quarta, 14 de julho de 2021

 

SOU QUEM SOU.
TUA APROVAÇÃO NÃO É NECESSÁRIA.
...

ANDO DEVAGAR
PORQUE JÁ TIVE PRESSA






Escreva apenas para


COMENTÁRIOS: Todos podem fazer críticas, a mim, a qualquer pessoa ou instituição. Desde que eu tenha alguma informação do crítico - nome, telefone, cpf - ou seja, dados. Claro que existem pessoas que conheço e que não necessito dessas informações. MAS NÃO PUBLICO CRÍTICAS FEROZES. 
E não esqueça: mesmo os "comentaristas anônimos" podem ser identificados pelo IP sempre que assim for necessário. Cada um é responsável pelo que escreve.



CONVITE

Para todos os que tem espaço no Facebook ou não.
Confiram a página Histórias do Prévidi.
Vai ter de tudo, menos debates inúteis, estéricos e radicais.
Portanto, sem política e futebol.
Para pessoas normais, que estão de saco cheio de briguinhas.
HISTÓRIAS DO PRÉVIDI - no Facebook.





CUBA

Texto de Paulo Cursino.



Zoe Martinez é cubana, assim como Yoani Sanchez, e seus vídeos e relatos de amigos em Cuba neste momento são bastante preocupantes. Sigam as duas e mantenham-se realmente informados.

Claro que parte da imprensa e os formadores de opinião canhotos começaram a culpar os EUA – ué, o problema não era o Trump? Biden já caiu em desgraça também? Que piada... – e já começaram a defender a revolução que nunca termina. 

O governo cubano conclamou parte do povo a lutar contra as manifestações. Porque é assim que funciona em regimes comunistas: dividir para conquistar, não existe espaço para dissidência, debate, manifestação contrária, nada. Está delicioso ver artistas e humoristas de esquerda sendo obrigados a passarem pano para uma ditadura. Alguns estão quietinhos. Não que eu esperasse algo contrário. Coragem não é o forte dessa turma.

Nessas horas a gente vê quem realmente escreve com liberdade, quem respeita a democracia, e quem apenas faz mera propaganda ideológica para partido. Nem falo de petistas e psolistas porque não vale a pena, a canalhice ali é tão assumida e tão descarada que não é difícil que eles venham defender a ditadura cubana. 

Mais fácil ainda é ter artistinhas e youtubers manipuláveis de sempre achando lindo. Não entendem picas do que está acontecendo, NUNCA entendem nada de nada, mas vão sempre para o lado que a esquerda aponta. 

Falando sério, e de coração, desejo toda liberdade e toda sorte ao povo cubano que merece sair dessa arapuca, merece a liberdade. Não é fácil derrubar regimes ditatoriais de esquerda.

O pior inimigo é o que não tem limite moral nenhum. A luta está apenas começando. Mas como estamos vendo no Brasil, será eterna.



************************************************************


PROMOÇÃO DE FÉRIAS!

- LIVROS DO PRÉVIDI -

PACOTE 1

R$ 40,00


PACOTE 2

R$ 40,00


PACOTE 3

R$ 40,00

A T E N Ç Ã O!!
VENDA APENAS PELO CORREIO

Pode fazer um PIX Banrisul:
Chave   238 550 700 59

Ou um PIX Nubank:
Chave   jlprevidi@gmail.com 

(me avisa quando fizer a operação pelo jlprevidi@gmail.com, mandando o endereço completo)

OU
BANRISUL
AGÊNCIA 0834
CONTA CORRENTE 35.120973.0-2
JOSÉ LUIZ GULART PRÉVIDI
238 550 700 59


************************************************************



LUIZ MIRANDA TERMINA COM AS ESPECULAÇÕES - Não tem vídeo:


-


REFLEXÕES

Se a Justiça brasileira funcionasse, Omar Aziz não estaria dando voz de prisão. Estaria na cadeia. E só teria chances de presidir uma CPI se  fossem as iniciais da Confederação dos Pilantras Irrecuperáveis.
...

Pesquisas feitas em outubro de 2018 informam que, no Brasil do Datafolha, desde 2019 Fernando Haddad é o presidente da República e Dilma Rousseff é senadora por Minas Gerais.

Augusto Nunes, jornalista


-


PARA ONDE VAI BOLSONARO? - Do 
Flávio Bolsonaro:

Não temos tempo a perder. Estamos avaliando alternativas, como PP, PL e Republkicanos. Não seria o que querísmoa inicialmente, que era o presidente ter um partido para chamar de seu. Mas, por outrolado, tem a vantagem de já estar em um partido maior, com mais tempo de televisão e fundo partidário, pata disputar a eleição. A decisão está com o presidente - disse ele a O Globo, ressaltando que o Patriota ainda é uma opção.


-


AO INVÉS DISSO, DUDU MILK DEVERIA ESTAR PREOCUPADO COM A QUALIDADE DO ENSINO E A SITUAÇÃO DOS PRÉDIOS ESCOLARES


...

DUDU MILK VIROU DUDU TIK TOK!



-


CREMERS ESCLARECE - Recebi da Silvia Lago, coordenadora da Assessoria de Comunicação do Cremers:

"A respeito da sua publicação sobre Pedro Hallal, esclareço que, segundo a Resolução CFM 2221, a epidemiologia não é área de atuação nem especialidade médica. Trata-se de área/especialização que pode ter como formação acadêmica as mais diversas áreas do conhecimento. Não é uma exclusividade do médico."


-



LIBERTAD - É O GRITO NAS RUAS DE CUBA


Para entender os protestos (matéria de El País):

Cuba viveu no domingo as maiores manifestações das últimas décadas. Gritando “Abaixo a ditadura” e “Pátria e vida”, uma referência ao lema oficial do regime, “Pátria ou morte”, os cubanos saíram às ruas para protestar contra a mistura explosiva da carência de alimentos e da falta de vacinas contra a covid-19. A crise econômica que a ilha sofre há anos foi agravada pela pandemia que afetou gravemente o setor do turismo.

Estes são alguns dos aspectos essenciais que ajudam a entender como se desencadeou essa explosão, estimulada e ampliada em todo o mundo pelas redes sociais, um desafio para o presidente Miguel Díaz-Canel, herdeiro de Fidel e Raúl Castro, e o primeiro líder em 62 anos de regime que não vivenciou a revolução:

Onde surgem os protestos e o que os manifestantes estão pedindo?

Centenas de cubanos começaram a protestar no domingo nas cidades de San Antonio de los Baños, perto de Havana, e Palma Soriano, em Santiago, uma faísca que mais tarde se espalhou por todo o país. Em princípio, era um protesto contra os longos apagões de eletricidade e para pedir vacinação contra a covid-19. Logo depois, as demandas se transformaram em gritos por “liberdade” e exigências de mudanças políticas.

O protesto chegou ao Facebook e foi transmitido ao vivo, com slogans inusitados, como “Abaixo a ditadura” e “Não temos medo do comunismo”. Em vários pontos, como Cárdenas, a oeste da ilha, houve saques a lojas do Estado e ataques a carros da polícia.

O Governo reprimiu duramente os protestos e convocou os revolucionários a lutar contra as manifestações nas ruas, o que resultou em mais de uma centena de presos. Um fotógrafo espanhol da agência Associated Press (AP), Ramón Espinosa, foi atacado por agentes da ordem.

Como a covid-19 afeta Cuba?

Os protestos parecem ser o resultado do esgotamento causado pela longa crise econômica e sanitária, uma das piores da ilha desde o maleconazo de 1994, durante o chamado Período Especial, após a queda da URSS, quando centenas de cubanos saíram às ruas para protestar por causa da situação precária às vésperas da eclosão da crise dos balseiros. A ilha conseguiu manter o controle da pandemia em 2020 (contabilizou apenas 1.500 mortes) e liderou a criação de uma vacina própria (embora com uma distribuição precária), mas vem passando nas últimas semanas por um surto da doença que o coloca entre os mais perigosos da América Latina. No domingo, as autoridades informaram que havia 7.000 casos e 31 mortes, embora a oposição afirme que os dados reais são muito piores e que muitas áreas estão à beira de um colapso sanitário.

Uma economia estagnada.

Com o motor econômico, o turismo, totalmente em recessão, a incidência do coronavírus se soma à inflação, aos apagões e à escassez de alimentos e produtos básicos. Em 2020, a economia se contraiu 11%, o pior dado em três décadas. No início do ano, o Governo cubano propôs um novo pacote de medidas econômicas que aumentaram os salários e as aposentadorias, mas também os preços. Na ausência de divisas, foram criadas lojas em moeda livremente conversível —onde só é possível pagar com cartão de crédito— nas quais se vendem alimentos e eletrodomésticos, enquanto nas lojas de pesos cubanos há cada vez menos produtos. Desde o mês passado não estão sendo aceitos “temporariamente” dólares em dinheiro, principal moeda com que os cidadãos recebem suas remessas. Havana culpa pela situação o embargo dos Estados Unidos.


Qual foi a reação de Havana?

Seguindo a linha oficial castrista, o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, não hesitou em culpar Washington pelos protestos. Em transmissão ao vivo pela rádio e televisão cubana, Díaz-Canel, acompanhado por membros de seu Executivo e do Birô Político do Partido Comunista de Cuba (PCC, o único legal), afirmou nesta segunda-feira que seu Governo busca “enfrontar e superar “o embargo decretado pelos Estados Unidos, que se agravou durante a presidência de Donald Trump (2017-2021). Ele também afirmou que os distúrbios visam “fraturar a unidade do povo”. Por isso, acrescentou, os manifestantes “receberam o que mereciam”, aludindo à repressão aos protestos. No mesmo domingo, Díaz-Canel já anunciava que “provocações não serão permitidas” e pronunciou o famoso mantra de Fidel Castro: “A rua é dos revolucionários”. O atual presidente dos Estados Unidos, o democrata Joe Biden, expressou seu apoio ao povo cubano e a seu protesto pacífico.

De onde vem o lema “Pátria e vida”?

Arremedo do lema oficial castrista, o rap Pátria e vida se tornou a trilha sonora dos protestos. Obra dos rappers cubanos Maykel Osorbo e El Funky —que vivem na ilha— em conjunto com músicos exilados em Miami, como Gente de Zona, sua letra irreverente (“Não vamos mais gritar ‘Patria ou morte’, mas ‘Pátria e vida”) e um poderoso vídeo de lançamento em que se queima um desenho do herói cubano José Martí e um dólar (”Trocando Che Guevara e Martí pela moeda conversível, diz a canção), além de mostrar os dissidentes do Movimento San Isidro, teve maior repercussão mundial desde seu lançamento em fevereiro do que manifestos anteriores.

Cuba depois dos Castro.

É a primeira vez nos 62 anos de história do regime castrista que o Governo e a cúpula do PCC se alinham em torno de um civil e de uma nova geração de líderes que não lutaram em Sierra Maestra. Após a morte de Fidel Castro, em 2016, e a consequente aposentadoria de Raúl Castro do cargo de primeiro secretário do partido em 2021, Miguel Díaz-Canel, que já ocupava o cargo de presidente desde 2018 e será sucedido como chefe de Estado em 2028, tem a difícil tarefa de manter o poder nas mãos do partido em uma conjuntura crítica. Para isso, há dois homens-chave com trajetória empresarial: o primeiro-ministro Manuel Marrero, que esteve à frente do Turismo, e Luis Alberto López-Callejas, no comando do GAESA (o grupo empresarial do Exército).

Como tem sido a repercussão entre líderes da América Latina até agora?

A América Latina reagiu de forma desigual aos protestos. Enquanto o Executivo mexicano chefiado por Andrés Manuel López Obrador defendeu como solução prestar ajuda ao povo cubano com “remédios, alimentos e vacinas”, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro vincula a situação de Cuba à da Venezuela. “Eles nos enviaram médicos quando precisávamos, centenas de médicos que salvaram vidas”, disse Obrador, referindo-se à crise da covid-19. Já Bolsonaro associou a repressão ao comunismo. “Sabe o que eles tiveram ontem? Borrachada, pancada e prisão”, declarou. Crítico de Havana, o presidente colombiano Iván Duque não se manifestou —assim como seus homólogos do Chile, Sebastián Piñera, e da Argentina, Alberto Fernández. Do Ministério das Relações Exteriores argentino, limitaram-se a informar que estão “acompanhando atentamente a evolução dos acontecimentos”. O silêncio oficial inclui a vice-presidenta Cristina Fernández de Kirchner, que mantém uma relação estreita com o regime castrista.

-


MAIOR CRISE EM CUBA...
E OLHA A MATÉRIA DO G1



-


SERÁ QUE O LULA TÁ GAGÁ?


-


ISSO SEMPRE FOI GAGÁ



-


NÃO É PIADA, É O CHEFÃO DO PDT.
QUE FIM TRISTE DE UM NANICO!

Imagino as gargalhadas dos comandantes...



-


RÉPLICA E TRÉPLICA - Este é o programa do jornalista Gustavo Mota na TV Assembleia. Todasa as terças e quartas ao meio-dia. "É mais uma prova de que existe jornalismo em veículo público", afirma ele. O programa tem apenas 15 minutos, "porque um grande debate não precisa ser um longo debate".
Vale conferir. Está no ar há mais de 12 anos.


-


ELES NÃO TÊM O QUE FAZER

Instalada a Frente Parlamentar em Defesa dos Usuários de Rodovias Pedagiadas


-




X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X






XXXXXXXXXX


INTERVALO


Lapa, Rio, 1955



X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X


EU ATESTO:
SÃO IMPERDÍVEIS!!

OS ALFAJORES
DA ROCHELLE!!
E UMA PROMOÇÃO!!





Me chamo Rochelle Benites (foto), moro em Porto Alegre e estou na espera para transplante pulmonar, na Santa Casa. Aguardo dois pulmões. 

Não tenho condições físicas para trabalhar e encontrei nos deliciosos Alfajores de Gramado uma maneira de ajudar no sustento de minha família - sou a chefe do lar.

  
      PEÇA AGORA MESMO
Combinamos entrega ❤️ 51 99996-3361 ❤



PROMOÇÃO APENAS PARA LEITORES DO BLOG!!

Kit Hangar que contém uma caixa de alfajor meio amargo Dark Hangar 7 com 12 alfajores 70 G,
MAIS o lançamento do Drip coffee bag Hangar7 um café que vem  10 sachês para você poder passar uma xícara de café individual - basta ter uma térmica com água quente e você pode tomar o melhor café em qualquer rota.


Pedidos 51 99996-3361
Instagram @produtosdaroh
#Doeorgaossalvevidas



-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X


PIADINHA

(clica em cima que amplia)

10 comentários:

  1. Instalada a Frente Parlamentar em Defesa dos Usuários de Rodovias Pedagiadas

    Caro Previdi não sei se vai dar em algo está formação mas te convido a morar em Gravataí pois com os pedágios que o governo quer instalar seremos cercados por eles.Foi uma luta remover o da freway para mais adiante da ERS 118 agora o Dudu Milk quer colocar um na saída da freway para a ERS 118 e estão "aplicando" que será com destino a Viamão mas quem sair da freway
    com destino a Gravataí, cachoeirinha,Esteio,Sapucaia etc ... Será cobrado pelo menos e 9 que se sabe até agora e teremos outro na ERS 020 e não serão baratos segundo edital vai andar em torno de R$ 5.00 se não houver deságio das empresas concorrentes.

    ResponderExcluir
  2. Prévidi,
    Voltando à questão da escravidão na humanidade, jamais seria besta de ser insensível à brutalidade que a América cometeu com nossos irmãos africanos, retirando-os a ferros dos seus lares para à brutal escravidão americana.
    Mas, e que MAS importante, a escravidão branca foi tão forte, tão significativa no andar da história da humanidade que seus traços ainda hoje podem ser vistos até mesmo de estações orbitais: os muros da China e as pirâmides do Egito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual povo não foi escravizado em algum momento da História?

      Excluir
  3. @eduleite45
    Isto não é propaganda antecipada?
    Pode?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Motociata não é propaganda antecipada?
      Pode?

      Excluir
    2. É apoio ao presidente eleito e em pleno exercício.

      Excluir
  4. Avisem o Lula a se preocupar com o Brasil.Trouxe uma copa e uma olimpiada para cá,e hoje estamos pagando caro por isso. Estamos com 15milhões de desempregados,que teve origem no seu governo.

    ResponderExcluir
  5. LUPI BRAVATEIRO..RATO QUERENDO RUGIR. NÃO MERECE NOTÍCIA. ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GRAÇAS AO LUPI TENHO OPÇÃO PRA 22.
      É O CIRO!!!!!!

      Excluir