.

Sexta, 19 de dezembro de 2014



Atualizado diariamente até o meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.










um Bom Dia! especial



Para TODO o primeiro escalão do Governo gaúcho, que recebeu um polpudo aumento nos vencimentos e, mesmo com a grave crise econômica, fingiu tipo "não sei de nada". Presentinho de Natal, mesmo antes de assumirem. Inclusive ao nosso novo governador José Ivo!
Poderiam ter declinado do aumento e deixar para quando as coisas melhorarem, não?
Ou estou muito certinho?








ponto do dia



COMO SE TERMINA COM UM JORNAL RAPIDINHO






Não é preciso ser mestre e muito menos doutor em comunicação para se dar conta que os jornais diários não vão resistir por muito tempo no atual formato. Na verdade, é o mesmo formato desde o início do século passado, só que mais bonitos e utilizando toda a tecnologia possível.
A capa aí de cima é maravilhosa, em todos os sentidos.
Mas, hoje, é muito velha. Uma manchete "antiga".
Coisas parecidas se vê muito hoje em dia.
Por exemplo, cai um avião - toc, toc, toc - de manhã. Tudo que é portal, site e blog dá a notícia com todos os detalhes.
No dia seguinte, os diários publicam a manchete:
Avião cai e mata 120 pessoas
Pô, esse jornal não serve nem para enrolar ovo no mercadinho!
O mesmo se aplica a qualquer área.
-
O Zero Hora mudou há uns meses e pensei que estivesse procurando um novo caminho.
Não está.
Na verdade, está pior do que o jornal que se fazia nos anos 70 e 80.
Chove no molhado.
Tenho a impressão de que piora porque os chefes e chefetes, comedores de sucrilhos com nescauzinho, apostam na "juventude" e nos baixos salários. Engraçado é que estes chefes do Zero Hora não são mais jovens - todos já passaram dos 50 anos ou estão muito próximos disso. Inclusive a editora chefe de humor e o ex-poderoso Homer Simpson, que agora está escondido em Brasília.
-
A saída pro Zero Hora?
Sei lá.
Mas outro diz ouvi uma constatação legal: os jornais do interior do RS estão cada vez mais fortes, mais profissionalizados. Muitos. Enquanto a venda e assinaturas dos jornais diários de Porto Alegre minguam, os jornais do interior crescem. O motivo é óbvio: tratam da paróquia.
-
E o Zero Hora continua com o nariz cada vez mais empinado. Se achando.



* * * * *



ponto midiático



IDIOTICE - Leram o ponto do dia?
Juvenilização? Culto ao estagiário ganhando menos que o salário mínimo? Nariz empinado? Podem tudo?
Olha isso:



--

PEPINO GROSSO - Ministério Público do Trabalho está no pé dos veículos do Grupo RBS.
Motivo?


ÁREA TEMÁTICA 3. FRAUDES TRABALHISTAS
GRUPO TEMÁTICO 3.1. FRAUDES PARA DESCARACTERIZAR A 
RELAÇÃO DE EMPREGO
TEMA 3.1.6. DESVIRTUAMENTO DE PESSOA JURÍDICA
NOTAS EXPLICATIVAS
O desvirtuamento de Pessoa Jurídica é a conduta baseada na exigência de que
os trabalhadores constituam uma pessoa jurídica (empresa) como condição
para serem contratados.

--

MUITO LEGAL




A Pequena Casa da Criança, por intermédio da Irmã Pierina (esquerda) e da supervisora Leoni Rizzi, recebeu das mãos do professor Paulo Flávio Ledur, da Editora AGE, os direitos autorais do livro Anedotário do Rádio Gaúcho: 90 Anos de História, conforme desejo expresso dos autores da obra.
As vendas realizadas até o momento se referiram a cerca de 1/3 da primeira edição, de mil exemplares. A partir de agora, os repasses serão semestrais.
A Pequena Casa da Criança, sediada na Vila Maria da Conceição, no Morro Santo Antônio, em Porto Alegre, atende a idosos e crianças necessitadas, atuando no segmento da educação e do ensino. Informações sobre doações pelo (51) 3076-0500.
O livro o Anedotário do Rádio Gaúcho está disponível nas livrarias ou diretamente na Editora AGE, pelo  (51) 3223-9385, com telentrega grátis, ou pelo  www.editoraage.com.br para o interior do Rio Grande do Sul ou demais estados do País, com despesas de correio.

--

MALDITA ETIQUETA! - No Bom Dia Minas, da Globo local:




--

MEUDEUSDOCÉU!! - Traduza, por favor!






* * * * *



ponto do convite



Meus adorados leitores estarão lá!!
A NOSSA FESTA NATALINA!!








* * * * *


ponto natalino




PACOTES PROMOCIONAIS
DA LIVRARIA DO PRÉVIDI




ÚLTIMO DIA!!




TAMBÉM NA BANCA DA REPÚBLICA - PORTO ALEGRE
Rua da República esquina avenida João Pessoa





Descontos inacreditáveis SÓ até HOJE!




PRESENTES DE NATAL COM PREÇOS ACESSÍVEIS
E COM O TRADICIONAL SELO DE QUALIDADE PRÉVIDI!




PAPAI NOEL DE OLHO NOS LIVROS!!





 Pacote 1


TRILOGIA DAS PIADINHAS
(200 Piadinhas Contra Qualquer Crise, 200 Piadinhas para Ler na Viagem e 200 Piadinhas para Ler nas Férias)
Preço real: R$ 30,00
Na promoção: R$ 20,00 + frete grátis


Pacote 2


PORTO ALEGRE
(Apaixonados por Porto Alegre – Personagens do Centro e Porto Alegre é Assim!)
Preço real: R$ 40,00
Na promoção: R$ 30,00 + frete grátis


Pacote 3


TEXTOS ESCOLHIDOS
(15 Maneiras Diferentes de Ser Ainda Mais Feliz, A Revolução da Minha Janela e 10 Anos às Ganhas!)
Preço real: R$ 60,00
Na promoção: R$ 45,00 + frete grátis




FAÇA SEU PEDIDO, SEM BUROCRACIA:





* * * * *



ponto g



BUROCRATAS DE MERDA! - Quando eu digo que já cansei de nosso Brasil e dos caranguejos gaudérios tem gente, muito otimista, que me contesta. Mas não dá mais para suportar mais estas "notícias" sobre o catamarã que vai ligar o Centro de Porto Alegre com a Zona Zul.
Uns bostas de uns burocratas se fixam em firulas de uma licitação para não permitir que o barco navegue.
-
Como diz o jornalista Julio Ribeiro:
Para quem não sabia a serventia da AGERGS, agora sabe: atrapalhar a vida do cidadão!

--

BUROCRATAS DE MERDA! 2 - Isso é inacreditável!! Sabe o número 156, que qualquer pessoa pode fazer uma denúncia ou reclamação para a Prefeitura de Porto Alegre? Pois é, a gente PAGA esta ligação!! Isso é o cúmulo!!
Recebo do Olidio Von Mitsen Volpato:
O (...) prefeito de Porto Alegre, diz que não vai sancionar a lei que transforma o 156 em ligação gratuita por dar prejuízo à Prefeitura.
Se os serviços da prefeitura fossem de acordo com o que pagamos, não haveriam reclamações. Enquanto isto: e a Procempa, hein?
-
Von Mitsen, não te censurei. Apenas não quero outro processo, por causa de uma "palavrinha".






* * * * *


ponto da piadinha




DO JOSÉ SIMÃO:


Sábado Passeata na Paulista!
Impeachment do Obama!

-

VARIAÇÃO SOBRE O MESMO TEMA:


Sábado Passeata no Parcão!
Impeachment do Obama!





* * * * *



ponto final




DILMA E AS CIRCUNSTÂNCIAS
DO GOVERNO QUE HERDOU


Paulo Moura, cientista político e professor


A presidente Dilma esforça-se para transparecer que o momento é de normalidade e que reina a calmaria na cena política. O anúncio da equipe econômica foi o lance principal desse esforço para impor uma agenda positiva ao noticiário dominado pelo escândalo da Petrobrás e pelos números cada vez piores da economia.

O “mercado”, dizem, reagiu bem aos três nomes. Sempre acho estranha essa propensão ao otimismo e ao desejo de acreditar no governo que essa entidade abstrata que chamam de “mercado” revela pela boca de certos comentaristas. Qualquer analista com conhecimentos parcos da teoria econômica poderia prever, com base nos livros e na experiência, que as aventuras de Dilma e Mantega na condução da economia só poderia dar no que deu.

As estripulias começaram quando Mantega assumiu o ministério da Fazenda esforçando-se para destruir o trabalho de Henrique Meireles no BC, para conter a inflação. Isso, no entanto, não impediu a conceituada revista The Economist, de insuspeitas inclinações liberais, de publicar aquela capa com o Cristo Redentor disparando aos céus como um foguete a representar a suposta consistência dos rumos do Brasil sob comando petista.

Não bastaram a teoria e as experiências pregressas com as concepções econômicas de Dilma e Mantega para The Economist projetar o cenário que hora se apresenta. Foi preciso o fracasso se apresentar como evidência e prova para que The Economista publicasse outra capa com nosso Cristo voando como galinha rumo ao fundo da baía da Guanabara.

E o erro se repete com a anúncio da “nova” equipe econômica. A toada dos comentaristas chapa branca reconhece os tempos difíceis, afinal, é não dá para negar o óbvio, mas revela otimismo e confiança de que Dilma teria se rendido e jogado os livros nos quais estudou economia no lixo e mudado de posição para o extremo oposto.

O fiador desse otimismo injustificado é Joaquim Levy. Somente ele. Nelson Barbosa reza pela cartilha de Dilma e Mantega em matéria econômica e somente saiu do governo por discordar da criatividade de Arno Augustin no trato da contabilidade governamental.

O aumento dos juros logo após a eleição foi percebido pelo “mercado” como sinal de independência do BC. É o contrário. O aumento dos juros se fazia necessário muito antes da eleição e só não aconteceu porque Tombini obedeceu as ordens de João Santana. Tombini somente foi guindado à presidência do BC por ser submisso à Dilma.

As tintas com que mandaram pintar a fachada da “nova” política econômica, de fato, respondem à necessidade incontornável de corrigirem-se as trapalhadas de Dilma e Mantega nos dois últimos mandatos presidenciais. Levy é um cavaleiro solitário lutando contra o exército de ministros da Dilma, todos sedentos por gastar, gastar e gastar.

Os otimistas baseiam seu otimismo na comparação entre o governo Dilma II com o governo Lula I. Ocorrer que os ajustes ortodoxos patrocinados por Palocci no governo Lula I foram implementados tendo como base uma economia com os fundamentos organizados legados por FHC ao seu ingrato sucessor.

A situação atual é muito diferente. Não há mais dinheiro sobrando no mundo com disposição para correr riscos em apostas em quem pensa e governa como Dilma e o PT. Há quem confunda inflação com o índice que o IBGE divulga de tempos em tempos. O índice é apenas o índice. Inflação é um fenômeno econômico decorrente do descontrole do gasto público e não do aumento ocasional do preço do chuchu, do tomate, da carne ou dos ovos.

Enquanto os fundamentos da economia não forem reorganizados, não bastará ao BC aumentar ainda mais, e sem convicção, os juros, para conter a inflação. A bagunça é tamanha que torna difícil entender-se a pressa com que o “mercado” sorriu para Dilma olhando para Joaquim Levy.

As análises mais sérias que se podem encontrar nas páginas dos jornais projetam um cenário de prolongada estagnação (ou recessão) com inflação cercando o teto da meta nos próximos dois anos, somente caminhando para um crescimento de 2% do PIB em 2018, ano em que Lula decidiu voltar à Presidência da República. Isso, é claro, se Dilma deixar Joaquim Levy fazer tudo o que precisa ser feito para consertar seus estragos.

Faltou combinar com os árabes, que decidiram derrubar os preços do petróleo para um patamar próximo dos U$ 50,00 o barril, por cerca de quatro ou cinco anos, para tornar desinteressante aos americanos o investimento nos novos métodos de produção do ouro negro e do gás de xisto.

Essa decisão levará a Venezuela ao colapso nos próximos dias e forçou Cuba a abrir as pernas para Obama, pois os Castro sabem que da Venezuela e do Brasil não receberão mais almoço “grátis” às nossas custas. Só o capitalismo, de mercado ou de estado, salvará Cuba de um destino venezuelano. E isso tem fortes impactos políticos sobre o projeto bolivariano hegemonista que o Foro de São Paulo projetava para o continente. Dilma terá que se virar sozinha para sair dessa enrascada.

Tudo indica que recém começa-se a perceber o tamanho do estrago que a quebra da Petrobrás causará à economia brasileira. Os custos econômicos dessa aventura patrocinada pelos corsários do lulopetismo ainda não são claros e crescem assustadoramente a cada dia que passa. Lula e Dilma gastaram os créditos futuros do pré-sal. A Petrobrás não tem dinheiro nem crédito para financiar a exploração no mar profundo. Explorar esse petróleo se tornou desinteressante com o barril a U$ 50,00.

Isso que as investigações nas demais obras públicas de todo o país e de vários ministérios, da lista de 750 encontradas na planilha de Alberto Youssef, sequer começaram a ser investigadas. Dadas as circunstâncias, não convém, também, menosprezar a declaração do Procurador Federal Hélio Telho Corrêia Filho ao afirmar que o escândalo do BNDES poderá ser sete vezes maior do que o do petrolão.

Terá Dilma a humildade, a competência e a coragem para desfazer a cagada de Lula quando resolveu mudar o sistema de exploração do petróleo do modelo de concessões criado por FHC, pelo modelo de partilha? Será possível recuperar a Petrobrás sem privatizá-la? E se a privatização for inevitável, Dilma venderia o que sobrou da “nossa” queridinha? E a Eletrobrás? E o BNDES? Duvido!

Bem, até aqui estivemos falando de economia. Mas economia não é ciência dos números; é ciência do comportamento. E, não é possível projetar cenários econômicos sem considerar as variáveis políticas, que também são comportamentais. Não parece que o apressado otimismo com que o “mercado” recebeu Levy tenha precificado essa variável em todas as suas dimensões. Até porque, a ignoraram e também, porque os custos intermináveis dessa roubalheira indiscriminada não param de jorrar das páginas do noticiário. Impossível precificar agora.

Lula foi chamado a PF para esclarecer o mensalão e será chamado de novo para explicar o petrolão. Se a PF está chamando Lula só pode ser porque o nome de Lula já circula nos relatórios das delações premiadas. Assim como os custos econômicos da destruição da Petrobrás não param de crescer, a precificação do strike que esse escândalo fará em todo o sistema político também é impossível agora, diante do desconhecimento sobre o tamanho da frota de corsários que sangra os cofres públicos a serviço do projeto hegemonista do petismo.

Num país sério todos os condenados deveriam pagar penas perpétuas. As empreiteiras deveriam ser declaradas inidôneas e sofrer intervenção do governo na tentativa de sanear o setor e salvar algumas com novos donos. Mas, para isso, Dilma, ou o presidente que vier a sucedê-la depois do impeachment, terá que abrir o mercado às empreiteiras estrangeiras. Quem terá vontade ou coragem de fazê-lo?

Num país sério, certamente, ao final das investigações desse escândalo, partidos-máfia inteiros terão que ser extintos e proscritos. Quem terá vontade ou coragem de fazê-lo?

Por fim, não convém menosprezar as manifestações de rua que se seguiram ao fim da eleição pedindo o impeachment de Dilma. A imprensa mente e distorce os fatos, tenta minimizar e descaracterizar essas manifestações. Mas, num cenário que combina crise econômica com crise política e institucional, num contexto em que os pagadores de impostos serão chamados a arcar com a conta desse descalabro, a hipótese de que vejamos repetirem-se eventos como os de junho de 2013 não é nada desprezível. Só que agora há líderes à frente das manifestações de 2014. E são todos de direita. E os defensores de um golpe militar são minoritários, para desagrado do PT e da mídia chapa branca.




Quinta, 18 de dezembro de 2014 - parte 2



Atualizado diariamente até o meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.







ponto midiático especial



PICARETAGEM MAIS DO QUE EXPLÍCITA






Sempre gostei muito do caderno de Gastronomia do Zero Hora.
Simples e com boas indicações.
Desde o início nada parecia falsa - não dava esta impressão porque não era.
Quando anunciaram o tal Gastrô e vi uma das primeiras edições me pareceu bonito, tal e coisa, mas nada me chamava atenção. Um negócio maquiado.
-
Pelo que sempre soube no Gastronomia não existia nenhum "trabalho conjunto" entre o editorial e o comercial. Cada um na sua. Como é até hoje com o Donna, o caderno de abobrinhas femininas do ZH.
Agora, no Gastrô, este "trabalho conjunto" está sendo experimentado.
Um exemplo:
Uma assessoria de imprensa manda para a redação do Gastrô um texto com fotos sobre um cliente, que  inaugurou uma loja de doces. Menos de 24 horas, a assessoria de imprensa recebe uma proposta do comercial para veiculação do "produto".
Soube que o "pacote" é o seguinte: um anúncio de rodapé, uma notinha com foto, uma foto no Instagram e outra no Facebook. Preço oferecido: oito mil reais. Aí se o cliente se interessar, pode sair por menos da metade.
Cá entre nós, mas isso é coisa de picareta do século passado!!
Principalmente daquelas publicações "especializadas" que circulam apenas uma vez por ano.
-
Tá feia a coisa.



Quinta, 18 de dezembro de 2014



Atualizado diariamente até o meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.










um Bom Dia! especial



Para  o jornalista Ayres Cerutti, um apaixonado por Porto Alegre!













ponto do dia




O PATINHO FEIO DOS GOVERNOS.
INCLUSIVE DO JOSÉ IVO SARTORI?






Está certo que José Ivo tem que cortar gastos, mas não precisa colocar um neófito num setor que pode trazer uma nesga de desenvolvimento para o coitado do Rio Grande do Sul.
Falam, desde o início da semana, que o doublé de ex-goleiro e deputado federal Danrlei, supremo chefe do PSD, está indicando um rapazola para ocupar a Secretaria de Turismo do Estado. O tal sujeito é vice-prefeito de Livramento, ex-vereador e ex-DEM (PFL), onde concorreu a deputado federal. Pode até ser um gênio do Turismo, mas ninguém do Trade Turístico gaúcho o conhece.
Aliás, Danrlei entende muito de futebol, tanto que fez de tudo para tornar o ex-craque Jardel deputado estadual.
-
Historicamente, os governos não dão muita bola para o Turismo. Não preciso, mais uma vez, escrever que é um erro. Hoje, por exemplo, a Secretaria de Turismo de Porto Alegre é um fiasco. A Secretaria de Turismo do Governo Tarso Fernando serviu apenas para acomodar a cumpanheirada do PCdoB.
E é sempre assim.
Nos governos do PT de Porto Alegre, o Turismo quase foi extinto. O ex-comandante Raul fez de tudo para terminar, porque Turismo era "coisa de burguês". Jamais deram chance para que o único petista que entendia do riscado, o então vereador Adeli Sell, tomasse conta da área.
-
Gosto muito de Livramento, já fui inúmeras vezes passear por lá e tenho muitos amigos santanenses. Mas não posso acreditar que um cara saia de lá e venha comandar uma Pasta, sem recursos, e sem o menor conhecimento.
Repito: José Ivo não pode fazer uma bobagem dessas.
-
Ontem postei isso no Facebook:

TURISMO
Li no Políbio que uma figura chamada Eduardo Rafael Vieira é cotado para a Secretaria do Turismo do RS. Acompanho o setor há décadas e jamais ouvi este nome. Será que alguém do Trade Turístico sabe de quem se trata?
Tá certo que os governos, historicamente, não dão bola para o Turismo, mas aí o José Ivo está exagerando, não?
O Danrlei entende de futebol, tanto que elegeu o Jardel.




* * * * *



ponto midiático



O BAILE DA ILHA FISCAL DO SÉCULO 21






Para refrescar a memória. Quem matava as aulas de História?
O Baile da Ilha Fiscal aconteceu no Rio de Janeiro um pouco antes da Proclamação da República. Num sábado, 9 de novembro de 1889, a monarquia brasileira reuniu a sociedade para mostrar força, que esse negócio de República era uma bobagem.
Comemoraram as bodas de prata da princesa Isabel e do conde d´Eu.
Dom Pedro II estava acuado, perdido, mas não podia dar o braço a torcer. Uma espécie de marqueteiro, o visconde de Ouro Preto, presidente do Conselho de Ministros, fez de tudo para montar uma festa de arromba, para mais de três mil convidados. E realmente foi. Pelo menos naquele dia, ficou clara a força do Império e o desprezo pelas conspirações.
Para terem uma ideia, o Império jamais tinha realizado nada tão luxuoso. Um nababesco jantar para 500 convidados especiais, onde comeram e beberam de tudo de melhor que o mundo poderia oferecer.
Constam os historiadores que Dom Pedro II chegou ao baile acompanhado da família real às 21 horas. A imperatriz Tereza Cristina e a princesa Isabel usavam vestidos pretos com rendas e vidrilhos. Quando entrava pelo tapete vermelho, o imperador tropeçou. Amparado por dois jornalistas, não chegou a cair. Espirituoso, teria dito: “A monarquia tropeçou, mas não caiu”. 
-




A versão do Baile da Ilha Fiscal deste século, em Porto Alegre, aconteceu na última terça-feira, e vai entrar para a História como um grande evento chamado RBSVOX, "UMA EXPERIÊNCIA TRANSFORMADORA DE COMPARTILHAMENTO DE IDEIAS E VISÕES DE FUTURO.".
Ninguém entendeu nada, mas estava muito bonito o evento.
Muito parecido com o Baile do Dom Pedro II.
Para terem uma ideia,  o Baile do século 19 custou uma fortuna. Foram 250 contos de réis, retirados do ministério da Viação e Obras Públicas, e iria socorrer flagelados da seca no Ceará. Este dinheiro correspondia a 10% do orçamento da Província do Rio de Janeiro para o ano seguinte.
A RBS corta gastos enlouquecidamente. Mas ao mesmo tempo contrata "executivos" comedores de sucrilhos com nescauzinho a torto e a direito e gasta uma fortuna para fazer uma festa.
Para mostrar o quê?
Pelo menos um historiador estava presente e poderá, em breve, mostrar o real significado do RBSVOX.
Sabe-se pouco de detalhes, mas toda a Família Imperial estava presente. Também os tradicionais Bobos da Corte foram contratados.
As fotos que encontrei no Google:







--

URGENTE!!

TERMINOU O BAILE DA ILHA FISCAL!!

Recebo:

Em comunicado ao mercado, a Anima informa que as sócias RBS Mídia, Digital e Participações S.A. e RBS Participações S.A. (em conjunto as "RBS"), detentoras de 50% das HSM, exerceram seu direito de opção de venda da referida participação. Em cumprimento ao dever de aquisição da totalidade das ações remanescentes das HSM, foi assinado, a aquisição da totalidade das ações das HSM.
O preço negociado para quitação dessa dívida foi de R$39,2 milhões, a ser pago à vista, em até 10 dias a contar dessa data. Terminada a fase de reestruturação, a equipe da HSM continuará totalmente focada na ampliação de negócios, consolidando-se como  uma plataforma de soluções integradas para educação executiva em todo o Brasil.
A Anima Educação agradece à RBS que, através de seu presidente, Eduardo Sirotsky Melzer, manifestou sua grande admiração pelo trabalho que a Anima vem desempenhando a frente da HSM e reiterou sua confiança no sucesso da companhia no longo prazo.
-
Taí, vão conseguir pagar o Baile da Ilha Fiscal do Século 21!!




* * * * *



ponto do namoro



VAMOS CONSEGUIR UMA NAMORADA PARA O AUBER?


Está aí o galã, Auber Lopes de Almeida, a procura da "cara metade":



Decidi entrar nesta incessante busca depois que li isto:

Para entenderem o porquê de eu querer tanto encontrar uma namorada, eis o que se passa:
Recentemente, um dos médicos com que eu consultei me disse que eu podia ter um infarto fulminante se não mudasse minha alimentação.
Já imaginaram se eu batesse as botas? Eu imaginei: no obituário de Zero Hora iria constar "48 anos, solteiro e sem filhos".
Exceto quem me conhece muito bem - e são poucos -, todos os demais iriam pensar: "humm, solteiro e sem filhos... É viado!"
Entenderam? Um namoro, mesmo que recente, pode ser a diferença crucial entre eu entrar para a história da humanidade como um macho ou uma bichona.
Tenho um nome a zelar!

Gurias, o perfil do Auber Lopes de Almeida está no Facebook. É jornalista, escritor e poeta. Mora sozinho e tem uma vida estável. Gosta de cerveja, mas ele jura que não tem chulé. É natural de Cachoeira do Sul.
Vamos lá!! Garanto que é um bom partido!!



* * * * *



ponto do convite



Estou tentando passar o convite para todos os amigos, conhecidos e leitores.
Como não sou um exemplo de organização, alguém pode ficar de fora.
Então, aí está!!







* * * * *



ponto g



ECONOMIA AUMENTANDO OS SALÁRIOS,
OU A FARRA TRADICIONAL DE FIM DE ANO!!





Duas notas da coluna da Rosane de Oliveira, no Zero Hora:

Uma pilha de relatórios entregues ontem ao governador José Ivo Sartori pelo ex-prefeito José Fogaça resume o trabalho dos mais de 600 técnicos que atuaram na transição.
Os números que confirmam a situação difícil das finanças serão repassados agora aos futuros secretários, que terão de planejar os cortes de despesas.
No início da noite passada, chegou à Assembleia o projeto que altera a estrutura administrativa do Estado, reduzida de 29 para 19 secretarias. A chefia de Gabinete e a Casa Militar perderam o status de secretaria. A Comunicação voltará a ser uma coordenadoria vinculada ao gabinete do governador

-

Antes da aprovação do aumento para presidente, deputados, senadores, ministros do Supremo, o Tribunal de Justiça e o Ministério Público encaminharam pedidos de reajuste à Assembleia.
Os projetos deverão ser votados na próxima segunda-feira. Pela proposta, desembargadores e procuradores passariam a ganhar R$ 32.416,94, mas o valor terá de ser reduzido para R$ 30.471,10, equivalente a 90,25% do subsídio de ministro do STF.




* * * * *



ponto da piadinha








* * * * *



ponto final



PACOTES PROMOCIONAIS
DA LIVRARIA DO PRÉVIDI




ÚLTIMOS DIAS!!




TAMBÉM NA BANCA DA REPÚBLICA - PORTO ALEGRE
Rua da República esquina avenida João Pessoa





Descontos inacreditáveis SÓ até 19 de dezembro!




PRESENTES DE NATAL COM PREÇOS ACESSÍVEIS
E COM O TRADICIONAL SELO DE QUALIDADE PRÉVIDI!




PAPAI NOEL DE OLHO NOS LIVROS!!





 Pacote 1


TRILOGIA DAS PIADINHAS
(200 Piadinhas Contra Qualquer Crise, 200 Piadinhas para Ler na Viagem e 200 Piadinhas para Ler nas Férias)
Preço real: R$ 30,00
Na promoção: R$ 20,00 + frete grátis


Pacote 2


PORTO ALEGRE
(Apaixonados por Porto Alegre – Personagens do Centro e Porto Alegre é Assim!)
Preço real: R$ 40,00
Na promoção: R$ 30,00 + frete grátis


Pacote 3


TEXTOS ESCOLHIDOS
(15 Maneiras Diferentes de Ser Ainda Mais Feliz, A Revolução da Minha Janela e 10 Anos às Ganhas!)
Preço real: R$ 60,00
Na promoção: R$ 45,00 + frete grátis




FAÇA SEU PEDIDO, SEM BUROCRACIA:



Quarta, 17 de dezembro de 2014



Atualizado diariamente até o meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.









um Bom Dia! especial



Para  Jayme Copstein, bravo jornalista, meu amigo querido.










ponto do dia



UMA CALÇADA DA FAMA DE
VERDADE PARA PORTO ALEGRE







É uma pena que ainda não tenhamos em Porto Alegre uma verdadeira Calçada da Fama, no molde da que existe em Hollywood. Nada de estrelinhas de TV, sub-celebridades, só feras. Já imaginou que legal?
O jornalista e escritor José Luiz Prévidi pensou nisso e resolveu lançar a ideia, através da edição de seu 11º livro: “A Porto Alegre Deles – Histórias de Famosos que Passaram por Aqui”.
- Poderia ter escolhido dezenas, centenas de personalidades que moraram na cidade ou que de alguma forma tiveram alguma relação com Porto Alegre. Mas escolhi apenas onze pessoas, que poderiam ser os primeiros dessa Calçada da Fama, mesmo que, em alguns casos, numa homenagem póstuma – explica Prévidi.
Deu um trabalho danado, comenta, porque na maioria dos casos não existe nada documentado e muito menos fotos. “Ainda bem que contei com os amigos, como o pesquisador Marcello Campos. Se não fossem as colaborações o livro não sairia. E alguns lances de sorte, como textos que ‘surgiram’ num momento de desespero”, lembra ele. E completa: E fundamental o apoio da Cia. Zaffari, na pessoa de Airton Zaffari.
Em ordem alfabética, os primeiros nomes da Walk of Fame do Prévidi:
Ancheta, Caetano Veloso, Elke Maravilha, Figueroa, Geraldo José de Almeida, João Gilberto, Noel Rosa, Paulo Coelho, Ray Charles, Richard Gere e Rubem Braga.
- Ótimo que as pessoas estranhem alguns nomes ou mesmo não identifiquem num primeiro momento. Mas todos têm histórias maravilhosas com Porto Alegre. Acreditem!
A Porto Alegre Deles – Histórias de Famosos que Passaram por Aqui” vai ser lançado no próximo 22 de dezembro, uma segunda, a partir das 18 horas, no Tapa’s Bar (Rua da República, 30 – Cidade Baixa – Porto Alegre).
- Como nas vezes anteriores, sem aquela irritante fila de autógrafos. Programe-se para uma simples happy hour: bater papo, dar risada e tomar e comer umas coisinhas. De quebra, tem o livro.







* * * * *



ponto midiático




UMA GRANDE BOBAGEM - Pelo que li hoje de manhã, José Ivo extinguiu a Secretaria de Comunicação.
Sabe quem perde? Ele mesmo.

--

OUTRA? - O comunicador Bibo Nunes tem o apoio de todo trade turístico do RS para ser o secretário de Turismo do Governo José Ivo.
Mas, estranhamente, alienígenas do setor lançaram uma figura que não tem nada a ver. O coitado é  vice-prefeito de uma cidade da fronteira. Inexpressivo.
É evidente que o secretário desta área precisa ser conhecido, ter visibilidade, porque vai trabalhar com um orçamento muito pequeno. tem que conhecer o mercado e ter muita criatividade.
O deputado federal Danrlei de Deus entende de futebol.

--

MASTER CHEF - Assisti quase todos os programas. Muito legal.
O melhor prato? Ana Paula Padrão.

--

ALIÁS - Tenho visto vários programas da Band. Além do Master Chef, assisto ao CQC (tem um guri muito xarope, Noblat), o Agora é Tarde (Rafinha Bastos, baita entrevistador), o Polícia em Ação é o melhor humorístico. na hora do meu almoço, o André Vasco, com o Sabe ou Não Sabe. E TODOS os noticiários são legais, locais e nacionais.

--

MEU DEUS!! - Recebo ontem à tarde do Antônio Bavaresco Júnior:

Repórter da Rádio Gaúcha acaba de afirmar que "o suspeito não apresentava sinais de lucidez!!!"
Mas o que são sinais de lucidez ??? Ou será que não é mais fácil dizer que trata-se de um lunático?? Ou será que ela tava querendo dizer "embriaguez??? Bahhh....que matéria esclarecedora!!

--

MELHORES REPÓRTERES - da Globo são as mocinhas de Brasília. Todas são perfeitas.
O Edu Cesar, certamente, sabe o nome delas.

--

É INACREDITÁVEL! - Enquanto os comedores de sucrilhos com necauzinho estavam ontem babando no evento do VOX, "projetando a nova comunicação", olhao que tinha no Zero Hora online:

3 assuntos que mobilizaram as redes sociais nesta terça-feira, 16 de dezembro

É hora da pausa para o café da tarde e para aquela olhadinha nos assuntos mais comentados nas redes sociais. Veja o que causou burburinho no Twitter e no Facebook nesta tarde:

1. Gourmetizaram o cocô?
GlitterPills são pílulas coloridas destinadas a algo bem inusitado: dar brilho ao cocô. No entanto, a loja online garante que o produto não é para ser ingerido, mas sim para fins de decoração, ou seja, para presentear de zoeira os amigos.

(...)
3. Amor de mãe com madrasta
A mãe Candice Curry postou em seu blog uma declaração de amor para Ashley Parish, madrasta de sua filha Stiles.

--

CONVITE






* * * * *



ponto da fotografia


Mansão do deputado federal Marco Maia, num condomínio luxuoso em Canoas.
Claro, compatível para quem ganha pouco mais de 20 mil reais por mês, né?
MM é do PT, foi presidente da Câmara dos Deputados e o relator da CPMI da Petrobras - não encontrou nada de mais na estatal.
A mansão está avaliada entre 3 e 4 milhões de reais.







* * * * *



ponto g



É A ÚLTIMA VEZ QUE TRATO DE BOSTAS



Ontem publiquei um texto do jornalista Auber Lopes de Almeida sobre o affair Bolsonaro/do Rosário. Quem me acompanha sabe que publico tudo. E o raciocínio do Auber tinha lá a sua lógica.
Bah, foi um bafafá danado. No final da tarde, estava de saco tão cheio que, no Facebook, mandei um cara chupar o carpim da mãe.
Recebi um email diplomático de um amigo, o jornalista Pedro Haase (amigo antigo, lá dos tempso do antigo Pedrini, da Venâncio).
E com este texto do Pedro não trato mais desse merda e dessa bruaca.

Zé,
Muitas vezes discordo de tuas posições políticas e ideológicas (que são claras!), respeito, fico tentado a responder mas fico na minha.
Agora, no entanto, acho que existe um equívoco histórico ao dares guarida aos defensores do Bolsonaro.
Ora bolas, uma coisa é discordar e se contrapor às ideias e à prática da Maria do Rosário, que seria e é perfeitamente legítimo. Outra, completamente anacrônica, é justificar a pregação e o discurso do Bolsonaro porque a Maria do Rosário fez isso ou disse aquilo...
Num bom português (sem ser tri-de-esquerda), apoiar o  Bolsonaro é um retrocesso em qualquer relação política, ideológica ou pessoal que se possa estabelecer em pleno século 21.
Cá pra nós, está faltando um pouco de conhecimento de História para estes bolsonaristas a quem dás guarida. Ou alguém aí lembra como era o discurso do Hitller quando ele surgiu lá na Alemanha... E tu ainda tasca o título: "Desarmem-se..."
Talvez ler as duas colunas mais recentes do Moisés Mendes ainda na ZH poderiam ajudar a quem insiste em justificar este abjeto chamado Jair Messias Bolsonaro (é, até o Messias ele carrega no nome...).
Em tempo: mandei email porque não achei espaço para comentários na edição de hoje do blog.
Abraço.
Pedro Haase Filho

--

CONVIDEI ELA PARA MORARMOS NO URUGUAI - Gionava Valentini escreve:

Diálogo nonsense com atendente de uma certa administradora de cartão de crédito (após intermináveis "disque 1, disque 2..." e um sem-número de confirmações de dados cadastrais):
Eu:
- Boa tarde, eu gostaria de cancelar meu cartão de crédito.
Atendente:
- Pois não, senhora. Qual o motivo do cancelamento?
Eu:
- É que eu não quero mais o cartão.
Atendente:
- Isso não é motivo, senhora. Eu preciso de um motivo real.

--

NÃO É PIADINHA - Dólar, nas casas de câmbio, já custa mais de 3 reais.

--

SÓ BANDIDO - No Políbio Braga:
O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e ex-ministro da Defesa e da Justiça Nelson Jobim atua como consultor jurídico para as empreiteiras Odebrecht e OAS na operação Lava-Jato, que investiga o maior caso de corrupção já apurado no Brasil. Jobim atua no caso desde, pelo menos, o começo do segundo semestre.
Desde a morte do ex-ministro Márcio Thomaz Bastos, as empreiteiras envolvidas no escândalo do Petrolão procuravam outro maestro para sua orquestra de advogados.

--

AUXÍLIO-REFEIÇÃO - Em sessão realizada na segunda passada, os desembargadores do Órgão Especial do TJRS aprovaram, por unanimidade, a minuta do Anteprojeto de Lei que reajusta o valor do auxílio-refeição em 10%, a partir de janeiro de 2015, e extingue a parcela de contribuição dos servidores no custeio. A proposta altera a Lei nº 11.021/97, que regula o benefício no âmbito do Poder Judiciário Estadual.
Conforme o voto do relator, desembargador Manuel José Martinez Lucas, a proposta inicial elaborada pelo SINDJUS era de 104% de aumento. No entanto, a Direção-Geral do TJ informou não haver disponibilidade orçamentária para o índice pleiteado. Dessa forma, ficou estabelecido o reajuste em 10%, estabelecendo-se o valor unitário em R$ 18,39.
A proposta segue agora para apreciação e votação na Assembleia Legislativa.




* * * * *



ponto da piadinha





--





* * * * *



ponto final




PACOTES PROMOCIONAIS
DA LIVRARIA DO PRÉVIDI




ÚLTIMOS DIAS!!




TAMBÉM NA BANCA DA REPÚBLICA - PORTO ALEGRE
Rua da República esquina avenida João Pessoa





Descontos inacreditáveis SÓ até 19 de dezembro!




PRESENTES DE NATAL COM PREÇOS ACESSÍVEIS
E COM O TRADICIONAL SELO DE QUALIDADE PRÉVIDI!




PAPAI NOEL DE OLHO NOS LIVROS!!





 Pacote 1


TRILOGIA DAS PIADINHAS
(200 Piadinhas Contra Qualquer Crise, 200 Piadinhas para Ler na Viagem e 200 Piadinhas para Ler nas Férias)
Preço real: R$ 30,00
Na promoção: R$ 20,00 + frete grátis


Pacote 2


PORTO ALEGRE
(Apaixonados por Porto Alegre – Personagens do Centro e Porto Alegre é Assim!)
Preço real: R$ 40,00
Na promoção: R$ 30,00 + frete grátis


Pacote 3


TEXTOS ESCOLHIDOS
(15 Maneiras Diferentes de Ser Ainda Mais Feliz, A Revolução da Minha Janela e 10 Anos às Ganhas!)
Preço real: R$ 60,00
Na promoção: R$ 45,00 + frete grátis




FAÇA SEU PEDIDO, SEM BUROCRACIA: