegidas.

A nova cepa de gripe identificada na China é semelhante à da gripe suína de 2009, mas com algumas mudanças.

Até o momento, não representou uma grande ameaça, mas o professor Kin-Chow Chang e colegas que o estudam dizem que devemos ficar de olho nele.

Qual é o perigo?
O vírus, que os pesquisadores chamam de G4 EA H1N1, pode crescer e se multiplicar nas células que revestem as vias aéreas humanas.

Eles descobriram evidências de infecção recente em pessoas que trabalhavam em matadouros e na indústria suína na China.

As vacinas contra a gripe atuais não parecem proteger contra isso, embora possam ser adaptadas para isso, se necessário.

Kin-Chow Chang, que trabalha na Universidade de Nottingham, no Reino Unido, disse à BBC: "No momento estamos distraídos com o coronavírus e com razão. Mas não devemos perder de vista novos vírus potencialmente perigosos".

Embora esse novo vírus não seja um problema imediato, ele diz: "Não devemos ignorá-lo".

Os cientistas escrevem na revista Proceedings, da Academia Nacional de Ciências britânica, que medidas para controlar o vírus em porcos e monitorar de perto as populações trabalhadoras devem ser rapidamente implementadas.

O professor James Wood, chefe do Departamento de Medicina Veterinária da Universidade de Cambridge, disse que o trabalho "vem como um lembrete salutar" de que estamos constantemente sob o risco do surgimento de patógenos e que animais de criação, com os quais os seres humanos têm maior contato do que com a vida selvagem, podem ser uma fonte de vírus pandêmicos.


-


SUGESTÃO PARA A MAGDA BEATRIZ - Outro dia, assisti ao Atualidades Pampa, e o dotô do programa disse que muitos estudantes de Direito o assistiam e teria que explicar como se daria um "fato jurídico". Interessantíssimo para o público em geral, não?
Magda Beatriz, imagina fazer um Atualidades Pampa apenas com jornalistas - Marconi, Victorino, Xicão e convocar outros da Casa, como a Marjana Vargas, que sempre foi uma excelente repórter, e aquele cara que é da Grenal e é tri-de-ixquerda.
...
E os dotôres? Fariam o Atualidades Jurídicas! Já imaginou que legal? Que programa interessante?Ou o Data Venia na TV!
Ah,  o programa poderia se chamar, também, Comunicadores Dotôres!! Comunicadores Jurídicos!!


-


POR FALAR NA PAMPA - É impossível tentar assistir a programação da Rede TV!. Outro dia estava vendo o tal do Sikera Jr. Aí no meio de uma matéria cortam e entra o programa do Nelson Rubens. Deixei um pouco, mesmo sabendo que deveria ser um programa antigo. Aí deu uns 10 minutos e entrou umas pegadinhas sem graça.
Ninguém resiste a uma TV assim.
A impressão que dá é que a Pampa existe apenas para os programa das igrejas e para as atrações locais.
...
Ontem passei por lá e estava a Sônia Abrahão e o programa de fofocas. Um cara falava e ao final disse: "um bom final de semana pra vocês". Pô, isso é sacanagem com quem se arrisca assistir a Pampa!!


-


GAFANHOTO QUE SE PERDEU E CHEGOU AO RS




-


NOVIDADE - Quem conta é o jornalista Vitor Bley de Moraes:

Os jornalistas Marcelo Magalhães, Vítor Bley de Moraes e Wilson Rosa estreiam amanhã, 1º de julho, o programa Bola Pra Frente, na recém inaugurada RWT, uma emissora situada em Cachoeirinha, que entrou no ar há dois meses.
O convite foi feito pelo diretor da emissora, Manuel D'Ávila.
A RWT opera pela Web mas, em breve, estará, também, disponível em FM e terá um canal de TV.
Bola pra Frente terá esportes, informações, entrevistas, participação dos ouvintes, entretenimento e música.
O programa irá ao ar de segunda a sexta-feira, das 12 às 14 horas e pode  ser sintonizado através das plataformas digitais:

FB.COM/NEWSRADIOWEBTV
YT.COM/NEWSRADIOWEBTV
@NEWSRADIOWEBTV
Participação dos ouvintes pelo WhatsApp: 51 992120072.

-




TÁ COM DÚVIDA SOBRE A LEI DA CENSURA QUE FOI APROVADA PELO SENADO? CONFIRA OS SENADORES QUE FORAM A FAVOR. E CONFIRA O QUE DIZ A REDE GLOBO.
EU CONSIDERO UM ABSURDO O QUE FOI APROVADO.



X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X

APROVEITEM!!!
É MUITA GENTE COMPRANDO!!!




ALFAJORES COMBINAM
COM TRANSPLANTE?


Me chamo Rochelle Benites (foto), moro em Porto Alegre e estou na espera para transplante pulmonar, na Santa Casa. Aguardo dois pulmões. 

Não tenho condições físicas para trabalhar e encontrei nos deliciosos Alfajores de Gramado uma maneira de ajudar no sustento de minha família - sou a chefe do lar.

A caixa com 6 unidades (2 chocolate branco e 4 chocolate preto) custa R$ 20,00.
Tenho Tele Entrega e máquina.

Os Alfajores são uma ótima maneira de presentear quem você ama e para chocólatras!



  
      Chama  no Watts e faz teu pedido
Combinamos entrega ❤️ 51 9996-3361 ❤





-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X



PIADINHA OU NÃO É PIADINHA?




-


NÃO É PIADINHA

Vingancinha





-


PIADINHA

Rapidinha

- Professor, qual a diferença do eleitor do Psol do eleitor do PT?
-É só jogar capim: Se comer é do PT. Se fumar é do Psol.


-


BRINCADEIRINHA DA QUARENTENA

Denuncia!!