Quarta, 4 de março de 2015



Atualizado diariamente ao meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.




Escreva apenas para  jlprevidi@gmail.com





ponto do dia




QUEM VAI INVESTIR
NA CIDADE DA MÃE JOANA?






Porto Alegre transformou-se na cidade das obras inacabadas, na "metrópole" que traficantes são homenageados, sem qualquer problema, e a terra preferida de qualquer tipo de bandido, porque aqui eles têm toda a liberdade para agir.
-
Aí que eu pergunto: Quem é o investidor, otário, que vai colocar um dólar em um projeto idealizado por quem não termina obras, que deixa os traficantes serem homenageados e bandidos e mendigos agem livremente?
-
Do Zero Hora online:

Nenhuma empresa demonstrou interesse em assumir a obra de revitalização da Orla do Guaíba, na tarde desta terça-feira, em sessão realizada pela prefeitura de Porto Alegre para receber propostas. O projeto, prometido há três anos, deverá ser revisto para o lançamento de uma nova licitação nas próximas semanas.
A Comissão Especial de Licitação para Projetos Estruturantes da prefeitura da Capital realizou uma sessão pública para receber propostas de empresas nacionais ou internacionais interessadas em participar da concorrência para a primeira fase da revitalização da orla.



--



ponto midiático especial


Texto enviado pelo Paulo, de Santa Catarina:


NOMES E SOBRENOMES


Li teu comentário a respeito do William Bonner. Vamos combinar que BONNER soa bem melhor do que Bonemer. Até porque não iria faltar quem fizesse piada dando uma "sequência" para o sobrenome. No outro caso que você realatou Paulo Brito é menos imponente que Beckenkamp, mas facilita a compreensão.
Naquele dia você falou ainda do Caco Belmonte e aí eu lembrei que ele usa o sobrenome do pai famoso,
JOÃO CARLOS BELMONTE, sem nenhum problema.  Já o irmão, brilhante repórter de meio-ambiente, preferiu usar o nome da mãe e é conhecido como Roberto Villar.
O Felipe Vieira, começou na Rádio de Butiá, como Felipe Garcia. Se não me engano, isso aconteceu porque ele começou como operador de aúdio. O locutor não lembrou o sobrenome do pai do Felipe e lascou o nome do tio, irmão da mãe. O Felipe conta que virou Vieira, porque a mãe dele pediu. Durante um tempo ele usou o nome completo Felipe Garcia Vieira, mas depois tirou o Garcia.
Milton Jung, são dois e brilhantes. O Junior usa o nome igual o do pai e faz uma carreira maravilhosa em
São Paulo. Tão bacana quanto a que o pai fez na Rádio Guaíba.
Já o Andrei Kampff também não usa o sobrenome Mello, do querido presidente da ARI, João Batista Mello Filho.
Duas histórias curiosas a respeito de nomes. A primeira a do Zé Aldo Pinheiro. Nascido José ODORALDO Pinheiro, quando começou no rádio em Porto Alegre, trocou o nome para Gilmar. Contam os colegas que um dia fazendo reportagem em uma jornada o Ranzolin chamou o depoimento do repórter: Fala, Gilmar ! E o Zé  Odoraldo não se flagrou que era com ele e ficou um silêncio na rádio. Depois de saber da "troca de nome"feita pelo Zé, Ranzolin determinou que ele seria chamado de José Aldo Pinheiro. Abreviou o ODORALDO. Ponto para o Armindo Antonio!
E a outra história é da década de 90 na Rádio Gaúcha. Um dia, o Ranzolin comunica o Marco Antonio Baggio e o Claudio Moretto, que o Lasier Junior vai fazer parte da equipe de jornalismo. Os dois se preocupam com a pressão que o garoto ía receber. Afinal, a comparação com o pai, líder de audiência na Rádio e TV (ancorava o Jornal do Almoço) podia pesar. Não lembro quem foi conversar com o Junior, passaram um tempão reunidos com o garoto e o convenceram de adotar um nome "estilo correspondente internacional". Sinceramente, não recordo se definiram que seria Costa Martins, Costa Junior ou Martins Junior. Assunto encerrado.
No outro dia, na hora de entrar no ar, o pessoal na redação da Rádio Gaúcha aguardando a primeira entrada do novo repórter e o Lasier faz questão com pompa e circunstância de chamar o JUNIOR no ar. Não sei se foi a pressão do nome do pai ou não, mas sei que o Lasier Junior nunca conseguiu marcar o seu nome  no jornalismo. Agora mesmo pesquisei no google para tentar saber o que é feito dele e descobri no site do TSE, que na prestação de contas da campanha do pai ele aparece como funcionário da candidatura.
Tendo recebido R$ 20 mil reais para trabalhar.
Estas são algumas das lembranças que tive após ler teu texto.



--



ponto geral



O PIRIPAQUE DO FARID

A apresentadora Magda Beatriz, colega do Farid Germano Filho no Jornal da Pampa, esclarece:

Amigos, as 3h30min desta terça-feira recebi um whatsapp do Farid, já em casa, com o seguinte diagnóstico: queda brusca de pressão e "alteração da taxa do meu hipertireoidismo".
Agradeceu o carinho de todos dizendo que quarta-feira (desta semana espero, hehehe) estará firme e forte ao meu lado no Jornal da Pampa.
Em tempo: espero ter tido um bom desempenho neste momento de "porta-voz" do Farid. Quando que eu ia imaginar!!

--

PELO SEXTO ANO

A Oi e o Oi Futuro confirmam o patrocínio pelo sexto ano consecutivo ao 43º Festival de Cinema de Gramado, que será realizado entre os dias 7 a 15 de agosto.

--

DONA DILMA ATACA NOVAMENTE!

Da Folha de S.Paulo:

Para tentar conter a inflação e controlar os gastos do setor elétrico em 2015, o governo decidiu fazer um pente fino no cadastro do programa Tarifa Social e vai excluir 5 milhões de famílias até o final deste ano.
Elas representam 38% das 13,1 milhões de famílias que, em dezembro, eram beneficiadas com descontos na tarifa de luz.
Para ter direito ao benefício, é necessário estar abaixo de determinado nível de renda e de consumo.
De acordo com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), trata-se de casos que não se enquadravam nas regras do programa, seja por erro de cadastro ou por mudança no perfil econômico ou de consumo da família.
O corte representará uma redução de aproximadamente R$ 600 milhões neste ano no custo do programa, que é repassado às tarifas de todos os consumidores.
Com o enxugamento do benefício, a estimativa é que o gasto para manter o programa fique em R$ 2,16 bilhões em 2015. Em 2014, o gasto foi de R$ 2,2 bilhões, mas, com os aumentos na tarifa de energia, a estimativa é que neste ano a despesa chegasse a R$ 2,78 bilhões.

--

ESCOLINHA RBS

Recebo:

Editora Três anunciou à redação, na tarde desta terça-feira, 3, a descontinuidade da revisa IstoÉGente. Pelo menos sete profissionais, entre jornalistas e designers, devem ser dispensados. Também está deixando a empresa Ricardo Arnt, diretor da revista Planeta.
Informação sobre a dispensa de até 20% do quadro geral de jornalistas não foi confirmada. Contatada, a direção da casa estava em reunião e ainda não se manifestou oficialmente.
Em 20 de janeiro a Editora Três havia anunciado um plano de demissão voluntária (PDV) cuja meta era cortar até 25% de sua folha de pagamento de 700 funcionários. Um mês depois, encerrado o processo, apenas 40 pessoas apresentaram suas cartas, sendo dois profissionais de redações. À época, já pareciam inevitáveis dispensas assim como corte de títulos – além de Gente, estavam na berlinda IstoÉ 2016, Menu, Motorshow, Platinum e Status.

--

LULA PAGOU DÍVIDA COM FMI

Mas a dívida externa brasileira, hoje, é de 204 bilhões de dólares.

--

ISSO É MODERNIDADE!!

Em O Globo:

'THE FOSTERS'

Série exibe beijo entre garotos de 13 anos



--

PARECIDOS

Do Eduardo Escobar:

Ex-craque de futebol Maradona gasta 400 mil para ficar parecido com homem que gastou 400 mil pra ficar parecido  com Kim Kardashian.




--


PARECIDOS - 2

Ontem lancei este desafio:

Esta é Fátima Ali, que será a secretária-adjunta da Secretaria da Saúde de Porto Alegre.

Com quem ela é parecida?
Respostas para jlprevidi@gmail.com



Algumas respostas interessantes:
Maria Desgraça Foster . Kkkkk
É a Graça Foster melhorada. Beeeemmmm melhorada!
Rosaura fraga.
Fátima Ali é parecida com a Maria Caveirão, ou seja Maria da Graça Foster!
- É irmã da Graça Foster?
Tem que requerer exame de DNA , mas aposto que é filha da Graça Foster.

--

SOBRE A PÉSSIMA MATÉRIA DO ZH

Escreve o jornalista Pedro Haase Filho:

Sobre o post que coloquei no FB, na segunda, criticando matéria do ZH online e que reproduzes hoje, ontem tinha recebido uma reposta in box do Ticiano Osório, editor de Sua Vida na ZH, a quem citei no post e é boa gente.
Por justo, como só vi agora o blog,  te pediria para publicar também o retorno dele, certo?
Segue:

A matéria ficou em destaque secundário porque outra coisa aconteceu em seguida, uma decisão da justiça, que atinge a muito mais pessoas e que, no juízo de quem estava no plantão da Redação, valia ter um destaque maior. A matéria é cheia de "terias" porque ela conta uma versão, de testemunhas, que nem sempre dizem o que realmente aconteceu. A informação de que o pai e o filho eram caminhoneiros está em outra matéria. Erramos ao não citar isso nessa, embora houvesse link para o perfil da vítima. Sobre o partido, realmente cometemos o equívoco de não citar. Mas a matéria receberia ou receberá atualizações ao longo do fim de semana. Um abraço, Ticiano.

--

NOTÍCIA NA HORA CERTA

Da Rádio Gaúcha.
Bom o apresentador Artur Chagas.
A redação está legal. Antes, as frases eram tão curtas que se tornavam enigmas.

--

GUAÍBA NOTÍCIAS

Não pude confirmar o nome do programete da Rádio Guaíba, porque não consta da programação no site da emissora.
É muito ruim. Só notícias irrelevantes.
Parece que guardam as notícias de verdade para o Correspondente.

--

ESCOLINHA ZH

Recebo:

Olha como são as coisas.
No ZH é assim: O assaltante pego em flagrante “teria” “supostamente” roubado...
Já os dois líderes do Congresso, mesmo que o vazamento de seus nomes não seja oficial, perderam o futuro-do-pretérito e o “suposto” na matéria...


--

EM FAVOR DA VIDA

Graças à solidariedade de seis famílias a Santa Casa pôde realizar seis cirurgias de transplante de pulmão com doadores falecidos apenas nos dois primeiros meses de 2015. Além destes, outros dois procedimentos foram realizados com doadores vivos.
Nos dois primeiros meses do ano passado apenas um transplante pulmonar foi realizado na Instituição. No total, 20 cirurgias deste tipo ocorreram em 2014. Ao incluir todos os órgãos, o número de transplantes realizados na Santa Casa no ano passado é de 523.
-
Na tarde de ontem três pacientes que receberam os órgãos este ano tiveram alta do Hospital Dom Vicente Scherer - onde está localizado o Centro de Transplantes da Santa Casa - e um quarto paciente ainda vai receber a alta no decorrer desta semana.
Para Sadi Schio, coordenador clinico da equipe de Transplante Pulmonar da Santa Casa, a conscientização da sociedade exerce papel fundamental na cura dos pacientes que sofrem com doenças pulmonares crônicas e que aguardam na fila de transplantes: "Quando a sociedade é generosa e nos proporciona a possibilidade de trabalhar, a gente acaba salvando vidas. Atualmente, a lista de espera para um transplante pulmonar no Estado contém 60 pessoas, por isso, é importante que o tema doação de órgãos seja debatido entre os familiares, para que, diante de uma eventual morte cerebral, a família possa realizar o desejo do ente que se foi", afirma


10 comentários:

  1. Acho que não é por ai, Previdi, nesta questão do investir na cidade. Veja o RJ, onde o tráfico, Comando Vermelho e cia. dominam à tempos. O RJ deixou de receber investimentos? Deixou de ser uma das cidades (se não a mais) visitadas do Brasil? Não! POA já foi um paraíso da qualidade de vida, do transporte público, do trânsito que andava. E aí? Cresceu? Ganhou novos grandes investimentos? Não! Pelo contrário: quem quer crescer, ontem e hoje, vai (ou foi) para o RJ ou SP (veja na tua classe, quantos jornalistas saíram do RS e foram para lá). Acho que o problema de POA e do RS é muito maior e, humildemente, digo: não sei qual é.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou pouco e disse tudo. Um abraço.
      Eduardo Stein.

      Excluir
    2. Falta uma única coisa a Porto Alegre: gente competente. Gente capaz de assumir responsabilidades. Mas ocorre o contrário. PoA jamais deveria ter sediado joguinhos de copinha do mundo. Isso quebrou a cidade. Teve tempo de sobra e incompetência proporcional. Uma cidade comandada por um cara que não consegue cumprir um único cronograma. Até o asfalto de uma única rua foge ao cronograma. POA só voltará a ser um lugar decente quando homens decentes estiverem a frente do Paço Municipal, muito ao contrário dessa gentinha do PDT e do PT. PDT que é um morto vivo, balcão de negócios!

      Fernando Fagundes/AMS

      Excluir
    3. Colocar a contração do artigo a com a preposição a em lugar do verbo haver fere os olhos de quem lê.

      Porto Alegre sofre de um mal idiota cuja responsável é a RB$$$
      Ela hoje controla a igreja MTG dá qual aufere excelentes dividendos e os babacas que pouco ou nada conhecem da história de nosso estado acreditam numa vitória que nunca houve. O orgulho GAUCHO torna nosso Estado e minha cidade natal nessa merda em que está.
      Obs. Escrevi gaucho sem acento gráfico por que é um vocábulo castelhano e nada tem a ver com nossa verdadeira cultura que é açoriana que depois incorporou diversas outras culturas.

      Excluir
    4. O amigo Anônimo (o que postou às 13:50) sugere uma comparação Porto Alegre x RJ no que diz respeito a investir na ex-Cidade Sorriso. Aliás, muito pertinente a comparação, pois falta pouquíssima coisa para POA poder ser comparada com a Cidade Maravilhosa: falta só ter o Cristo Redentor, falta um Pão de Açúcar, falta uma orla parecida com a zona sul carioca formada por Leme-Copacabana-Ipanema-Leblon-Arpoador, falta uma Marquês de Sapucaí que abrigue um sambódromo e o maior carnaval do mundo, falta um estádio como o Maracanã, falta ter uma vocação turística onde a própria população saiba e esteja acostumada em receber turistas de fora, falta ter hotéis de excelente nível, falta ter uma paisagem exuberante, com montanhas cobertas por densa vegetação que encontra-se com o mar nas areias de praias mundialmente famosas, falta um povo hospitaleiro, falta ter um metrô que corte a cidade em duas linhas, falta ser servida por um bom sistema de transporte coletivo, falta ter vida noturna, falta ter uma boa rede de gastronomia que funcione à noite, falta ter um comércio que avance além das 18 horas, falta opções de lazer e de cultura, falta ser um dos principais centros econômicos, culturais e financeiros do país, sendo uma cidade internacionalmente conhecida, falta ser o 2º maior PIB do país, falta ser o segundo maior polo de pesquisa e desenvolvimento do Brasil. Tirando esses detalhes pouco relevantes, POA é PRATICAMENTE IGUAL ao Rio de Janeiro.

      Excluir
  2. Vai ver que o Farid tá trabalhando demais. CC do Fortunati com Regime de Dedicação Exclusiva e comentarista na Pampa, dá um "trabalho"!!

    ResponderExcluir
  3. Rodrigo de Canoas4 de março de 2015 19:35

    22 anos de PT no poder (16 + 6 de Fortunati) dá nisso...atraso, marasmo, más escolhas, decisões toscas, falta de visão e tecnologia urbana, anacronismo em mobilidade e qualidade de vida, falta de renovação e de "benchmarks", inépcia indiferenciada em todos os escalões, corrupção (Procempa?), fadiga, baixo astral...Deu pra Porto Alegre, tchau.

    ResponderExcluir
  4. Porto Alegre perde espaço ano após ano, há pelo menos 20 anos.
    Ninguém resiste a administrações Collares/PT/Fortunatti impunemente, isso é consequência de anos desse período, prefeitos sem a minha condição e visão, pessoas que pensam apenas em cargos e impostos.
    Porto Alegre perdeu o rumo, infelizmente.

    ResponderExcluir
  5. Falta competência e seriedade em Porto Alegre. Dez anos pra fazer um binário de 2 Km, imaginem quanto tempo pra construir o metrô?

    ResponderExcluir
  6. Porto Alegre só tem uma saída: o Salgado Filho. Se não tiver neblina, claro.

    ResponderExcluir