Terça, 22 de setembro de 2015



Atualizado diariamente ao meio-dia.
Eventualmente, à tarde, notícias urgentes.









O LEITOR DO DIA



Gremistão, o José Eduardo Marin é nascido em Caçapava do Sul e mora em Porto Alegre, onde trabalha no Ministério Público do Estado.
Gosta dos Rolling Stones e do Blog do Prévidi. Hahahaha!!!

Bom dia, José Eduardo!






NÃO CONHECIA

Muito tri!
A ídola Elis Regina. Uma gravação, remasterizada, de 1960. A primeira.
Dá para ver direitinho todas as influências que teve.
Deixa rodando e vai fazer outras coisas!









mundo midiático

TENTOU DAR UMA CANETA

E SE ESTATELOU NO CHÃO. QUE FEIO!




Caneta ou janelinha. Aquele drible no futebol que o jogador dá um toque na bola por debaixo das pernas de quem o está marcando e corre para buscá-la nas costas do adversário. Uma jogada desmoralizante. Como um lençol ou chapéu - quando o habilidoso joga a bola por cima da cabeça do marcador e corre pelo lado para buscar a bola. O sujeito pode ser craque, mas quando erra leva uma vaia da torcida.
Foi o que aconteceu com a veterana jornalista, especializada em política, Rosane de Oliveira.
-
No início desse século fiz uma entrevista com o Augusto Nunes, para a revista Press. Lá pelas tantas, ele contou que foi indicado para assumir a diretoria de comunicação de um banco. Topou, mas não deixou de ser jornalista para ser bancário. No primeiro dia, fez tudo que deveria. Aí às 6 da tarde o expediente encerrou e todos começaram a sair. E ele deveria fazer o mesmo. O jornalista ficou sem ação:
- O que eu vou fazer nessa hora? Seis da tarde! Jamais saí do trabalho nesta hora!!
-
Quando fui repórter, editor e mesmo assessor de imprensa jamais tive horário, jamais cumpri as 5 horas de jornada de trabalho. Várias vezes fiquei 10, 12 horas numa cobertura e os chefes sempre entenderam quando precisei sair antes por algum compromisso. Em mais de 25 anos sempre funcionou o bom senso. Será que tive sorte?
-
Acontece que o jornalismo nas redações e assessorias foram muito burocratizadas. Por culpa dos próprios profissionais, independente do cargo que ocupam. Os próprios sindicatos têm uma grande parcela de culpa, porque insistiram nessa bobagem de horário. Desde quando entrei na faculdade, em 1975, em nenhum momento tinha assistido um "debate" sobre a jornada de trabalho do jornalista.
-
A Rosane, ainda no Twitter, escreveu:

Eu apoiaria uma jornada de trabalho de 8 horas, com aumento do piso salarial. Jornada diferenciada é privilégio que resulta em prejuízo.

Vejam o tamanho da bobagem: no RS o piso para jornalista é de R$ 1.955,90 na Capital e R$ 1.665,50 no interior. Na verdade não é piso, é teto. Por 5 horas. Pela proposta da jornalista, o salário iria para algo em torno de 3 mil reais, não? Aí ela acha uma remuneração justa?
Curioso, ainda não vi uma posição da colunista política sobre um "magistrado" concursado e imberbe receber quase 30 mil reais mensais. E formado apenas em Direito. Igual a ela, formada em Jornalismo.
-
Olha, é um debate desnecessário.
Acredito que seja muito mais importante um trabalho sério de todos para que a PROFISSÃO DE JORNALISTA seja exclusiva de pessoas que tenham feito Faculdade de Jornalismo. Simples.
E que todos estejam conscientes de que o Jornalista não é uma "estrela", mas um trabalhador igual a todos.


--


ALÔ PARLAMENTARES E MAGISTRADOS!
NO CHILE OS COLEGAS SE COMPORTAM ASSIM!!

(clica em cima que amplia)



--


ISTO É BANANÃO

Do Sensacionalista


--


MUNDO MIDIÁTICO - 1

Uma parceria que serve "de modelo a toda Terra"

Informação da jornalista Isara Marques, presidente da TVE-RS:

A TVE não tem permissão da Secretaria da Fazenda  para pagar horas extras aos seus funcionários até o final deste ano. Em consequência disto, não tínhamos como transmitir o Desfile Farroupilha, que a gente considera importante no nosso Estado.
Ficamos sabendo que a TV Tradição,  tv web do Movimento Tradicionalista Gaúcho, que já é nossa parceria no telejornalismo, estaria transmitindo todo o desfile pela internet.
Fizemos um acordo sem nenhum custo e que proporcionou  duas importantes inovações no mundo televisivo do estado: a parceria inédita de uma Web TV com a emissora pública gaúcha (TVE), e o uso do sinal via internet, numa transmissão convencional por sinal aberto.
Como a TVE possui 39 retransmissoras no interior do Estado, acreditamos que essa iniciativa proporcionou a milhares de gaúchos assistirem o desfile que comemorou os 180 anos da Revolução Farroupilha.

--


AINDA SOBRE CARANGUEJOS,
OTÁRIOS E BABAQUARAS!!

Leram o post de ontem? Não? Está aqui.
Com a raiva que tenho desses caranguejos, cometi uma injustiça.
Tratei o secretário do Meio Ambiente de Porto Alegre, Mauro Gomes de Moura, de bobalhão. Uma bobagem minha.
Ontem à tarde conversei com ele. Um cara que sabe o que está fazendo.
-
Ele explicou o que é uma Audiência Pública, como a que foi realizada na semana passada sobre o projeto do Cais Mauá:

Audiência Pública realizada na última sexta-feira, sobre o projeto Caís Mauá:
·         É uma audiência de Estudo de Impacto Ambiental (EIA-RIMA), prevista em várias legislações federal e estadual (entre outras, Resolução 237/97, do Conselho Nacional de Meio Ambiente - Art. 3º- A licença ambiental para empreendimentos e atividades consideradas efetiva ou potencialmente causadoras de significativa degradação do meio dependerá de prévio estudo de impacto ambiental e respectivo relatório de impacto sobre o meio ambiente (EIA/RIMA), ao qual dar-se-á publicidade, garantida a realização de audiências públicas, quando couber, de acordo com a regulamentação);
·         EIA/RIMA - servem como instrumento de Avaliação de Impacto Ambiental e são parte integrante do processo de licenciamento ambiental;
·         EIA/RIMA - Realizado por equipe multidisciplinar;
·         EIA/RIMA - Avaliado por equipe multidisciplinar do Órgão Ambiental e demais setores da Prefeitura;
·         EIA/RIMA - O RIMA submete-se a apreciação pública.
·         Principais tarefas do EIA:
*   O conhecimento do projeto;
*   A delimitação da área de influência;
*   O diagnóstico ambiental da área de influência;
*   A análise dos impactos;
*   A definição das medidas compensatórias;
*   A definição das medidas mitigadoras;
*   O programa de gestão ambiental;
*   A comunicação dos resultados do EIA: RIMA
·         
Resolução CONAMA n.º 09, de 3 de dezembro de 1987
·         Art. 2º - Sempre que julgar necessário, ou quando for solicitado por entidade civil, pelo Ministério Público, ou por 50 (cinquenta) ou mais cidadãos, o Órgão de Meio Ambiente promoverá a realização de audiência pública;
A Audiência Pública tem a função de apresentar os estudos a sociedade, colher sugestões e críticas ao projeto, que são avaliadas pelo corpo técnico/jurídico da Prefeitura (no Grupo de Trabalho responsável pelo licenciamento urbano ambiental).

-
Na real, os bobalhões, para ser delicado, são os idiotas contrários a qualquer melhoria para a cidade.
Pelo que entendi, a empresa que venceu a licitação ainda terá que cumprir muitas etapas para quew o projeto saia do papel. Até poderá começar a obra, mas não vai ser molezinha.
Não em razão dos babaquaras que são contra, mas pelas exigências da legislação.

--


REFLEXÃO

Saudades de 2014 quando só o Eike tava quebrado... 
Pra frente Rio Grande!

Vitor Raskin

--


MUNDO MIDIÁTICO - 2

Variadas

"CONSELHOS" - Tem um tipo de jornalista que não pode ficar sem dar "conselhos". Ouvi numa TV: "... A polícia rodoviária monitora a estrada e os motoristas devem ter atenção...".
-
ANÚNCIOS - Numa segunda-feira divulgar chamadas de um programa que acontece no sábado ou domingo não faz o menor sentido.
-
RÁDIO SÉCULO 21 - Agora, o moderninho é usar o WhatsApp para que se diminuam, cada vez mais, as equipes de jornalismo. Fácil, não? Leiam o que escreveu o Garivaldino Ferraz: Eu gosto de ouvir rádio, mais pelas músicas e notícias. Mas me parece que as emissoras "audíveis", em todo o país, estão se rendendo ao "breganojo" e ao futebol. Aqui em Brasília, simplesmente aproveita-se, um pouco, a Band News e a CBN. Música, nem pensar; notícias, idem. Chega a dar pena ouvir os apelos dos apresentadores para que enviem mensagens pelo "whatsapp" com fotos e relatando o que acontece pela cidade. Não há mais equipes de jornalismo buscando fatos. As reportagens são sobre assuntos ultrapassados e repetidas depois de mostradas na TV. Que também não conseguem atrair público.
-
ABERTA A TEMPORADA - De prêmios para um grupo de comunicação. Pelo que soube, já ganharam dois. Um deles vergonhoso, dado por uma entidade que deve ter envergonhado os bons profissionais de uma importante categoria. O outro? Ninguém leva a sério.

--


EM PORTO ALEGRE,
(QUASE) NADA FUNCIONA - PARTE 2


Mais um post de ontem. Não viu? Está aqui. Com o título acima.
-
O Lucas Barroso, assessor de comunicação da EPTC, enviou uma mensagem:
Vi o caso do cartão TRI que você citou em seu blog.
Lamentável a postura do colega que fez o atendimento. Se você tiver mais alguma informação, como o nome do envolvido, me ajudará bastante. Com isso, posso fazer um processo administrativo, gerando uma advertência ou punição maior ao envolvido, pois essa postura inadequada vai totalmente contra o que prega direção da empresa. Realizamos milhares de atendimentos diários em nossa Central de Passagens e raramente temos problemas nesse sentido.
Sobre a documentação, ressalto que não há erro no site. Comprovante de residência, assim como qualquer documentação para adquirir um benefício, sempre será no nome da pessoa interessada, jamais em nome de terceiros. Inclusive, a EPTC aceita qualquer carta comercial neste caso.
Qualquer coisa, estou a disposição.
-
Como reiterei que a senhora não tem nenhuma conta em seu nome, ele sugereiu que se tentasse um documento simples no INSS.
-
Mas que é o cúmulo da burocracia, ah!!, não há a menor dúvida!!!
Em outras repartições da Prefeitura são aceitos documentos de terceiros com uma declaração.


--


DIRETO DO HAITI

Do jornalista Walmaro Paz:

ELEIÇÕES

Este é o meu amigo Chavannes, Jean Baptiste , um lider importante da Via Campesina no Haiti, militante há 40 anos pela li bertação deste país das garras do imperialismo. Chavannes é candidato a presidente pelo Komtrapepla ( Kombite aux Travailleurs et Paysans pour la Liberation do Ayti) traduzindo - Mutirão de Trabalhadores e Camponeses pela libertação do Haiti. Ele iniciou sua agenda de campanha ontem e deverá percorrer todos os dez departamentos do país reunindo com lideranças camponesas e trabalhadoras para discutir suas propostas, com uma campanha franciscana ele espera conseguir 500 mil votos dos camponeses do Platô Central e das regiões maias pobres do país.
-

WODU

Uma das tarefas mais difíceis que assumi na minha vida profissional é esta da cobertura eleitoral das eleições presidenciais no Haiti. Um pais com uma rica história de lutas, nascido de uma revolta de escravos que derrotou o exército de Napoleão e transformou-se na primeira Republica da América Latina. Uma nação de negros, como diz na sua constituição que têm sua língua própria, o Kreoule ( uma mistura de Françes, Espanhol e Nagô), cultura propria que não é africana e tampouco ocidental. Aqui a religião de 60 % da população é a Católica, de 40 % evangélicas protestantes e de 100% da população é Wodu conforme disse uma freira portuguesa. Padre Ives Edmond, na foto abaixo, sacerdote católico, não concorda com isso. Ele trabalha com comunidadde de base no Sul do Haiti e é diretor da Grupo de Assitência aos Refugiados e Repatriados do Haiti.

--


MUNDO MIDIÁTICO - 3


PRÊMIO PRESS

Estou ainda montando os prediletos, para o meu Voto Profissional.
Alguns:
- estagiário - Carlos Lacerda
- repórter de TV - Voltaire Porto
- destaque do interior - Adriano Mazzarino
- apresentador de rádio - Gustavo Vitorino
- jornalista do ano - Danilo Ucha
- locutor de notícias - Maria Luiza Benitez
- programa de TV - Grenalizando
-
Reitero que os meus votos, neste ano, serão para profissionais que ainda não tenham vencido ou que, em 15 anos, tenham 1 ou 2 vitórias. Eu venci quatro anos! Vários, que estão na relação abaixo, venceram 6, 10 vezes em várias categorias. E tem vários que são imbatíveis!!


Relação de semifinalistas – 2ª parcial

ESTAGIÁRIO DE JORNALISMO DO ANO – Troféu CIEE-RS
- Carlos Lacerda – Rádio Grenal
- Carolina Hickmann – Jornal do Comércio
- Diego Brião – Agência Radioweb
- João Praetzel – Rádio Guaíba
- Roberta Fofonka – Jornal do Comércio

REPÓRTER DE RÁDIO DO ANO – Troféu STICC
- Douglas Demoliner – Rádio Grenal
- Gabriel Jacobsen – Rádio Guaíba
- Lucas Cidade – Rádio Uirapuru
- Luciano Périco – Rádio Gaúcha
- Zé Renato Oliveira – Rádio ABC 900

REPÓRTER DE TELEVISÃO DO ANO
- Claudio Andrade – TV Pampa
- Filipe Peixoto – Band TV
- Lilian Abelin – TV Pampa
- Paloma Poeta – TV Record
- Voltaire Porto – TV Record

REPÓRTER DE JORNAL/REVISTA DO ANO – Troféu Sistema FECOMÉRCIO-RS
Cristine Pires – Jornal do Comércio
- Fernanda Nascimento – Jornal do Comércio
- Fernanda Pugliero – Correio do Povo
- Humberto Trezzi – Zero Hora
- William Lampert – Correio do Povo

COLUNISTA DE JORNAL/REVISTA DO ANO – Troféu Fernando Albrecht
- Danilo Ucha – Jornal do Comércio
- David Coimbra – Zero Hora
- Moises Mendes – Zero Hora
- Rosane de Oliveira – Zero Hora
- Taline Oppitz – Correio do Povo

COMENTARISTA DE TELEVISÃO DO ANO
- André Machado – Band TV
- Chico Garcia – Band TV
- Fabiano Baldasso – Band TV
- Mauricio Saraiva – RBS TV
- Tulio Milman – RBS TV

COMENTARISTA DE RÁDIO DO ANO – Troféu Ruy Carlos Ostermann
- Adroaldo Guerra Filho – Rádio Gaúcha
- Carlos Guimarães – Rádio Guaíba
- Gustavo Fogaça – Rádio Grenal
- Luiz Carlos Reche - Rádio Band
- Nando Gross – Rádio Guaíba

APRESENTADOR DE TELEVISÃO DO ANO – Troféu SICREDI
- Andre Haar – TV Record
- Claudio Andrade  - TV Pampa
- Elói Zorzetto – RBS TV
- Leo Saballa Junior – RBS TV/TV Com
- Lucia Mattos – Band TV

APRESENTADOR DE RÁDIO DO ANO
- Diego Casagrande – Rádio Band/BandNews
- Felipe Vieira – Rádio Guaíba
- Ricardo Vidarte – Rádio Grenal
- Rogerio Mendelski – Rádio Guaíba
- Thiago Suman – Rádio Grenal

JORNALISTA DE WEB DO ANO
- Débora Fogliatto – www.sul21.com.br
- Gilnei Lima – www.gilneilima.com
- Giovanni Caprio – www.agenciapasse.com.br
- Jairo Kuba – www.galeradaweb.com
- Ricardo Wortmann - cornetadorw.blogspot.com.br

REPÓRTER FOTOGRÁFICO DO ANO
- João Mattos – Jornal do Comércio
- Itamar Aguiar – Agencia Freelancer
- Lucas Uebel – O Sul
- Ricardo Giusti - Correio do Povo
- Ronaldo Bernardi – Zero Hora

REPÓRTER CINEMATOGRÁFICO DO ANO
- Camila Cardoso - Freelancer
- Fabiano Moreira Vitório – TV Pampa
- Gerson Paz – TV Record
- Jorge Garcia Alves Junior – Band TV
- Tiarles Martins – Band TV

LOCUTOR/APRESENTADOR DE NOTÍCIAS – Troféu Milton Jung
- Andre Haar – TV Record
- Eduardo Paganela – Rádio Guaíba
- Fernando Zanuzo – Rádio Gaúcha
- Sergio Stock – Band TV
- Sinara Félix – Rádio Guaíba

JORNALISTA DESTAQUE DO INTERIOR – Troféu SICREDI
- André Prestes – Radio Gazeta/Santa Cruz
- Daniele Freitas – Rádio Diário AM/Passo Fundo
- Leandro Schabbach  –  Rádio Independente/Lajeado
- Pedro Garcia – Gazeta do Sul/Santa Cruz do Sul
- Zé Renato Oliveira – Rádio ABC 900/Novo Hamburgo

MELHOR PROGRAMA DE RÁDIO DO ANO
- Agora – Rádio Guaíba
- Café com Futebol – Rádio Grenal
- Jornal Gente – Band AM
- Rádio Livre – Band AM
- Super Sábado – Rádio Gaúcha

MELHOR PROGRAMA DE TELEVISÃO DO ANO
- Atualidades Pampa – TV Pampa
- Bom Dia Rio Grande – RBS TV
- SBT Rio Grande – SBT
- Jornal do Almoço – RBS TV
- Rio Grande no Ar – TV Record

JORNALISTA DO ANO (Grand Prix) – Troféu SINDUSCON-RS
- Antonio Carlos Macedo – Rádio Gaúcha
- Carlos Guimarães – Rádio Guaíba
- Danilo Ucha – Jornal do Comércio
- Diego Casagrande – Rádio Band
- Felipe Vieira – Rádio Guaíba


--


OI NO ROCK


No primeiro fim de semana do Rock in Rio, a Oi registrou 3 milhões de acessos em sua rede. O número corresponde ao total de vezes em que os usuários se conectaram à rede da companhia durante os três primeiros dias de festival. Os acessos geraram um volume de dados trafegado de 3,71 TeraBytes nas redes móvel e wifi da Oi, o que equivale ao download ou upload de 1,3 milhão de fotos em alta resolução ou mais de 4 milhões de fotos em resolução normal. O tráfego de dados no primeiro final de semana do festival já supera o volume total trafegado na rede da Oi nos sete dias de evento na edição de 2013, que foi de 2,98 TeraBytes.
-
Patrocinadora oficial do Rock in Rio, a Oi reforçou a cobertura das redes móveis 2G, 3G e 4G com a instalação de antenas e equipamentos extras em oito diferentes pontos da Cidade do Rock. A capacidade instalada para o atendimento 3G é o dobro da disponibilizada na edição de 2013. A Oi também fornece internet com e sem fio e serviço de suporte ao usuário na sala de imprensa do evento.
A companhia instalou quatro orelhões temáticos na Cidade do Rock, com design inspirado em Jimi Hendrix, Slash, Katy Perry e no visual punk rock. As ligações feitas a partir dos orelhões são gratuitas, com até 60 minutos de duração para telefones fixos da Oi de qualquer cidade do Brasil e de até 10 minutos para móvel da Oi.
-
A empresa disponibilizou ainda internet wi-fi para clientes de todas as operadoras no festival, em trechos da Rock Street, na área VIP do evento e nos espaços da Oi dentro da Cidade do Rock. Os clientes Oi devem consultar a elegibilidade ao serviço pelo site (www.oi.com.br/oiwifi). Já os de outras operadoras podem se conectar usando senhas distribuídas em três locais sinalizados por totens.
Outra facilidade oferecida pela operadora que fez sucesso com o público foram os carregadores ambulantes de celular. Caracterizados como estrelas de rock, eles circulavam pela Cidade do Rock levando cases de guitarra com carregadores de celular embutidos. O público aproveitava para fazer a recarga da bateria e ainda tirava fotos e selfies com os sósias de Hendrix, Slash e Lady Gaga, entre outros ícones da música. A ação faz parte do conceito de comunicação da empresa "Oi, porque seu mundo não para".

--


PIADINHA





5 comentários:

  1. RÁDIO SÉCULO 21: Realmente, tá muito difícil ouvir rádio. O que eu mais faço é ficar trocando de estação de cinco em cinco minutos, procurando em vão algo pra ouvir, seja música, seja notícia.
    Mas vejam essa de hoje da gloriosa Itapema, sensacional!!!
    O apresentador (da manhã) todo pomposo: "E agora as dicas de cultura da fulana!" A fulana entra falando, dá bom dia, tudo indicando que era ao vivo. Mas aí ela começa: " a grande pedida de hoje é o show do QUEEN no Gigantinho, bláblábla, ainda tem ingressos, bláblábla." Colocaram o áudio ERRADO! Eu, ingenuamente, pensei, agora vão cortar e tal. Nada, foi até o final ("Essas são as dicas pra segunda-feira, eu volto meio dia, bláblábla"). Então eu, ingenuamente de novo, pensei, agora o apresentador vai dizer: "Opa, desculpem, entrou o áudio de ontem, falha nossa..." NADA! Ainda deu tchau pra gravação de ontem... Hahaha. Será que ele não percebeu? Será que ele achou que NINGUÉM ia perceber? Será que a vergonha foi tão grande que ele ficou sem ação?
    Alguém mais ouviu ou eu estou louco? hahaha
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Alexandre, ouvi também, as rádios estão assim mesmo. Ah! que saudade da boa e velha Ipanema 94,9 FM do passado, até os erros deles eram engraçados, pois comentavam quando "chupavam bala" no ar.

      Abraços, Sergio

      Excluir
    2. Verdade Sergio! Nos últimos tempos eu mais resmungava / reclamava da Ipanema. Mas tendo em vista o que sobrou no ar... O pior da Ipanema ainda é melhor que o melhor dessas aí...
      Abraço

      Excluir
  2. Bluehost is ultimately the best web-hosting provider for any hosting plans you might require.

    ResponderExcluir
  3. Order a professional Sparkling White Smiles Custom Teeth Whitening System online and get BIG DISCOUNTS!
    * Up to 10 shades whiter in days!
    * Results Guaranteed.
    * Better than your dentist.
    * Same strength as dentists use.

    ResponderExcluir