Segunda, 6 de janeiro de 2019




Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu
...
ANDO DEVAGAR
PORQUE JÁ TIVE PRESSA





Escreva apenas para



NÃO É MATÉRIA PAGA
ACREDITO QUE TODOS DEVERIAM GUARDAR ESSE VÍDEO.
É DA RBS, E DAÍ? É MARAVILHOSO, UM EXEMPLO.
FORA ISSO, O ARRANJO DA MÚSICA É LINDÍSSIMO.
OS PERSONAGENS SÃO EMOCIONANTES.
VEJA E GUARDE:








EM 2020, BEM QUE PODERIAM
DAR UM JEITO NESSA BAGAÇA




No último dia 29 publiquei um post, no Facebook: "Esperando 2020 - Quem me conhece sabe". Fiz isso para contrastar com um post, com o mesmo título, só que tri de ixquerda. Com coisas tipo assim, "bandido bom é bandido ressocializado". Não sou cínico a ponto de concordar com esse tipo de bobagem. O índice de ressocialização é ínfimo - só sociólogos de escritório acreditam que todo bandido pode ser normal, novamente.
Claro que os demagogos, humanistas de araque, acham que a Greta Gaudéria (ex-Maria do Rosário) está certíssima. Tudo bem, ótimo pra eles. Eu não acredito nem nas vírgulas que essa gente usa. Sinceramente? Acredito no que está aí abaixo. Reconheço que estou menos radical, mas, mesmo assim, são preceitos razoáveis para começar a mudar o que o petismo fez por 15 anos.


1 - Sou rigorosamente contra o ensino público. Os pais têm que ser responsáveis pelos filhos. SÓ têm filhos quem pode sustenta-los. Como depender apenas do Estado para criar os filhos? Por que o Estado tem que criar as crianças?
2 - Bandido que rouba dinheiro de hospitais, merenda, saneamento público, enfim, dinheiro público tem que ser enquadrado nos crimes hediondos. Não tem que matar, mas estes criminosos têm que sofrer muitos castigos. Nada de matar esse tipo de bandido - morrer é lucro.
3 - Criar um tribunal extraordinário para julgar governadores e prefeitos. Por exemplo: o cara não consegue nem pagar salários? É cassado e não pode mais concorrer nesta encarnação.
4 - Tribunal especial para deputados e vereadores: não fez nada? Cassado pro resto da vida. Julgamento sumário!
5 - Cassaria a concessão da Globo. E nomearia uma junta diretiva para tocar a programação.
6 - Extinguiria o bolsa-família. Bem como o programa do PT preconiza - nada de assistencialismos.
7 - Universidades federais seriam privatizadas. Por que o Estado bancar o ensino superior?
8 - As cadeias tinham que ser obrigatoriamente depósitos de gente. Completamente desumanas para a bandidagem pensar várias vezes antes de cometer um crime.
9 - Quem defende bandido, bandido é. QUEM QUER BANDIDO LIVRE TEM QUE ENCARAR UMA CANA.
10 - As policias deveriam ter a opção de descer o caceta naqueles seres/caranguejos que são contra qualquer benefício numa cidade. Bloqueou avenidas e estradas? Cacete neles, direto!!


-


INACREDITÁVEL!!
INCÊNDIO PARA SALVAR A MACONHA! - Do G1 - France Press:

Um australiano foi acusado de ter iniciado de forma deliberada os incêndios que devastam a costa leste do país com o objetivo de proteger sua plantação de maconha.
Quatro pessoas morreram e 300 casas foram destruídas pelas chamas, que devastaram mais de um milhão de hectares nos últimos dias.
A polícia informou que o homem de 51 anos foi acusado de iniciar de maneira intencional os incêndios ao atear fogo em um ponto da cidade de Ebor, em Nova Gales do Sul, em uma tentativa de proteger sua plantação de maconha.
Tudo começou com uma tentativa de queimada - uma prática utilizada pelos bombeiros para limpar a vegetação rasteira que alimenta os incêndios -, mas as chamas se propagaram rapidamente.
De acordo com a polícia, o homem não fez nada para tentar apagar o fogo.
O incêndio de Ebor afeta uma superfície de 10.000 hectares e continua fora de controle.
As autoridades acreditam que incendiários estão por trás de outros focos de chamas tanto em Nova Gales do Sul como na vizinha Queensland. O governo pediu ajuda da população para encontrar os culpados.
Neste domingo, os dois estados registravam 130 incêndios ativos, agravados pela seca que afeta o país.


-


ISSO É GENIAL!!  - Do André Arnt:

AOS MEUS AMIGOS DE ESQUERDA
Por favor, aceitem (sem imposição ou obrigação implícita, nem explícita) meus votos de uma ambientalmente correta, socialmente responsável, não-estressante, não-viciante e não-ostensiva celebração do solstício de verão ou inverno (conforme o local onde você esteja, sem preconceito de nacionalidade), e que seja neutro em relação ao gênero, etnia, ou opção sexual.
Que esta celebração esteja de acordo com as práticas religiosas ou laicas da sua preferência, com respeito pelas práticas dos outros ou pelo desejo dos outros de nada praticar. Desejo também que você tenha um ano de 2020 (conforme o calendário mais aceito no Ocidente, mas sem preconceito e com respeito pelo calendário de outras culturas) muito participativo, com cidadania e diversidade.
O fato de não haver uma versão em braille ou em audio é de minha responsabilidade devido à limitação técnica e não por preconceito com deficientes visuais ou analfabetos.
Nenhum animal foi ferido na elaboração deste texto.
...
AOS MEUS AMIGOS DE DIREITA:
Feliz Natal e Próspero Ano Novo!


-



ALIANÇA PELO BRASIL - Quem conta é o deputado federal Bibo Nunes:

- Até abril teremos entregue 492 mil fichas de filiação e com isto poderemos disputar as eleições deste ano para prefeito e vereador.




-


BANQUEIRO MANDA E DESMANDA - Agora, quem tem cheque especial e não usa vai pagar uma taxa. Repito: quem não usa o cheque especial vai pagar uma taxa!!!


-


VAI PARA OS EUA - A competente repórter Joana Colussi sai do Zero Hora para fazer doutorado na Universidade de Illinois.


-


CLAUDIO MORETTO EM RECUPERAÇÃO TOTAL- Aí está ele com a Lúcia Helena no jardim do Hospital São Francisco. Mas ainda não há data para a saída.





-


NO JORNAL DO ALMOÇO - No sábado passado, o JA foi apresentado pelo Josmar Leite. Acredito que pela primeira vez um jornalista apresenta a atração (jornalista homem). O Josmar é muito bom. Faz como poucos.
No Facebook me informam que outros já ocuparam o posto. Tudo bem, o Josmar é o primeiro neste século.  
...
Aí entra um repórter, da beira da praia, vestido de preto, dizendo que estava com vontade de colocar um casaquinho, "por causa do frio".
Vou te contar.


-


MANIAS TELEVISIVAS - Essa história de Litoral Norte, Litoral Sul, Fronteira Oeste... Não é mais fácil dizer a cidade ou balneário?


-


COMEÇARAM BEM



-


E TEM GENTE QUE DEFENDE O STF



-


POR FALAR EM CARA-DE-PAU - Aí está um dos líderes da ixquerda brasileira - Psol - , Marcelo Freixo, com amigos conhecidos, passando um final de ano burguês na Europa (Portugal).




-



ISSO É UM ESCÂNDALO!!

Prefeitura de Porto Alegre anunciando no Rio e São Paulo? Isso o "governo" Olívio Dutra fez muito - só que veiculava apenas em veículos "nacionais" de ixquerda.




-


GRANA A VONTADE

(clica em cima que amplia)


-


PARA TIRAR "DÚVIDAS"

(clica em cima que amplia)

-


SECRETÁRIO DA COMUNICAÇÃO EXPLICA:
Vamos aos fatos:
1) A publicação do Dopa é o fim de uma novela que se arrastou por três anos — a contratação de agências de publicidade. O valor é o que estava na previsão orçamentária feita no início da licitação, ainda no ano passado. Não quer dizer que será toda executada. Esta é a única administração do país — entre estados e capitais — que não tinha agência de publicidade contratada. Talvez por isso muitos dos avanços de Porto Alegre ainda não sejam percebidos na sua totalidade pela população. 
2) A média de publicidade do governo anterior foi de R$ 19,5 milhões por ano – R$ 79,7 milhões (em valores atualizados pelo IPCA) em quatro anos! =
3) Este governo investiu apenas R$ 18,4 milhões em dois anos e meio. Vamos fechar os TRÊS ANOS com um total de R$ 38 milhões.
✔Ou seja: o governo Marchezan investirá 51,5% A MENOS (A METADE) em publicidade institucional do que o governo anterior.‼
3) Nas duas primeiras campanhas do governo com agências (Morya e Escala), uma é sobre o pagamento antecipado do IPTU, algo que todas as prefeituras fazem rmmdesembro. A outra, institucional, estamos tão somente mostrando o que foi feito nesses três anos — e depois de ter feito! Não estamos vendendo ilusão, e sim relatando fatos. Há muito a mostrar, mas, mesmo assim, estamos usando apenas a metade da publicidade do governo anterior! 
4) Em governos anteriores, TODOS, o gasto sempre foi maior!
5) Na época do PT (16 anos), era uma farra. Valores sempre altíssimos e sem agência licitada. O gestor da hora escolhia a agência que queria trabalhar, sem qualquer concorrência pública.
6) Dar publicidade é um dever constitucional. Se tivéssemos agência antes (como todos os governos federais, estaduais e municipais), a publicidade não chamaria tanta atenção e talvez as reformas que mudaram o futuro da cidade tivessem sido aprovadas com mais facilidade. Mesmo assim, fizemos as reformas, somos exemplo para o Brasil e agora estamos apenas divulgando o que fizemos — e ainda assim com o menor gasto em publicidade das últimas décadas.
7) Parte da mídia se especializou em notícias ruins e críticas rasas. E acha que notícia boa não vende jornal e não dá audiência. No entanto, as pessoas precisam saber das coisas boas da sua cidade. É um direito delas. Especialmente quando elas mudam o seu futuro — como muitas das coisas que fizemos na Prefeitura de Porto Alegre.
Orestes de Andrade Jr.


-



E ESSA, PREFEITO DE PORTO ALEGRE?

Uma decisão liminar do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJ-RS) desta quinta-feira (2) determinou à prefeitura de Porto Alegre que "se abstenha de efetuar qualquer publicidade que não seja de cunho educativo". Ficam excluídas da decisão, por exemplo, as propagandas veiculadas sobre a mudança no cálculo do IPTU.
A liminar é resposta à ação civil pública movida por dois diretores do Sindicicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa), Luciane Pereira da Silva e Edson Zomar de Oliveira. Ela questionava o contrato de R$ 34,9 milhões firmado entre a prefeitura e a agência de publicidade Morya Sul "com o objetivo de planejamento, criação, produção, distribuição, veiculação, controle e acompanhamento de campanhas publicitárias, para a divulgação de atos, programas, obras, serviços e campanhas de interesse público do município de Porto Alegre".
No texto do despacho, são citadas "algumas publicidades de cunho eleitoral, a exemplo das publicações feitas nos jornais Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo". Conforme a Justiça, "além de não trazer qualquer informação educativa, mas mera promoção de gestão, a publicação foi feita em periódicos fora do nosso Estado, que não traz nenhum benefício à população do RS".
A ação popular pedia a suspensão da veiculação das peças de publicidade do Município até que o governo quitasse as gratificações natalinas dos servidores públicos municipais. A Justiça não acatou a segunda parte do pedido, sobre a quitação das gratificações, justificando que o seu objetivo é "inibir o que extrapola os limites da legalidade e os princípio constitucionais da razoabilidade e proporcionalidade".
A liminar determina ainda que o município suspenda o contrato firmado com a agência de publicidade para "readequá-lo à realidade financeira do Estado" observando uma recomendação conjunta do Ministério Público do Estado e Ministério Público de Contas de 3 de fevereiro de 2017, que listava recomendações ao Executivo enquanto perdurasse a crise financeira do Estado, entre elas a de se abster "de efetuar quaisquer despesas com publicidade institucional".
Procurada, a prefeitura de Porto Alegre declarou que não iria se manifestar sobre a liminar da Justiça e que as campanhas já deixaram de ser veiculadas, mas argumenta ter sido a administração que menos gastou em publicidade nos primeiros três anos de governo desde 2002. Segundo a prefeitura, a atual gestão gastou R$ 38,4 milhões frente a R$ 68,8 milhões do governo passado e R$ 81,6 milhões do governo retrasado neste período. O município vai recorrer da decisão.


-



SÓ PODE SER COISA DE DOENTE, NÃO? - Recebi isso e a pessoa que mandou não identificou o "autor" da pérola. Em mais de 40 anos trabalhando na área jamais vi algo parecido:


-


PLURALIDADE NO ZH? - Escreve o jornalista Marco Antônio Schuster:

Poucas vezes a imprensa é tão transparente como nessa página dupla (22 e 23) da edição de ZH neste final de semana (28 e 29/12/2019). Num balanço sobre as páginas de opinião, o jornal conclui que houve equilíbrio e ponderação nos textos. Nada de gritarias das redes sociais, assegura o título. Seguem-se números para comprovar a ideia. A estatística específica dos editoriais aponta um equilíbrio entre elogios (51%) e críticas (49%). Tudo parece bem feito e certo. Mas a verdade está nos detalhes:  todos os exemplos de elogios foram a iniciativas dos governos municipal, estadual e federal. Uma crítica negativa foi ao governo da Venezuela, outra ao ex-presidente Lula. A citação ao presidente Bolsonaro não é negativa nem elogiosa, mas uma constatação de que ele estaria polarizando o debate e desmontando sua promessa de que iria governar para todos. Talvez, se alguém se dedicar a pesquisar todos os editoriais do ano, vá encontrar um elogio a políticos social-democratas ou mais a esquerda, mas a seleção feita pelo próprio jornal evidencia quais ele acredita serem os mais relevantes.
Dessa maneira, e isso é uma sinceridade, o jornal mostra com exemplos sua opinião dentro da ideologia. Embora diga-se equilibrada dentro da radicalização ZH aponta claramente sua preferência pela a política econômica dos governos atuais, sua contrariedade com os opositores a ela, e silencia (é o que indica a amostra de editoriais) sobre as posturas culturais e políticas desses governos.
Acho questionável dizer que é espaço para pluralidade, seria melhor dizer “variações dentro da ideia básica”, mas eventualmente alguém fora desta linha geral escreve ali, portanto, aceite-se.
Enfim, o texto fala em pluralidade, debate e equilíbrio, mas não utiliza expressões clássicas do jornalismo como imparcialidade, neutralidade ou objetividade. Isso também foi sincero.


-


FINANCIAL TIME ELOGIA MORO

Bandidagem brasileira não gostou...




-



NESTE FINAL DE ANO,
O PARAÍSO TAMBÉM ESTAVA ASSIM



...

E CONTINUA CHEGANDO GENTE NO PARAÍSO!
OLHA O CRUZEIRO DE LUXO!!




-


COISA DE AMADOR - O cara que decide a "programação" da Rede Pampa não tem a menor noção. O sujeito prefere repetir programas da Rede TV!, inúmeras vezes, do que colocar o que está rodando em todo Brasil.
Dá a impressão de que eles não fazem questão que as pessoas sintonizem a Pampa.
Para terem uma noção, o jornal da Rede TV! é excelente. Só que eles desprezam.



-


PEÇA LÚCIA DELÍCIAS
tudo que é bom: doces, salgados, bolos e tortas





-


NÃO TEM JEITO - As propagandas do Detran-RS são de chorar.
A última fala em EMPATIA NO TRÂNSITO.
...
O genial publicitário partiu do princípio de que toda gauchada sabe o que é "empatia".


Essa definição de "empatia" também é muito boa:
Empatia significa a capacidade psicológica para sentir o que sentiria uma outra pessoa caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela. Consiste em tentar compreender sentimentos e emoções, procurando experimentar de forma objetiva e racional o que sente outro indivíduo.


-


É PIADINHA OU NÃO É PIADINHA?




-



NÃO É PIADINHA


ISSO SUPEROU QUALQUER CARA-DE-PAU! -Foi um ano de vitória”, diz José Dirceu a apoiadores.

Em mensagem a apoiadores, José Dirceu disse que 2019 “foi um ano de vitória”. Em 2019, José Dirceu, o chefe do mensalão, foi preso pela Lava Jato e solto graças ao STF.
“Foi um ano de vitória. Lula livre. Nós passamos, acredito eu, pelo pior. Sou otimista com relação ao nosso futuro. Vamos retomar o fio da história. Vamos construir um Brasil justo, livre e soberano. Um Brasil que cuida da sua terra e do seu povo (…) não é este país de [Jair] Bolsonaro, [Sergio] Moro e [Paulo] Guedes, é o Brasil de Lula, o Brasil daqueles que tombaram lutando pela liberdade, pela democracia mas também pelo socialismo".
O reino dos hipócritas não fecha suas portas jamais.


-


PIADINHA

Tchurma do Lula rouba até numa pelada!!




-


VERÃO




Um comentário:

  1. Creio que não fecham as contas do Orestes de Andrade pois se no governo anterior arredondando gastavam 20 milhões por ano em 3 anos seriam 60 milhões e no atual governo gastou nós mesmos 3 anos 38 milhões isto e quase 65% a menos e não 51% como ele explicitou. Talvez queira dizer que gastará 38 milhões em 4 anos se e isto desculpe mas a resenha está mal redigida.

    José Manoel Martin Vega Garcia

    ResponderExcluir