Quarta, 1º de julho de 2015



Atualizado diariamente ao meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.




Escreva apenas para  jlprevidi@gmail.com






ponto do dia





OITO ANOS NO RS



Recebo:

São 8 anos investindo em infraestrutura, expansão do sinal pelo estado e contratação de profissionais para se consolidar como uma das emissoras preferidas dos gaúchos.
O Grupo Record RS, além da TV, é composto também por dois dos mais importantes e tradicionais veículos do estado - o jornal Correio do Povo e a Rádio Guaíba.
Na TV, oferecemos a maior programação local do mercado. São 5 horas diárias de jornalismo, distribuídas no programa Balanço Geral, nos telejornais Rio Grande no Ar e Rio Grande Record e ao longo dos intervalos comercias, com o Direto da Redação.
A programação local estreou novos quadros e apostou em novos formatos, sempre com a finalidade de oferecer informação segura e entretenimento de qualidade para o público do Rio Grande do Sul. No jornalismo, a proposta de estar ao lado do povo e das comunidades teve resultados espetaculares desde que a Record desembarcou por aqui. O segundo lugar consolidado na audiência é a resposta do povo gaúcho à dedicação da emissora.
Este ano a TV Record RS iniciou a execução do projeto de implantação de toda estrutura para captação e transmissão em HD (alta definição) da programação local. Com investimentos pesados nos mais modernos equipamentos, em breve todo nosso conteúdo chegará à família rio-grandense com qualidade de som e imagem incomparável.  Hoje podemos dizer com orgulho que somos 100% Rio Grande. 




--




ponto midiático




PORTO ALEGRE É ASSIM!

A Original

Raras são as cidades com nomes bonitos. Pouquíssimas transmitem algum sentimento. Podemos contar nos dedos de uma mão as que reúnem sonoridade, beleza e felicidade.
Pense. O nosso país está repleto de cidades que homenageiam santos, heróis discutíveis, acidentes geográficos, povos e expressões indígenas e até mesmo animais e tipos de vegetação.
Não se pode dizer que Porto Alegre é única. Muita pretensão, é verdade. Mas, cá entre nós, é um dedo daquela mão – sonoridade, beleza e felicidade acrescidas de simpatia.
Presunção? Pode ser.
Porto Alegre vive o século XXI com peculiaridades interioranas – até em função de um saudável encontro de tipos de todo o Rio Grande, de outras regiões e do mundo – e com particularidades de metrópole. É interessante.
Ao mesmo tempo em que somos a capital dos shopping centers, temos ainda o costume de levar cadeiras para as calçadas para jogar conversa fora e chimarrear com os vizinhos.
Glênio Peres, o nosso saudoso vice-prefeito e vereador, dizia que Porto Alegre é a única cidade do mundo onde as pessoas se chamam de “vizinho”.
Um povo cioso de sua terra admite “modernismos”, mas não permite que se toque em seus orgulhos. Até hoje se lamenta o fim dos bondes, em um tempo em que não se debatia nada, os administradores decidiam e ponto. Em compensação, o porto-alegrense está torcendo por um metrô.
Não, não vamos nem falar do pôr-do-sol mais bonito do universo, porque a partir desta assertiva não há a menor chance de diálogo.
O jornalista Juremir Machado da Silva define a capital dos gaúchos: “É mais que demais, é hiper-real”. Perfeito para todos os egos!
Não duvide de ouvir a frase em qualquer parte do mundo: “Porto Alegre? Bah, Porto Alegre é hiper-real! Tri!”.
O porto-alegrense, que não aceitou a rebeldia dos Farrapos, hoje recebe com satisfação gaúchos de todos os cantos para o Acampamento Farroupilha. O porto-alegrense também é definitivo. A jornalista Vera Spolidoro jura que ir ao Mercado Público basta para conhecer Porto Alegre. Ali está toda a cidade.
Outros podem dizer que a capital gaúcha é o Parque e o Brique da Redenção; o Theatro São Pedro; a usina do Gasômetro; a orla do Guaíba... o Guaíba. Este é um capítulo à parte. Muitos não aceitam o malfadado Muro da Mauá e se envergonham de não poder aproveitar, como todo cidadão de Primeiro Mundo, a razão da existência de sua designação: o Porto.
Mas, bons otimistas, os porto-alegrenses sabem que logo poderão apresentá-la, com inúmeras atrações aos visitantes, e dizer, de boca cheia:
- Porto Alegre é a cidade.
--------
As outras

Sul-Maravilha, para quem vive no Norte e Nordeste do Brasil, é Rio ou São Paulo. Nós, que estamos no calcanhar do país, não somos considerados. Isso aqui para nortistas e nordestinas é outro país. Sabem apenas que tem frio e o Rio Grande do Sul tem dois campeões mundiais de futebol.
Falo de um modo geral, é claro. Pessoas esclarecidas existem em todas as partes.
A capital deste país – não que considere o Estado dessa maneira – tem um nome muito bonito. Simples e bonito como poucos. Nos povos de língua espanhola são vários pontos turísticos, restaurantes, além de bairros e vias. Tem de tudo. Puerto Alegre, Puerto Alegro são algumas das variações.
Por todo o Brasil a capital é lembrada – praças, avenidas, ruas, vielas, prédios, uma infinidade de homenagens.
O povoado que hoje se chama Porto Alegre, a capital gaúcha, foi formado lá por 1.700 e poucos. Hoje, o aniversário de fundação da cidade é lembrado em 26 de março. Oficialmente começou a contar em 1772. Detalhe: a capital da província de São Pedro do Rio Grande do Sul foi criada em l773.
O gaúcho é tão cioso das suas coisas que não imagina, porque não aceitaria que existisse, uma outra cidade ou mesmo vilarejo com um nome igual. Admite, apenas, a mineira Pouso Alegre. Sem sorrisos e muito menos reverências. Tolera, apenas.
Mas vou decepcionar a gauchada.
Existem, pelo menos, mais três cidades chamadas Porto Alegre. No Brasil. Municípios, mesmo, com prefeito e tudo de direito.
Prepare-se.

Porto Alegre do Piauí foi criada a 420 quilômetros de Teresina. Numa região danada de braba, o “Polígono das Secas”. É minúscula – pouco mais de 2.500 viventes. Grande parte da população se dedica à produção de alevinos. Também trabalham na mina de calcário, que é para uso agrícola. Divertem-se no Lago de Boa Esperança, onde há um “complexo turístico” com quadra de esportes, campo de futebol, playground e churrasqueiras, numa área de 35 mil metros quadrados.

Porto Alegre do Tocantins é, como a do Piauí, minúscula: 2.500 moradores que se dedicam a plantar maracujá e mamão. Circulam pelo município com exatos 81 veículos. Foi criado em 1988.
Dizem por lá que o nome não tem nada a ver com a capital do RS.
Contam que a denominação surgiu porque lá há um rio (Manoel Alves) e nele um porto no qual tinha uma velha canoa para a travessia das boiadas. Este porto era bom para os viajantes banharem-se e daí originou-se o nome Porto Alegre.
Vivem com toda segurança. Só o nome do comandante da Polícia Militar assusta qualquer projeto criminoso: capitão Dosautomista Honorato de Melo. Te mete!

Porto Alegre do Norte, fundada em 1986, está encravada na Amazônia Legal, no Vale do Araguaia. Mato Grosso. É longe de Cuiabá – 1.125 quilômetros. Atrativos? Faz parte da rota do Rali dos Sertões e os dois rios, Tapiraré e Xavantinho, são fartos em piaus, pacus, pintados, pirarucus e tucunarés.
A economia da coirmã é baseada na pecuária, mas o cultivo do algodão e, principalmente, do girassol tem um bom espaço.
Pouca informação da cidade. E quando se encontra são conflitantes. Mas fazendo uma média pode-se afirmar que são 10 mil norte-porto-alegrenses – 51 por cento na área rural.
O primeiro nome da localidade foi Cedrolândia, devido à grande quantidade de cedro, planta típica da Amazônia usada na construção de móveis. Com o passar do tempo a povoação se concentrou às margens do rio Tapirapé, passando a ser chamada de Beira Rio.
Os comerciantes chegavam em canoas, depois de cinco dias de viagem rio acima. Comemoravam a venda de suas mercadorias com festas no povoado. Para eles era um “porto bastante alegre”, passando a ser assim conhecida.

Deram uma mancada: a Lei 5.306, de 11 de junho de 1981, criou o distrito com nome de Porto Alegre. O município mesmo foi criado pela Lei 5.010, de 13 de maio de 1986, com o nome de Porto Alegre do Norte. O “do Norte” foi acrescido por motivos óbvios.



--




ponto g





A PORTA DO OUTRO LADO



Numa entrevista na TV,  um conhecido médico disse  que muita gente tem um nível de exigência absurdo em relação à vida, querendo que absolutamente tudo dê certo, e que, às vezes, por aborrecimentos mínimos, é capaz de passar um dia inteiro de cara amarrada.
E aí ele deu um exemplo trivial, que acontece todo dia na vida da gente…
É quando um vizinho estaciona o carro muito encostado ao seu na garagem (ou pode ser na vaga do estacionamento do shopping). Em vez de simplesmente entrar pela outra porta, sair com o carro e tratar da sua vida, você bufa, pragueja, esperneia e estraga o que resta do seu dia.
Eu acho que esta história de dois carros alinhados, impedindo a abertura da porta do motorista, é um bom exemplo do que torna a vida de algumas pessoas melhor, e de outras, pior.
Tem gente que tem a vida muito parecida com a de seus amigos, mas não entende por que eles parecem ser tão mais felizes.
Será que nada dá errado para eles? Dá aos montes. Só que, para eles, entrar pela porta do lado, uma vez ou outra, não faz a menor diferença.
O que não falta neste mundo é gente que se acha o último biscoito do pacote. Que “audácia” contrariá-los!
São aqueles que nunca ouviram falar em saídas de emergência: fincam o pé, compram briga e não deixam barato.
Alguém aí falou em complexo de perseguição? Justamente. O mundo versus eles.
Eu entro muito pela outra porta, e às vezes saio por ela também. É incômodo, tem um freio de mão no meio do caminho, mas é um problema solúvel. E como esse, a maioria dos nossos problemões podem ser resolvidos assim, rapidinho. Basta um telefonema, um e-mail, um pedido de desculpas, um deixar barato.
Eu ando deixando de graça… Para ser sincero, vinte e quatro horas têm sido pouco para tudo o que eu tenho que fazer, então não vou perder ainda mais tempo ficando mal-humorado.
Se eu procurar, vou encontrar dezenas de situações irritantes e gente idem; pilhas de pessoas que vão atrasar meu dia. Então eu uso a “porta do lado” e vou tratar do que é importante de fato.
Eis a chave do mistério, a fórmula da felicidade, o elixir do bom humor, a razão por que parece que tão pouca coisa na vida dos outros dá errado. ”
Quando os desacertos da vida ameaçarem o seu bom humor, não estrague o seu dia… Use a porta do lado e mantenha a sua harmonia.
Lembre-se, o humor é contagiante – para o bem e para o mal – portanto, sorria, e contagie todos ao seu redor com a sua alegria.
A “Porta do lado” pode ser uma boa entrada ou uma boa saída… Experimente!




--



ponto da piadinha









--



ponto final



NEGA MALUCA



INGREDIENTES

Tempo de preparo: 40min
Rendimento: 12 porções

3 ovos
1 e 1/2 xícara ( chá ) de açúcar
2 xícaras ( chá ) farinha de trigo
1 xícara ( chá ) de chocolate em pó ou achocolatado
1/2 xícara ( chá ) de óleo
1 colher ( sopa ) de fermento em pó
1 pitada de sal
1 xícara ( chá ) de água quente

Cobertura:
4 colheres ( sopa ) de leite
1/2 xícara ( chá ) de chocolate em pó
1 colher ( sopa ) de manteiga
1 xícara ( chá ) de açúcar

MODO DE PREPARO
Bata os ovos com o açúcar, óleo, achocolatado e farinha, depois adicione a água quente e por último o fermento em pó
Asse em forno com temperatura média por 40 minutos, desenforme quente
Cobertura:
coloque todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo até que levante fervura, despeje ainda quente em cima do bolo
Informações Adicionais
A receita pode ser preparada também no microondas em forma própria para esse forno. O tempo de espera é de 7 a 9 minutos na potência alta. Aguarde 20 minutos e desenforme Uma cobertura de brigadeiro também fica divina. 


Terça, 30 de junho de 2015



Atualizado diariamente ao meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.




Escreva apenas para  jlprevidi@gmail.com





ponto do dia



O FOFA - QUERIDO E RABUGENTO







Um dos lugares mais folclóricos do bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre, vai ressurgir, ao menos por uma noite, no Bom Fim. O Fofa fechou as portas em 2014, deixando saudade em seus frequentadores, acostumados ao tango, às conversas sobre futebol e política com os proprietários e ao sistema de atendimento baseado na avaliação criteriosa (e rabugenta) do Costa.
Tudo fazia parte da alma do Fofa, somado aos pratos saborosos feitos no capricho pelo Dario. Agora, será possível reviver todo esse clima. “Uma Noite de Fofa” será realizada no restaurante Buona Tavola (Rua Fernandes Vieira, 466), no dia 3 de julho, com entrada das 19h às 23h - quem quiser entrar depois desse horário, terá de se entender com o Costa.   
O evento será fechado com número limitado de 56 lugares. Para participar, é preciso pagar o valor dos pratos antecipadamente, no restaurante ou por depósito bancário.
No restaurantebuonatavola@gmail.com é possível obter mais detalhes sobre o pagamento. O cardápio da noite foi escolhido a dedo por Costa e Dario, após longas conversas com os donos do Buona Tavola. O consenso foi de bifes à Francesa, à Parmegiana e à Portuguesa (por R$ 70,00) e tagliatelles à Carbonara e à Bolonhesa (por R$ 50,00). As refeições são para duas pessoas. 
A ideia é um projeto piloto para eventos periódicos do Fofa no Buona Tavola, restaurante que abriu em novembro de 2014 no Bom Fim e virou referência no bairro na hora do almoço, oferecendo buffet de comida caseira.
Em julho, o restaurante passará a abrir também à noite, em sistema à la carte. 

O Fofa  
O Restaurante Fofa abriu em 1982, na Cidade Baixa. Os uruguaios Costa e Dario se conheceram quando os dois eram marinheiros em um transatlântico grego, que foi onde Dario aprendeu a cozinhar e desenvolveu suas famosas - e secretas - receitas.  
Nos mais de 30 anos de funcionamento, os dois torcedores do Penharol e do Internacional, juntamente com o cachorrinho Garufa, recepcionaram um público formado principalmente por jornalistas, músicos, políticos e boêmios. Foram escolhidos pelo Guia Veja Porto Alegre como uma das melhores comidas no quesito boteco. 




--




ponto midiático



ESPETACULAR!!


Bolo de cenoura com cobertura de chocolate


INGREDIENTES


Tempo de preparo: 15min
Rendimento: 10 porções

3 cenouras médias
3 ovos
1 xícara de chá de óleo
2 xícaras de açúcar
2 xícaras de farinha de trigo peneirada com uma tampinha de fermento .
Cobertura:
Chocolate amargo em pó
3 colheres de leite
1 1/2 colher de margarina
2 colheres de açúcar

MODO DE PREPARO

No liquidificador colocar os ovos, o óleo e as cenouras
bater por 3 minutos para sumir o cheiro dos ovos
Em uma vasilha a parte colocar os secos
Misturar os dois, mexer bem
Levar ao microondas por 10 minutos( em forma apropriada) enquanto isso fazer a calda
é so levar tudo ao fogo e mexer sempre até que engrosse
se preferir leve ao microondas, mas sempre parando para mexer porque ela cai e pode queimar
Colocar em cima do bolo ainda quente
Se o bolo for feito na forma de silicone ele sai super fácil passando um pouco de óleo na forma e não quebra




--




ponto da fotografia


As três fotinhos são do Pedro Pericolo Previdi
A de baixo, a direta, é do pai. o Guilherme de Souza Previdi







Babão, sim!!!!





--




ponto da piadinha









--




ponto final




NO URUGUAI



Recebo do Roque:



Prévidi, para você que, assim como eu, admira o Uruguai. Veja como funciona a Justiça por lá, onde não tem essa de “crime de menor potencial ofensivo, responder ao processo em liberdade”, e tantos outros facilitadores para a bandidagem como temos aqui no Brasil.

Como deves saber, lá tem sempre um juiz de plantão para decidir a pena (ou a liberação do preso) no momento que a pessoa presa é  apresentada pela polícia ao juiz. Por exemplo, no caso de assalto a mão armada, o assaltante  pego em flagrante é levado à presença do Juiz, que já o enquadra e aplica-lhe a pena segundo a lei deles, encaminhando-o imediantamente ao sistema a prisional, sem direito a responder pelo crime em liberdade. É claro que tem direito a defesa, mas não em liberdade, como ocorre por aqui.



 http://www.aplateia.com.br/VisualizarNoticia/11042/estafadores-brasilenos-son-enviados-a-prision.aspx









Segunda, 29 de junho de 2015



Atualizado diariamente ao meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.




Escreva apenas para  jlprevidi@gmail.com





ponto do dia





COLEÇÕES




Nasci numa família de colecionadores.
Não me deixavam brincar com elas, mas meus pais colecionavam caixas de fósforos, lápis e chaveiros. Eram caixas e caixas de sapato. Quando nos finais de semana conferiam suas jóias tentava achar graça naquilo. Mas, afinal, de que adiantava ter aquilo tudo trancado no armário?
Decidi começar uma coleção. Um amigo que morava no mesmo edifício que eu juntava tampas de pasta de dentes. Outro se dedicava a juntar maços vazios de cigarros. Não achava muita graça. Além de álbum de figurinhas de times de futebol, decidi juntar decalques e plásticos – o que hoje chamam de adesivos. Meu irmão colecionava flâmulas – os mais novos sabem o que é?
Minha coleção era grande e não ocupava espaço, facilitando mostrá-la para todos. Mas numa das mudanças de apartamento ou cidade perdeu-se. Aí não quis mais colecionar nada.
Há alguns anos comecei a juntar bótons. Amigos e colegas começaram a contribuir com a coleção, que reunia numa lata histórica de Justerini &Brooks Ltd., que trazia o popular scotch J&B. Tinha muita satisfação de espalhar os bótons em cima da cama e limpá-los. Eventualmente até poderia mostrar a curiosos, mas era difícil.
Jóias inestimáveis.
Perdi o entusiasmo quando fiz duas viagens. Em Montevidéu, em toda praça, tinha vendedores de bótons. De todos os tipos. Alguns meses depois fui ao Rio e no centro da cidade os vendedores estavam em todas as esquinas. Não parei com a coleção, mas coloco algum na lata apenas quando acredito que realmente seja uma preciosidade, alguma raridade, como aquele usado pelas aeromoças da Aeroflot, no tempo da URSS.
Depois disso, convenci-me de que colecionar algo era bobagem.
Mas o sangue de colecionador continuava nas minhas veias.
--------
Estava mesmo decepcionado e não pretendia mais fazer uma coleção, mesmo que a mania estivesse no meu sangue. Tive várias tentações. Numa época ganhei muitas canetas de brinde e quase começo a guardá-las. Mas um amigo as levou, alegando que as juntava há mais de dez anos.
Gastei muito dinheiro com coleções iniciadas por meus filhos. O menor inventou de juntar tampinhas de garrafa. Por onde viajava pedia tampinhas e as pessoas estranhavam muito, mesmo quando dizia que era para o meu filho. Depois o outro inventou de colecionar latinhas de cerveja e refrigerante. Era um inferno, porque era o auge das importações e as lojas e supermercados tinham novidades todos os dias.
As duas coleções pareciam minhas. De Nova York trouxe uma pequena valise cheia de latas, que pouquíssimos conheciam. De São Paulo trazia muitas tampinhas, principalmente de bebidas nordestinas.
Estava fissurado pelas duas coleções e eles, como toda criança, sem nenhuma explicação, desistiram. As preciosas e caras latinhas foram para um catador de lixo e as tampinhas direto para um saco de lixo.
Era o fim.
Até que um dia estava na nossa chacrinha, em Viamão, na Grande Porto Alegre, e descobri uma preciosidade. Sem ter o que fazer, fui conferir as louças do armário da sala, uma antiga arca de madeira de lei. Lá estava uma jóia! Um copo, tipo americano, com uma inscrição no fundo datada da inauguração de Brasília. Sei lá a razão, mas meu pai esteve lá e trouxe o copo de recordação.
Encontrei mais um de propaganda de laboratório carioca e outro de um hotel de Poços de Caldas, cidade de Minas Gerais.
Pronto! Estava iniciada a minha nova coleção: copos!!
Como todo bom colecionador fiz loucuras para ampliar a minha nova coleção.
---------
Entusiasmado é pouco para definir a minha disposição de colecionar copos. Todo esforço inimaginável para conquistar novos exemplares.
Um dia fui a uma entrevista coletiva no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre. Leonel Brizola era o entrevistado durante um café da manhã. Santo Cristo, o suco de laranja era servido num fino copo com o logotipo do hotel. Não tive dúvida: quando o garçom passou para recolher o meu, fingi que ainda tinha o que tomar e fiquei com ele na mão. Terminada a entrevista, enrolei a vítima numa folha que sobrara dos meus escritos e saí do salão. Um dos garçons desconfiou do meu pacote e falou com um superior.
Eu só cuidava os movimentos. O sujeito veio atrás de mim e eu fui conversar com o então prefeito da cidade, Alceu Collares. Já estávamos no corredor, perto da porta principal da saída, e o chefe dos garçons me seguia. E eu lá, firme, ao lado do prefeito, no maior papo.
Já na rua, dei uma olhada para trás e o sujeito estava com uma cara fechada, balançando a cabeça, como se eu tivesse furtado um cofre. Me despedi do prefeito e fui feliz da vida com a minha conquista.
Em outras oportunidades levei outros tipos, tendo a coleção completa dos copos do Plaza.
Uma vez fui convidado para o anúncio de uma empresa paranaense de marketing que iria se associar com uma multinacional. O ato seria no Hotel Maksoud, em São Paulo. Iniciado o almoço, quase tive um ataque quando vi os dois copos na minha frente. Ambos tinham apenas o logo do Hotel. E, mais, copos de cristal. Ao final, fui honesto ao dizer para um dos garçons que queria levar um dos copos, mesmo que tivesse que pagar. O cara me olhou e disse que chamaria o seu chefe.
Não demorou muito e veio falar comigo um dos gerentes de alimentação. Falei do meu propósito e ele teve uma reação admirável, digna da sofisticação do hotel: “Nós não vendemos e nem damos de presente o que é utilizado nos nossos serviços. Mas se o senhor levar o copo sem os funcionários notarem, tudo bem”.
Levei mais um troféu.
Nos primeiros meses não fui ao Dado Bier, porque era muito mais um restaurante para as pessoas se mostrarem do que para provar a cerveja artesanal. Aí fui a um coquetel na ADVB e o serviço era de que empresa? Do Dado Bier. A cerveja era servida nos copos do restaurante.
Foi um dos mais fáceis de levar para a prateleira do meu bar.
Sempre tento pedir o copo, argumentando que sou colecionador. Assim já consegui dezenas de exemplares. Por exemplo, em Sorocaba, no interior de São Paulo, consegui um do restaurante JucAlemão, e na cidade do Porto trouxe, como uma jóia raríssima, um copo de chope, do “Super Bock”. De hotéis, bares e restaurantes tenho vários.

Mas quando um idiota diz que não pode contribuir para a minha coleção, as minhas estratégias são terríveis.


Sexta, 26 de junho de 2015



Atualizado diariamente ao meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.




Escreva apenas para  jlprevidi@gmail.com








BOM DIA ESPECIAL




Vai para o Milton Cardoso.
É um dos mais completos jornalistas que conheço.
Apresenta o melhor programa da Rádio Bandeirantes, o Band Repórter, às 22 horas.
Na TV Assembleia, o Ponto de Vista.
E o principal: não tem medo de opinar.
Além de todo profissionalismo, tem um enorme coração.







--



ponto do dia




Do genial Paulo Motta.


CLASSE MÉDIA


Odeio a classe média!
É nisto que estou pensando enfiado num Corsa 1.0, com prestações atrasadas e crianças que berram feito apaches enfurecidos, comandadas pela mulher sentada ao meu lado, que acha que sou a Sétima Cavalaria e poderei socorrê-la. Ledo e ivo engano.
Nessas longas horas a caminho da praia já se esgotaram as águas, os salgadinhos e todo mundo pode fazer xixi na estrada. Antes não dava pois era dia.
O Arnaldinho, filho do nosso vizinho, resolveu vomitar no banco traseiro e, segundo minha esposa - a mulher sentada ao meu lado -, ele é ariano e ariano não se deve contrariar. Ponto. O Arnaldinho vomitou e o engarrafamento andou uns dois metros. Talvez um presságio. Ou um pedágio; já estou confundindo confudendo tudo a essas alturas do campeonato.
Não traria o Arnaldinho se o pai dele não tivesse nos emprestado a casa pro feriadão, não mesmo!
Viajo um pouco dentro do que resta do meu cérebro amortecido, olhando pra bunda do carro da frente. Noite. Um dia chegaremos em Pinhal.
Morria até rir de tanto sentar na ponta e não pagar a conta nessa noite que farda mas não talha, separando o joio dos tigres e olhando os cães que ladram enquanto meu Corsa passa.
A fila andou mas parece que a eternidade está entre nós. Calúnia, a cadelinha das crianças, fez cocô no carro; um mimo, que amor!
Comecei a caluniar a Calúnia e fui, severamente, repreendido pela minha Madre Superiora com a qual contraí núpcias anos atrás. A esculhambação no banco traseiro é resultado dessa união, afrodite, se quiser.
Contrair núpcias parece que a gente adquiriu uma doença, não é? Contraí uma gripe virulenta, etc.
Chega de devaneios na estrada. Concentração, foco no martírio, digo, na viagem.
Ainda tem que chegar lá, descarregar o carro e apaziguar o bando de sioux, aliás, apaches. E a cerveja está quente e a geladeira desligada seus fariseus, filisteus, hereges e infiéis!
Odeio a classe média!



--



ponto do dia - 2




Do genial Fernando Albrecht:


IMPÉRIO OU EMPÓRIO?


Anos 1980. Estreou nos cinemas da Capital o polêmico filme japonês "Império dos Sentidos". Apesar das cenas de sexo explícito, não era um pornô. Um drama pungente, na realidade. Mas a fama se espalhou e caravanas do Interior fretavam ônibus para ver o filme.
O motorista de um deles, da Serra Gaúcha, que sabia quase nada de Porto Alegre, seguiu uma cola que lhe deram na cidade de origem. Depois de rodar algum tempo, estacionou já de noite na frente de um prédio, cujas portas estavam cerradas. Esticou a cabeça junto ao para-brisa, olhou o letreiro na fachada e sentenciou.
- É aqui. mesmo, Império dos Sentidos.
Os passageiros ficaram sentados esperando a bilheteria abrir. Passou-se um bom tempo e nada, todas as luzes estavam apagadas e não havia nenhum sinal de povo fazendo fila para comprar entrada. Mais de uma hora depois, um dos passageiros se impacientou, sai e foi conferir. Voltou furioso.
No letreiro lia-se: Empório dos Tecidos.




--



ponto midiático




RBS, UMA EMPRESA "FAMILIAR"

Recebo:

A coordenação da RBSTV de Joinville mudou há pouco mais de um ano. Quem assumiu foi a Lisandra Nienkotter. A mulher é rápida: empregou o marido como coordenador da Rádio Itapema nesse meio tempo. Para isso, demitiu a apresentadora do JA e deslocou a  coordenadora da rádio para a apresentação.
Detalhe: o cara é músico.
-
A senhora tem um "vasto currículo" nas TVs de SC.

--


EM DOSES HOMEOPÁTICAS


Hoje de manhã, no site da Itapema FM, do Grupo RBS:


Divulgação
Humberto Xavier
Beto tem largo conhecimento sobre jornalismo e radialismo. Formado pela Universidade Estadual Paulista, ele começou a trabalhar em 1980 como repórter. Passou por rádios e TVs de São Paulo e, em 1994, entrou para a Itapema FM de Florianópolis, onde também atuou na RBS TV. Em 2006, veio para a Itapema de Porto Alegre. E não é só isso! Pesquisador do futebol e da música brasileira, Beto lançou Futebol no país da música (Panda Books), livro com prefácio de Ruy Carlos Ostermann e orelhas de Moraes Moreira e de Júnior, ex-lateral da Seleção. Na Itapema, Beto apresenta o Som Brasil BonitoWake Up e Aboadica.

-
Pois bem.
Recebo hoje de manhã:

Dia 22/06, foi demitido da RBS, depois de 21 anos de casa, o jornalista Beto Xavier que apresentava na Itapema, o Manhãs Itapema.
Ficou muito chateado pois o ibope de seu programa estava nos níveis mais elevados da empresa, embora reconheça que a empresa está quebrada.


--

DIREITOS HUMANOS! CRIME BÁRBARO!!

26 junho 2015 - 07:08
Homem morre em confronto com a BM em Viamão
A identidade não foi divulgada

Um homem foi assassinado, na noite dessa quinta-feira, na rua Alferes, bairro Aparecida, em Viamão, na região Metropolitana de Porto Alegre. De acordo com a Brigada Militar, dois homens atiraram nos policiais quando foram abordados. Na reação, um deles foi morto. O outro agressor, que era foragido da justiça, foi recapturado.

Fonte:Rádio Guaíba

--


REVISÃO? BOBAGEM!


(clica em cima que amplia)




--

HAHAHAHAHAHA!!!!


No CP:


GERAL

Carro fica pendurado no Arroio Dilúvio após colisão



--


PERGUNTINHA

Recebo do Tiago, de Novo Hamburgo:

Gostaria que você pudesse perguntar aos diretores da Record RS , o motivo de tantas matérias repetidas ao logo dos dias. Faz um bom tempo que isso vem acontecendo, começa de manhã vai ate a noite, e requentam no outro dia.




--




ponto g



TURISMO NO RS





A foto é do Auber Lopes de Almeida, que explica:

Só na minha terra, Cachoeira do Sul, uma coisa dessas é possível... E olhem que a cidade foi colonizada por alemães e não portugueses!

--

SEGURANÇA

Do Daniel Tevah:

Ontem no caminho para o centro passei por 6 azuizinhos.
No mesmo trecho , NENHUM brigadiano.
Ou seja, dinheiro para contratar quem multa o cidadão existe.
Não existe é dinheiro para proteger o cidadão.
Sobra dinheiro para os veículos da EPTC e falta dinheiro para os carros da BRIGADA MILITAR.
Para salvar vidas não existe dinheiro.
Para arrecadar, vale tudo.




--




ponto da piadinha








--



ponto final



AINDA DÁ PARA ASSISTIR!!



O convite é do fantástico Jottagá Souza Gomes.


(clica em cima que amplia)



Quinta, 25 de junho de 2015



Atualizado diariamente ao meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.




Escreva apenas para  jlprevidi@gmail.com








BOM DIA ESPECIAL




Vai para o Wilson Rosa, um baita repórter de TV.
Ninguém no meio jornalístico entendeu o motivo de sua saída do SBT.
Não tenho o encontrado - mas o vi duas vezes no programa do Bibo Nunes, no Canal 20.
Uma figuraça!!







--




ponto do dia




ESTOU TÃO CONTENTE QUANTO O LÉO






Léo Iolovitch escreve magistralmente no www.olivronanuvem.com.br. Muito legal, porque as histórias sempre vinham acompanhadas de uma música.
A primeira que li foi "Aconteceu na Cidade Baixa", sobre Ray Charles tocando piano num bar do bairro.
E não parei mais de acompanhá-lo.
-
Muita gente encheu o saco do Léo para que fizesse um livro. Eu, cada vez que o encontrava, cobrava.
-
Agora, está aí o "Descendo da Nuvem".
Já tenho o meu exemplar e vou no sábado na festa que o autor prepara.
Claro que é uma festa e não estas enfadonhas "tardes ou noites de autógrafos", onde todos ficam com aquelas caras de bunda, tomando vinho de garrafão quente.
-
E só vou começar a ler depois de sábado!




--



ponto midiático especial




MAIS UM PEPINO, RBS




MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO 

Procuradoria Regional do Trabalho da 4ª Região 
PORTARIA COORD-1 Nº 664.2015, de 23 de junho de 2015. 

A Procuradora do Trabalho subscrita no uso das atribuições legais e institucionais que lhe são conferidas pelos artigos. 129, inciso III, da Constituição da República de 1988, 6º, inciso VII, e 84, inciso II, da Lei Complementar nº 75/93 e 8º, parágrafo 1º da Lei nº 7.347/85; considerando o relatório de fiscalização encaminhado pela SRTE/RS, indicando a irregularidades trabalhistas com relação à concessão do intervalo interjornada mínimo e repouso semanal remunerado

considerando que a Constituição da República atribui ao Ministério Público a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis, estabelecendo que, dentre outras, é sua função institucional promover o inquérito civil e a ação civil pública, para a proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente e de outros interesses difusos e coletivos (arts. 127, caput, e 129, inciso III, da Constituição da República de 1988); 

considerando que ao Ministério Público do Trabalho compete instaurar inquérito civil e outros procedimentos administrativos, sempre que cabíveis, para assegurar a observância dos direitos sociais dos trabalhadores (art. 84, inciso II, da Lei Complementar nº 75/93), promovendo a ação civil pública no âmbito da Justiça do Trabalho, para a defesa de interesses coletivos, quando desrespeitados os direitos sociais constitucionalmente garantidos (art. 83, inciso III, da Lei Complementar nº 75/93); considerando a necessidade de aprofundar a investigação, com o objetivo de apurar os fatos denunciados; 

RESOLVE:
I - Instaurar INQUÉRITO CIVIL contra RBS EMPRESA DE TVA LTDA., com endereço na Av. Érico Veríssimo, 400, Azenha, Porto Alegre, RS, tendo por objeto a apuração dos fatos denunciados e a busca de soluções administrativas ou de elementos para a propositura das medidas judiciais que se fizerem necessárias, visando à defesa da ordem jurídica e à proteção dos interesses que ao Ministério Público do Trabalho incumbe resguardar, fixando, como objeto do inquérito, os itens 

TEMAS: 09.06.03.02. - Intervalo Interjornada, 09.06.03.03. - Descanso Semanal do temário unificado do MPT.

II - Determinar a formação dos autos de INQUÉRITO CIVIL, com a juntada desta Portaria e das peças que compõem a Notícia de Fato nº 001196.2015.04.000/0. 

III – Determinar a afixação dessa Portaria no local de costume dessa Procuradoria Regional do Trabalho da 4ª Região pelo prazo de 30 (trinta) dias, bem como sua publicação eletrônica na página desta PRT. 

ALINE ZERWES BOTTARI BRASIL 
Procuradora do Trabalho




--




ponto midiático




ZANCHETTA DE VOLTA À TV!


Na próxima quarta, 1º, Luiza Zanchetta estreia como repórter do Jornal da Band, em São Paulo.
Ela está na capital paulista desde que deixou a TV Record RS.
Viva!!


--


POR QUE TERMINOU O PAMPA MEIO DIA?

Não é oficial, mas me dizem que o horário foi comprado pela Igreja Universal.


--


O GLOBO NA ISCOLINHA ZH


Edição de quarta:




--


PROCESSO CONTRA O MENDELSKI!

Do Ruy Gessinger:

VOU METER UMA AÇÃO DE PRETIUM DOLORIS CONTRA O MENDELSKI
Pretium doloris, o preço da dor, seu tontinho que não estudou latim, muito menos Direito Romano!
A pronúncia, tontinha, é " pretsium dolóris", tá entendendo?
Acontece que a minha saída de Unistalda em direção à capital deu-se às cinco da matina.
Não pegava a Rádio Guaíba no meu caminhonetão de burguês.
Tive que ouvir o Macedão com seus jovens acólitos, falando em Instagram,  Resch tégui e outros babados, sempre com informações úteis sobre   um acidente de trânsito.
Ao chegar em São Sepé , já  à beira de um surto psicótico, consegui acessar a 720 AM.
Mas sofri muito.
E quero indenização.
Vou ver o celular do Joaquim Barbosa para patrocinar minha causa.
-
HAHAHAHA!!!!

--


NÃO ENTENDE QUEM NÃO QUER


Certo, as TVs torraram a paciência com todas as "informações" da morte do cantor Cristiano Araújo.
Mas também me encheu o saco as pessoas escrevendo e falando que não o conheciam.
Meu Deus, é inegável que o cara era um ídolo de milhões de brasileiros. E estava ganhando muito dinheiro com o sucesso, fazendo shows pelo Brasil. Simples.
Assim como ele, existem centenas de Cristianos, que a gente não sabe que existe.
Há um tempo vi um programa na Record sobre cantores sertanejos. Todos desconhecidos - pra mim - e milionários. Um deles só se desloca de helicóptero.
-
Vamos parar de ondinha.
Todo dia nos jornais tem um "entendido em música" que fala em um cantor ou banda que eu nunca ouvi falar e jamais vou escutar. TODOS geniais.

--


SÓ PODE SER GOZAÇÃO


G1 - GO:


(clica em cima que amplia)





--


CP FOI MAIS RÁPIDO



Arte & Agenda >> Variedades >> Música
24/06/2015 21:49 Atualização: 22:31


Morre o tradicionalista Nico Fagundes
Compositor de clássicos como “Canto Alegretense” estava internado em hospital de Porto Alegre


24/06/2015 21h52 - Atualizado em 24/06/2015 22h03


Morre aos 80 anos Nico Fagundes
Tradicionalista estava internado no hospital Ernesto Dorneles




--




ponto g




NICO FAGUNDES, A DESPEDIDA DO RUY GESSINGER


Do ruygessinger.blogspot.com.br:


Os que acompanham meu blog leram , por esses anos, muitos relatos de minha convivência com Nico.
Conheci-o pessoalmente quando classifiquei uma composição minha e do Nenito Sarturi para o Festival de Palmeira das Missões.
De volta a P. Alegre, convidei-o para conhecer  minha estância em Unistalda.
Durante o trajeto, desde P. Alegre, fomos fazendo rápidas paradas. Juntava um mosquedo de gente  em redor dele.
No começo eu fazia um alvoroço quando Nico vinha me visitar na fazenda. Era  um juntedo de gente.
Depois do AVC, que o vitimou, e que fez mermar um pouco o número dos que requisitavam sua companhia, fortaleceram-se nossos laços de amizade,
Nico já requeria cuidados especiais, tinha dificuldade no falar, mas sua mente continuava brilhante.
Passou a preferir mais privacidade quando se hospedava na nossa  estância. Passávamos horas e horas conversando. Já era perigoso ele andar a cavalo. Então  recorríamos os campos de caminhonete mesmo.
Ele amava de paixão aqueles campos de Unistalda.
Até publicou um artigo em Zero Hora, me honrando com o epíteto de Ulano de Unistalda.
Tinha sólida formação filosófica e humanista.
Seu programa de rádio era uma aula de cultura a cada domingo.
Quando seu estado se deteriorou ele quase não saía mais de seu apartamento, sempre bem cuidado pela sua esposa Anita.
Não sei como, mas ele arrumou um violino e, quando o visitava, pedia que eu tocasse para ele.
Gostava de visita-lo quando estivesse solito com a esposa. Eu levava um vinho e charlávamos sobre tantas coisas.
Encarou suas limitações com nobreza.
A última vez que o vi foi no Hospital.
Viveu uma bela vida, gloriosa e proativa.
Meu galpão de convivência na estância continua com o nome dele.
Na minha casa de lá estão as placas fixas nas paredes com seus poemas em honra ao nosso convívio.




--




ponto da piadinha




REALIDADE







--



ponto final




SE TIVESSE UMA SECRETARIA DE TURISMO...


No Zero Hora:


Um ano depois da Copa, turismo estrangeiro em Porto Alegre não alcança o percentual esperado

Conforme sindicato que representa hotéis e restaurantes da Capital, a chegada de gringos recuou 20%. Dados da prefeitura apontam que a chegada dos visitantes que vêm de outros países cresceu só 2,3%


Confira: http://zh.clicrbs.com.br/rs/porto-alegre/noticia/2015/06/um-ano-depois-da-copa-turismo-estrangeiro-em-porto-alegre-nao-alcanca-o-percentual-esperado-4788310.html


Quarta, 24 de junho de 2015








Atualizado diariamente ao meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.




Escreva apenas para  jlprevidi@gmail.com








BOM DIA ESPECIAL



Uma baita ideia!
-
Vai para a "coisa mais querida" Patricia Goulart Peres, minha prima e afilhada.
Olha só.
Ontem ela estava de aniversário e postou esse pequeno texto no Facebook:

Aniversário deveria ser feriado.
Tantos feriados idiotas que inventam e, o mais óbvio e humano, no qual a criatura pode ter a chance de curtir o seu dia junto de quem ama, ninguém faz valer!

Não é perfeito?
Tinha que ser um decreto da Presidência da República!
"Fica abolido o feriado tal, que é uma babaquice, e todo trabalhador, no dia de seu aniversário, tem como opção ficar em casa, sem nenhum desconto".
Já imaginou que legal essa ideia da Patricia?
Uma baita economia para a iniciativa privada e para o setor público.
Mas, claro, tem que abolir um feriado babaca.
-
Olha aí a Patrícia, o Airan e a Julia!







--



ponto do dia




COMEÇOU A FEDER!
PALESTRA NADA AGRADÁVEL


Em O Globo:

23/06/2015 13h31 - Atualizado em 23/06/2015 16h06

CPI do Carf convoca ex-conselheiros e dirigentes de empresas investigadas

Comissão apura suspeita de manipulação de julgamentos do conselho.
Esquema pode ter gerado prejuízo de R$ 19 bi, segundo investigação.
 


A CPI do Senado que apura suspeitas de manipulação de julgamentos realizados pelo Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) aprovou nesta terça-feira (13) a convocação de ex-conselheiros do órgão e de empresários investigados pela Operação Zelotes, da Polícia Federal (PF).
Os integrantes da CPI aprovaram a convocação de sete pessoas ligadas ao Carf:
- Adriana Oliveira e Ribeiro (ex-conselheiro)
- Jorge Victor Rodrigues (ex-conselheiro)
- Meigan Sack Rodrigues (ex-conselheiro)
- Jorge Celso Freire da Silva (ex-conselheiro)
- Lutero Fernandes do Nascimento (assessor do ex-presidente do Carf e ex-secretário da Receita Otacílio Cartaxo)
- Edson Pereira Rodrigues (ex-presidente do Carf)
- Gegliane Maria Bessa Pinto (ex-funcionária da empresa J.R. Silva Advogados e Associados, que pertence à ex-conselheira Adriana Oliveira e Ribeiro)
Além de chamar pessoas ligadas ao Conselho, a CPI também decidiu convocar empresários cujas empresas são suspeitas de envolvimento com o esquema de corrupção:
- Eduardo Sirotsky Melzer (presidente da diretoria executiva do Grupo RBS)
- Luiz Moan (presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores)
- Marcos Madureira (vice-presidente do Santander Brasil)
A CPI também aprovou a convocação dos dirigentes da Ford Motor Company Brasil e da MMC Automotores do Brasil – Mitsubishi Motors, sem especificar os nomes dos executivos.
O presidente da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Antônio José Domingues de Oliveira Santos, também será convocado. Segundo o requerimento, ele é responsável pela indicação de conselheiros representantes dos contribuintes mencionados nas investigações da Operação Zelotes.




--




ponto do dia - 2




QUERIA UM CONCURSO DE MISSES
COM MULHERES DE VERDADE. OK?





No próximo sábado a Band TV transmite o Miss RS.
Não assisto mais concursos de miss, simplesmente porque não gosto de ver magricelas.
Nos meus tempos de namorador, gostava de uma magrinha, mas nos últimos tempos estão exagerando.
Pudera, vocês já viram esses seres que se intitulam "missólogos"?
Olha esse:

MISSÓLOGO HÉCTOR JOAQUÍN HARÁ DE VILLANO

Não dá!!
Há uns anos fui num concurso de Miss RS. O pessoal da Band me convidou.
Torci por uma morena maravilhosa de Jaguarão. Mulher de verdade. Nem ficou entre as cinco.
-
Sugeri a  amigos, como o Bibo Nunes, que promovam um "Miss Gostosa", com mulheres de verdade.
Como no final do século passado o Xicão Tofani fez no Miss TV.
Não tive sucesso.
-
Um dia ainda faço em pleno verão um concurso desses, o Miss Gostosa. Em Oeisis International.
Vai ser a minha vingança!!




--




ponto midiático




PRATES NA REDE TV!





Ontem à tarde, o implacável comentarista Luiz Carlos Prates assinou contrato com a Rede TV! São Paulo.
Ele estava no SBT de Florianópolis.
"A estreia vai ser pensada para os próximos dias, mas já assinei, vou comentar à noite no Rede TVnews. É a Pampa em Porto Alegre", conta o LCP

--

SEMPRE É BOM LEMBRAR

O jornalista Clovis Heberle escreve:

Repórteres, especialmente de rádio, usam as expressões risco de vida e risco de morte indistintamente, como se tivessem o mesmo significado.
Não têm.
O correto é risco de vida. Significa risco de morrer, de perder a vida.


--

BOA DEFINIÇÃO

O jornalista Gustavo Mota, via Facebook, definiu o colunista Moisés Mendes, do ZH:
"Tá virando um Reinaldo Azevedo do Pampa, mas às avessas."

--

MESTRES, VOCÊS REPROVARIAM, NÃO?


Tive como professores de redação jornalística duas feras: Sérgio Caparelli e Tibério Vargas.
Fico imaginando o que eles pensam quando dão uma olhada nos jornais diárias. Papel ou online.
Tenho absoluta certeza de que reprovariam a maioria dos "jornalistas".
Não fui um grande aluno, mas aprendi um pouquinho. Ah, sim, também com o Antoninho. E a Iara Bendatti.
-
ISSO É INACREDITÁVEL!
ENCONTRO NO MÍNIMO 10 ERROS, BOBAGENS OU FALHAS NO TEXTO

Recebo:

Tchê, a manchete já me cansou um nó cego nos miolos para tentar entende-la; imaginei até virgula depois da palavra preso, mas ficou dificil. A matéria, então, no primeiro parágrafo está cruelíssima. Isto sem contar da linha de apoio da manchete, que nada seria sem o "escrito de próprio punho". DIVIRTA-SE!!!!!!
-
No Diário Gaúcho:

América Latina23/06/2015 | 15h06

Opositor venezuelano preso López suspende greve de fome depois de um mês

"Vamos levantar a greve, mas a luta continua", disse López em carta escrita de prórpio punho


O opositor venezuelano preso Leopoldo López suspendeu nesta terça-feira sua greve de fome depois de 30 dias em protesto por sua condição, anunciou através de uma carta um dia após as autoridades eleitorais fixarem a data das legislativas, outra de suas exigências.

— A vocês, irmãos e irmãs, peço com o coração na mão que assumamos com humildade as conquistas obtidas neste protesto e que juntos, todos, levantemos a greve de fome — leu sua esposa Lilian Tintore em um breve pronunciamento a partir de um hotel no leste de Caracas.

— Vamos levantar a greve, mas a luta continua — disse López em uma carta escrita de seu próprio punho e dirigida aos 104 grevistas que o acompanham em seu protesto.

Desde 24 de maio, Leopoldo López, líder da ala radical da oposição, mantinha uma greve de fome como mecanismo de pressão para que a data das eleições fosse fixada, entre outros pontos.

À greve de López, um economista formado em Harvard e detido há 16 meses em uma prisão militar acusado de incitar a violência em protestos antigovernamentais entre fevereiro e maio de 2014, foram se somando recentemente dezenas de ativistas.

Com seu anúncio na segunda-feira de que as eleições serão realizadas no dia 6 de dezembro, a presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Tibisay Lucena, colocou fim às exigências da oposição e de políticos estrangeiros, que diziam que o atraso na publicação do cronograma eleitoral era parte de uma artimanha governista. 

Inclusive chegaram a insinuar que não seriam realizadas eleições para renovar a Assembleia Nacional.

— A mudança já tem data — acrescenta López na carta, que, no entanto, adverte que há um caminho a ser percorrido.

*AFP


--

OUTRA DO DG

Foi vingança do tumor?



--


ZHELOTES: NO ZH, DISCRIÇÃO TOTAL


(...)
Entre os convocados, estão Adriana Oliveira Ribeiro,  ex-conselheira e sócia da empresa J.R. Silva Advogados Associados; Gegliane Maria Bessa Pinto, funcionária da empresa J.R. Silva Advogados Associados; Jorge Victor Rodrigues, ex-conselheiro; Meigan Sack Rodrigues, ex-conselheira do Carf ; Luiz Moan Yabiku Junior, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) ; Ford Motor Company Brasil Ltda; MMC Automotores do Brasil Ltda - Mitsubishi Motors; Lutero Fernandes do Nascimento, assessor direto de Otacílio Dantas Cartaxo, ex-presidente do Carf ; Jorge Celso Freire da Silva, ex-conselheiro do Carf; Marcos Madureira, vice-presidente executivo do Banco Santander; Eduardo Sirotsky Melzer, presidente executivo do Grupo RBS; José Domingues de Oliveira Santos, presidente da Confederação Nacional do Comércio (CNC); Edson Pereira Rodrigues, ex-presidente do Carf.

--

ENCONTRO COM MÍDIAS


As Rádios São Francisco e Maisnova promoveram na última segunda o evento “Comídias” que é realizado para os profissionais das agências de propaganda responsáveis pelo planejamento, definição e autorização das mídias nos veículos de comunicação, em comemoração ao Dia do Profissional de Mídia, comemorado em 21 de junho.
A gerente comercial da Rádio São Francisco, Rosmari Bortolini, destaca que as rádios fazem uma homenagem a este profissional que busca dar visibilidade ao anúncio dos clientes, selecionando os meios mais adequados. “Este almoço é para agradecer e demonstrar o quanto eles são importantes para as nossas emissoras, já que sempre utilizam nossas rádios para maximizar os resultados dos investimentos de suas agências”.
A gerente comercial da Maisnova, Carla Pezzi, diz que o objetivo do evento é valorizar o papel do mídia no mercado publicitário e agradecer a parceria do ano todo. “Eles são os profissionais das agências que mais têm contato com a nossa área de atendimento e, desta forma, estreitamos este importante relacionamento”, explica. O “Comídias” foi criado em 2011 e está em sua 5ª edição com o tema: "Eu sou mídia que marca". O evento ocorreu no salão da Associação dos Funcionários dos Capuchinhos (Afucap), em Caxias do Sul.


--


QUER LER A REVISTA VOTO AGORA?

Vai! www.revistavotodigital.com.br




--




ponto da reflexão



A Grécia quebrada? 
Com todo esse sucesso do iogurte?


Eduardo Escobar, arquiteto




--




ponto g




DONA DILMA TEVE UM DIA DE VANUSA






Do Valor Econômico:

Em meio à crise política e à queda de popularidade, a presidente Dilma Rousseff surpreendeu na noite desta terça-feira ao esbanjar bom humor e irreverência na solenidade relativa aos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, que o Brasil sedia em outubro. Dilma saudou a “mandioca” e apontou a evolução dos “homens e mulheres sapiens” a partir da criação da bola.
Quebrando o protocolo, a presidente trocou gracejos com autoridades, como o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), que é descendente de índios.
“Como índio, sabemos que se ele pular uma janela, nós devemos pular também, porque ele descobriu algo extraordinário”, brincou Dilma, ao mencionar a presença do governador na solenidade, num salão do estádio Mané Garrincha em Brasília.
Dois momentos de descontração marcaram o discurso. No primeiro, Dilma celebrou um tubérculo do cultivo tradicional dos índios. “Aqui hoje estou saudando a mandioca, acho uma das maiores conquistas do Brasil”, disse a presidente.
Para contextualizar a saudação, ela ponderou que a etnia indígena trouxe para a cultura brasileira “não só os nomes que estão em todas as cidades”, mas também o acesso à forma básica de alimentação.
Para ilustrar a união entre Brasil e Estados Unidos, ela disse que o nosso tubérculo tem sintonia com o milho norte-americano, já que índios estadunidenses participam da competição.
“Nós temos a mandioca, estamos comungando a mandioca com o milho e certamente teremos uma série de outros produtos que foram essenciais para o desenvolvimento”, afirmou.
Em outra cena irreverente, Dilma apontou a evolução humana a partir da criação da bola. Ela exibiu uma bola fabricada na Nova Zelândia, chamada “ki”, feita de folhas de bananeira, com a qual foi presenteada pelo líder indígena Marcos Terena, articulador internacional da/competição. “Para mim, esta bola é um símbolo da nossa evolução”, afirmou. “Quando nós criamos uma bola destas, nós nos transformamos em homens sapiens ou mulheres sapiens”, brincou.
Na verdade, há uma simbologia por trás da bola "ki": quando uma pessoa a joga para outra, também transmite amor e carinho. "Eu fiz uma embaixadinha", revelou Dilma, instada pela plateia a fazer passes com a bola.
Dilma inaugurou os trabalhos da etapa técnica dos jogos que ocorre em Brasília. A competição ocorrerá em Palmas, no Tocantins, de 20 de outubro a 1º de novembro, com a participação de 24 etnias brasileiras e índios de 22 países.
Ela afirmou que assim como o Brasil foi capaz de realizar a Copa do Mundo de 2014, realizará os jogos mundiais indígenas e os Jogos Olímpicos de 2016. Ela ressaltou a importância de o Brasil afirmar-se como nação multiétnica e diversa em um mundo globalizado. “Convivermos com a diferença e sermos capazes de acabar com a intolerância entre povos, gêneros e religiões “, pontuou. “Registro nosso apreço pela pluralidade, pela tolerância e por uma convivência pacífica e fraterna entre todos os povos do mundo”, concluiu.


--

ISSO É UM ABSURDO


Do ex-snador paulista Eduardo Suplicy:



Após 2 anos de espera,
finalmente ontem teria uma audiência com a presidenta Dilma. Já em Brasília, super animado, recebi um telefonema cancelando o encontro, sem que nova data fosse agendada. Fiquei triste, mas não desistirei. Escrevi mais uma carta à presidenta lembrando do compromisso que assumiu pessoalmente de me receber este mês em Brasília. Confio em sua palavra. Tenho fé e esperança que ela me receba para conversarmos sobre a constituição de um grupo de trabalho para estudar a implantação gradual da Renda Básica de Cidadania. A defesa da RBC cresce em todo o mundo. O Brasil foi protagonista ao ser o primeiro país a aprovar uma lei, em 2004.


--


EM BUSCA DE UM RECORDE

Pioneira na comercialização de pacotes on-line para a Oktoberfest Blumenau, a agência e operadora gaúcha Hotéis Tur estima vender mais de 2,5 mil pacotes com aéreo para a edição deste ano da maior festa alemã da América e a segunda maior do mundo. A marca representa um crescimento de 66% em comparação aos 1,5 mil pacotes comercializados em 2014. Desde abril, quando iniciou as vendas para o destino, a empresa já contabiliza a confirmação de mais de mil passageiros. O evento, que prevê uma série de concursos, desfiles e shows musicais, acontece de 7 a 25 de outubro no Parque Vila Germânica, em Blumenau (SC).
A fim de divulgar e conferir mais visibilidade à Oktoberfest Blumenau 2015, diretores da Hotéis Tur estiveram, na última semana de maio, acompanhando a comitiva do evento em visita ao Rio de Janeiro (RJ). Participaram da viagem a Rainha da Oktoberfest 2015, Tamiris Ficht, as princesas Malu Oliveira e Daniela Spezia e a diretora de Eventos e Operações do Parque Vila Germânica, Ivone Lemke. O grupo aproveitou a oportunidade para apresentar também o evento Magia de Natal, que será realizado na cidade catarinense de 14 de novembro a 6 de janeiro de 2016.
-
Criada em março de 2012, a Hotéis Tur é uma empresa gaúcha,  de atuação nacional, com sede na Rua General Neto, 198, Porto Alegre/RS. Atenta às demandas de mercado, foi a primeira operadora do Brasil a se apropriar do conceito low cost ao perceber que havia uma grande fatia de consumidores ávidos por encontrar pacotes turísticos completos, com preços mais acessíveis e com a facilidade e praticidade que a internet proporciona. Com essa proposta e utilizando-se das principais OTAs (Online Travel Agencies) brasileiras como parceiras estratégicas, a empresa conquistou, em pouco tempo, um importante espaço no cenário do turismo on-line do País.

--

PRÉVIDI TAMBÉM É SAÚDE





REFLUXO OU MÁ DIGESTÃO?
Dormir para o lado esquerdo pode ajudar, e muito, a melhorar sua digestão.
A eficácia desta afirmação encontra-se na postura, explicada anátomo-fisiologicamente na figura.
(JornalCiencia)
O sistema linfático bloqueia-se quando deitamos sob o lado esquerdo, permitindo que os órgãos do sistema digestivo possam produzir e eliminar as enzimas para neutralizar os ácidos e gorduras sem que ocorra nenhuma pressão sobre o sistema digestório.
Para agilizar o processo digestivo, precisamos ficar deitados por um tempinho que pode chegar até 15 minutos após comer!
Além disso, a posição pode favorecer quem tem refluxo.

--


SÓ UMA ALTERNATIVA

A presidente Dilma sancionou lei que autoriza a construção de um Centro Comercial na Câmara dos Deputados. Confira no http://joaocarlosmachadofilho.blogspot.com/

--

ESTOU QUASE DESISTINDO DE CELULAR!


Ligações de toda parte do Brasil. Ontem, um número de Araçatuba tentou umas 20 vezes.
-
Olha o que o jornalista Leonardo Meneghetti escreveu:

Daí o corretor da Goldsztein/Cyrela, que não me conhece, me liga e oferece um empreendimento. Eu digo que conheço e que não tenho interesse. Ele quer saber por quê. Respondo que o metro quadrado está acima do valor de mercado e a relação custo-benefício não é atrativa.
Então ele pede para eu indicar um amigo para ele fazer contato.
- Quer dizer, tu não me conhece, liga no meu celular, e quer que eu te dê o número do celular de um "amigo" para tu oferecer algo que eu não julgo interessante ?!?!
É duro!

--

OLHA GAUCHADA, VÃO MOFAR, AINDA, NA BR 101!!

Recebo:

Sobre a ponte de Laguna, já deveria ter sido inaugurada em 15 de maio.
O que a mídia não aborda é o túnel do Morro do Formigão em Tubarão, pronto há um ano, inclusive ligam a iluminação toda a noite e faltam...os acessos e a construção de uma ponte no lugar da que foi demolida. Essas obras estão abandonadas ou nem iniciaram.
Ali vai ser o grande funil do verão 2016.




--




ponto da liderança




a campanha continua - "O NOVO LÍDER"


ESTÃO PREPARANDO O JULINHO SURFISTA
PARA OCUPAR O LUGAR DO DUDU/DUDA


JULIO MOTTIN NETO VAI BRILHAR EN SÃO PAULO

O vice-presidente do Grupo Dimed, Julio Mottin Neto, participará do debate sobre o mercado varejista durante o Congresso Brazilian Retail Week 2015, que ocorrerá em São Paulo, nos dias 28 e 29 de julho.  Com a temática geral “A força da eficiência”, o evento é voltado ao setor varejista do País e reunirá empresários, lideranças e especialistas para refletir as necessidades e a realidade do varejo brasileiro.
O BR Week 2015 será composto por palestras, um dia de visitas técnicas e uma noite de premiação dedicada às empresas de destaque do varejo no País. Julio participará da plenária de encerramento no dia 29, que terá como pauta “Como buscar a eficiência e a produtividade em um país como o Brasil?”. O debate será das 16h30 às 18h.
O Grupo Dimed é formado pelas empresas Rede de Farmácias Panvel, Distribuidora de Medicamentos Dimed e Laboratório Farmacêutico Lifar. Com 41 anos de história e mais de 330 filiais no Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, a Panvel é hoje a maior rede de farmácias da Região Sul do Brasil. É uma rede multicanal, com lojas físicas, telentrega Alô Panvel e loja online panvel.com, com entrega para todo País.
-
Julio Mottin Neto possui Especialização em Finanças pela Harvard Business School (2011), formação em GMP (General Management Program) pela Harvard Business School Alumni (2008) e é graduado em Economia pela PUCRS (1998). Atualmente, ocupa o cargo de vice-presidente do Grupo e ao longo dos anos já atuou como supervisor, gerente e diretor de Marketing.




--



ponto da piadinha




COISA MAIS INSENSÍVEL!!

(Eu não me importo)








--




ponto final




TODOS CONVOCADOS!!


O convite é do fantástico Jottagá Souza Gomes.


(clica em cima que amplia)