Terça, 3 de maio de 2022

 

SOU QUEM SOU.
TUA APROVAÇÃO NÃO É NECESSÁRIA.

...

ANDO DEVAGAR
PORQUE JÁ TIVE PRESSA
(ainda mais agora, cheio de pepinos!!)






Escreva apenas para


COMENTÁRIOS: Todos podem fazer críticas, a mim, a qualquer pessoa ou instituição. Desde que eu tenha alguma informação do crítico - nome, telefone, cpf - ou seja, dados. Claro que existem pessoas que conheço e que não necessito dessas informações. MAS NÃO PUBLICO CRÍTICAS FEROZES. 
E não esqueça: mesmo os "comentaristas anônimos" podem ser identificados pelo IP sempre que assim for necessário. Cada um é responsável pelo que escreve.




A HISTÓRIA ESQUECIDA


Do Sérgio Cunha;   

Que país do mundo opta por destruir os casarões históricos de seu primeiro Aldeamento em sua capital federal?
Esse foi o caso do Brasil. No Rio de Janeiro, então capital federal, afinal, foi destruído o Morro do Castelo, um dos seus primeiros centros urbanos do país.
O morro foi um dos pontos de fundação da cidade no século XVI e abrigou marcos históricos de grande importância, como fortalezas coloniais e os edifícios dos jesuítas.
Em 1922 o prefeito Carlos Sampaio resolveu apagar da história o Morro do Castelo, com a desculpa de ser um espaço insalubre e pobre, repleto de velhos casarões e cortiços, no centro da cidade e necessário para a montagem da Exposição Internacional do Centenário da Independência.
Naquela época, a ideia de progresso estava muito ligada a destruição daquilo que remetia ao passado. E assim foi feito. Em 1922 o Morro foi posto abaixo.
Suas terras foram usadas para aterrar parte da Urca, da Lagoa Rodrigo de Freitas, do Jardim Botânico e outras áreas baixas ao redor da Baía da Guanabara. Apenas uma pequena parte da ladeira da Misericórdia que dava acesso ao Morro ainda permanece de pé. Ela fica lado da Igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso. A pequena ladeira apesar de terminar abruptamente, ainda apresenta o seu calçamento original, todo feito em pé de moleque.
... Sérgio, eu era muito pequeno e sempre quando estava com meus pais no Centro do Rio ouvia sempre uma lamentação sobre o Morro do Castelo. Eu não entendia, porque não tinha morro e eles falavam do Morro.





XXXXXXXXXXXXXXXXXXX


CONFERE AÍ SE O TEU
TÍTULO DE ELEITOR ESTÁ OK

Coloca o CPF e o resultado sai rapidinho:

https://www.tse.jus.br/eleitor/titulo-e-local-de-votacao/copy_of_consulta-por-nome

-

PERGUNTO: O DEPUTADO FEDERAL , CONDENADO A OITO ANOS DE PRISÃO PELOS URUBUS, É MAIS PERIGOSO DO QUE ISSO?


-

3 DE MAIO DE 1971 - A lembrança foi do Marco Ferri e o texto é do Jonathas Costa, de 15 de agosto de 2020 no Correio do Povo.

"Há 51 anos Porto Alegre tremeu com a explosão da Fábrica de Fogos Fulgor", escreveu o Marco.


Do Correio do Povo:

(...) em 3 de maio de 1971, Porto Alegre parou. Nos relatos registrados em dezenas de páginas dos veículos do Grupo Caldas Júnior – Correio do Povo, Folha da Manhã e Folha da Tarde –, detalhes de uma catástrofe de dimensões até então não vivenciada pelos pouco mais de 900 mil moradores da Capital à época. 

(...) Eram 15h34min daquela segunda-feira. O céu estava limpo durante a tarde ensolarada, mas fazia frio. Um avião turboélice passava rasante sobre o bairro Navegantes, na Zona Norte da cidade, fazendo a aproximação para pousar no Aeroporto Salgado Filho. O fato comum não despertou a atenção especial de nenhum morador. Todos estavam acostumados com o voo baixo de aviões na região. A aeronave sobrevoava as proximidades da Ponte do Guaíba quando um barulho de explosão se ouviu no bairro. Mais alguns segundos e uma segunda explosão, desta vez muito mais forte. O estrondo ecoou por toda a cidade. Nos instantes que se seguiram, uma nuvem em formato de cogumelo se formou no céu da capital gaúcha precedendo uma forte onda de ar que, em segundos, destruiu janelas e causou estragos em um raio de até dois quilômetros de distância. Logo após a densa nuvem de poeira se dissipar, o que se viu foi um cenário de guerra. E a certeza de que a tragédia em nada tinha relação com o turboélice, que pousara em segurança no Salgado Filho. 



Link da matérisa, excelente: https://www.correiodopovo.com.br/especial/o-dia-que-sacudiu-porto-alegre-1.465527?fbclid=IwAR377A-TYQ6Jl-zNJeYXmO7OdyAbJMB7-Zk3N2ttzIc6f_R25WsLA8kn9DE


TRISTES VERDADES - Do poeta Luiz Coronel:

Salário mínimo, o preço de uma obturação de dentes, para que possas sorrir para um Brasil injusto.
O preço de um pernoite em um hotel de luxo, para que possas dormir alheio às injustiças do mundo.
O preço de uma requintada refeição , para que possas passar sobre a boca, que silencia ante as desigualdades afrontosas que nos cercam!

-


DOIS ANOS BRILHANDO - Felipe Vieira completou dois anos no Jornalismo da Band nacional. "Agradeço aos assinantes, ouvintes e telespectadores da Band News TV, Band News FM Porto Alegre e Band TV", comemora o apresentador.

-

QUER SABER? - Não intindi o que é essa South Summit. Nem tente me explicar. Só intindi que é tapada de patrocinadores.

-


O CRAQUE O SÉCULO 21 - Li e escutei várias vezes odes a um jogador do Grêmio, Jean Pyerre. Aí no ano passado assistia aos jogos do Grêmio para ver o craque. Não falei nada, para não contrariar, mas o cara só dava passes curtos e se locomovia em marcha lenta. Nada. Será que eu estava errado, porque só faltava ser convocado para a Seleção do Tite.
Concluí que o cara era muito bola cheia para ficar jogando no Grêmio, por isso não entendia a sua forma de craque. Tinha que estar na Europa.
Pois bem, o craque  joga hoje no Avaí.
TÓING!!!! 

-

RECEITA PARA TERMINAR COM OS CARANGUEJOS DE PORTO ALEGRE  - Do Ignácio Mahfuz:

Antes de enfiá-los na cesta, duas providências de suma importância:
CAPAR - para não se reproduzirem.
QUEBRAR AS PATAS - para não irem muito longe.

-

SERÁ QUE ESTA FOTO PRECISA DE LEGENDA?
ENTENDERAM OU VOU TER QUE EXPLICAR?


-

CHAMA O HOMI!


-

PENSANDO BEM

“Todas as sentenças do juiz Sergio Moro foram confirmadas pelos desembargadores do TRF 4 e pelos ministros do STJ. E apenas Moro foi parcial? O STF e os ex condenados brincam com a inteligência dos brasileiros!”

Dalcira de Oliveira, jornalista

-

É ISSO?

-

PROVOCAÇÃO LEGAL


-

BAITA FOTO! -  O Sérgio Cunha iria publicar esta foto no Facebook, mas ficou com a dúvida: "Publico ou não publico?". E concluiu: "Agora entendi o que é autocensura".
No Facebook ele ia ganhar um gancho.
Aqui o negócio não é idiota como o Facebook:


-

PIADINHA


18 comentários:

  1. A nota do "Piadinha" de hoje - o astronauta Louis Armstrong - é apenas uma triste revelação do new journalism de hoje. O redator é apenas um analfabeto funcional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos os dias vemos algo parecido na mídia.

      Excluir
    2. Carol, de Estocolmo4 de maio de 2022 02:04

      Pé nos fundilhos do diretor de redação, já !!

      Excluir
  2. Está divertido ver a pauta anti Lula aqui, virou panfletagem descarada. Imagina se ele chega a se eleger, aí sim que não perderei um dia o Blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina mesmo! Tem que ter muita imaginação...

      Excluir
    2. Tem alguns que se incomodam com postagens contra ladrões. Síndrome de Estocolmo?

      Excluir
    3. Não. Tem que torcer para que o teu mito não tente dar um golpe, que toda hora ele insinua.

      Excluir
    4. Golpe quem dá é o sujeito que rouba dos pobres para dar para os ricos, tipo Oderbrecht, por ex. Uma espécie de Robin Hood ao inverso. Aliás, vc fala em golpe, mas ele também adora ditadores corruptos. Gosta tanto que costuma fazer doações a eles. Com dinheiro público, é claro!!!!

      Excluir
    5. Não se cansam de usar a narrativa de golpe.
      "É gópi! É gópi!"
      Ninguém mais cai nessa conversa fiada.

      Excluir
  3. A propósito desta senhora que teve o filho morto por um bandido canalha e que logo estará solto, eu não posso de esquecer que tem uma deputada gaúcha que a anos atrás defendeu um outro bandido que matou covardemente um casal de adolescentes.

    ResponderExcluir
  4. Band...cada vez mais China.

    ResponderExcluir
  5. O preço de um demagogo querendo sinalizar virtudes que não tem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo. Ele não passa de um bêbado e ladrão.

      Excluir
    2. Eu me referia a um outro senhor que gosta de falar em "preços" (veja a coluna completa e entenderás).
      Mas, sem dúvida, a frase também cabe ao famoso bêbado e ladrão.

      Excluir
  6. A legislação brasileira vigente foi todinha feita para proteger marginais de todas as categorias.
    Confesso que me constrange o silêncio do TRF 4 em relação ao acontecido, nem um pio a respeito.

    ResponderExcluir