Terça, 27 de outubro de 2020

 

Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu
...
ANDO DEVAGAR
PORQUE JÁ TIVE PRESSA






Escreva apenas para




AGORA EM NOVEMBRO
VAMOS TER O LANÇAMENTO
DE MANEIRA INÉDITA!











PREFEITOS E VEREADORES





- Porto Alegre enfrentava mais uma forte onda de violência quando José Fortunati era o prefeito. Foi sugerido que todas as Polícias se unissem para enfrentar a bandidagem. Inclusive a Guarda Municipal. A resposta do prefeito: a Guarda Municipal tem que cuidar dos prédios públicos do Município e que não tem poder de polícia. Não acredita? Leia:

A matéria: https://gauchazh.clicrbs.com.br/seguranca/noticia/2015/09/guardas-municipais-nao-podem-fazer-policiamento-ostensivo-diz-fortunati-cj5w2m4er180zxbj0m9j65rtg.html

- "Carrego comigo a experiência de 7 anos de vida parlamentar". HAHAHAHA!!!! Frase antológica da ex-musa comunista.

- O gesto que é uma característica da campanha do Sebastião Melo: 


Aí olha a pose da ex-musa comunista com a camarilha:

Ex-musa comunista entre dois anjinhos

Esse de camisa vermelha não foi defenestrado do Ministério de Dona Dilma por "mal feitos"? Ele mesmo, Orlando Silva:

26/10/2011 19h45 - Atualizado em 26/10/2011 19h45

Saiba por que Orlando Silva

deixou o Ministério do Esporte

Ministro foi alvo de denúncia de envolvimento em desvio de verba pública.
Situação política do ministro se deteriorou depois que STF abriu inquérito.

- João Bosco Vaz, candidato a reeleição (12.123) deu um tempo na campanha para comemorar o aniversário da Teca, "parceira de todas as horas":


- O mundo está contra a ex-musa comunista! Todos contra essa brava mulher!! Ela tem razão com tanto mimimi!! HAHAHAHAHA!!!


- A brincadeira é do jornalista Caco BelmonteEm silêncio no horário eleitoral, apenas enrolado na bandeira do Brasil com a Bíblia numa mão e a pistola na outra, eu faria votos.

- É um herói!! Maroni, o candidato dos animais, salvou esquartejados e estuprados - animais, é claro!!

- Quem diria: o PT tem chances em apenas uma capital: Vitória. É um partido nanico. Ao contrário do PSB, que crescerá bastante. Até Psol e PDT estão com mais chances do que o PT...









O REI E AS VERSÕES SOBRE A FILHA

Li este texto postado pela Mari Krim Caetano no Facebook:


Pelé teve um caso extraconjugal com a dona Anísia, em 1963, quando nasceu Sandra (foto). Seria um escândalo assumir uma criança fora do casamento. Pelé enterrou Sandra viva ali mesmo. Adulta, Sandra Regina travou uma longa batalha judicial pelo reconhecimento da paternidade. Após o resultado positivo do exame de DNA, o "rei" recorreu 13 vezes e nunca quis aproximação com essa filha. 

Sandra foi acometida por um câncer e no leito de morte implorou por uma visita do pai que nem a respondeu.

Sandra morreu em 2006. Pelé enviou uma coroa de flores no nome de uma de suas empresas.

Quando questionado ao não comparecimento no velório, disse ele que "não havia sentimento algum por ela" (sua filha).

Sandra teve dois filhos. Pelé só viu os netos uma vez, em 2011. Também não quis mais contato.

Um claro exemplo de como o abandono paterno é naturalizado e banalizado no Brasil. Desprezou e matou de desgosto a própria filha e continua sendo tratado como "grande homem" "um rei" ...

Lamentável, mas não surpreendente.

Tá chegando a hora de prestar contas, "rei".

...

Aí fui dar uma googlada e encontrei um post do Milton Neves, em sua coluna Terceiro Tempo, de 7 de junho de 2019.

Vou dar uma resumida:

Vamos ao que ocorreu nos dias 27 e 28 de março de 2009.

Fui convidado para integrar comitiva composta por Pelé, assessor Pepito, empresário Joel Malucelli, dono de jatinho, cedido gratuitamente, e de diretores do “Hospital Pequeno Príncipe”, de Curitiba-PR e do exterior.
(...)
Lá, fomos acompanhar o Pelé quando ele inaugurou duas amplas alas completas e equipadas para atendimento de crianças carentes portadoras de câncer.

E já no voo de ida calhou de representante estrangeiro tocar no assunto “Sandra e filhos”, em analogia ao belo gesto do Pelé estar ajudando pessoas de pouca idade, a mesma de seus netos.

Começando com um “bem lembrado”, Pelé dirigiu-se a mim dizendo “até hoje ninguém sabe toda a história envolvendo minha filha. O que houve é que fui um dia procurado e me contaram sobre uma suposta filha minha. Conversei normalmente sobre o assunto e ponderei que aquela era a terceira ou quarta pessoa a imaginar ou verificar se eu era pai de outras crianças. Nenhuma vingou. Aí, pedi fotos da Sandra e de cara senti que ela realmente se parecia comigo”.

Anísia (falecida em 2014) e a bebê Sandra no início dos anos 60

Foram relatados detalhes (contados pela mãe de Sandra), nomes e a época do fugaz namoro dela com o Rei, que disse ser muito possível, sim, “pois naqueles tempos todos nós namorávamos muito”.

“Fizemos um acordo e, claro, pedi para que toda documentação fosse elaborada. Mas, depois disso, a relação com alguns interlocutores passou a não ser mais tão amistosa, principalmente quando o genro entrou na história. Algumas cobranças, aparentemente incluindo também cobranças financeiras, soavam como chantagem, na base de `o público vai saber´. Me senti pressionado. Os encontros, aí com advogados dos dois lados, passaram a ser mais formais, longe de uma relação de pai para filha, com o agravante que a Sandra já era mãe”.

Nesta etapa, a documentação de Sandra Regina Machado já era esboçada, acabou sendo aprovada pela Justiça e Pelé arca até hoje pela condenação do “Superior Tribunal Popular Federal”.

E culpa os interlocutores de Sandra por muita intransigência.

Mas voltando ao jatinho do Hospital Pequeno Príncipe, dentro do qual ouvimos o desabafo do Rei.

Do aeroporto direto para o Hotel Bourbon e cada um para seu quarto.

No fim de tarde, liga em meu quarto o Pastor Ozeas Felinto, marido de Sandra.

Educadamente pediu para ver o Rei e apresentar os dois netos a ele.

Puxa, “aprovei” na hora, porque achava que esse caso já estava superado e que o Pelé abraçaria os moleques e seria bem amável, tinha esta certeza.

Em seguida, desci com meu filho uns 15 minutos antes do previsto para a ida ao evento, e “ficamos de guarda” no saguão.

E chega o Pelé, emoção geral e o Rei diz para mim: “Vamos, Miltão”.

“Péra aí, Pelé, vou te apresentar seus netos ao lado do pai deles”, falei.

Pelé olhou para mim como ele olhava com raiva e ódio para certos zagueiros cavalos que o caçavam.

Não pelos meninos, mas por ter revisto depois de anos genro, para ele, um dos responsáveis pela relação conturbada que teve em relação ao “Caso Sandra”.

Mas logo voltou ao normal, abraçou e tirou fotos com os netos na primeira vez que os viu.



Na volta, no avião, ele disse da alegria por ter conhecido seus netos, que nunca os representantes de Sandra tinham levado para os encontros.

E frisou: “Sempre quis muito bem minha filha e meus netos, mas os interlocutores, inclusive meu ex-genro, não”


-


DUAS OBRAS QUE O ATUAL GOVERNO VAI FINALIZAR



-

O MEU COMENTARISTA PREDILETO DE FUTEBOL  - Também é advogado, Marco Antônio Campos:




Acho que foi a primeira vez nestes últimos dois anos que vi o super time do Flamengo comemorar um empate como se fosse a conquista de um título. Fizemos uma partida notável daquelas de dar orgulho a qualquer Colorado. Todo mundo fala que os times brasileiros não têm armador. No Flamengo há cinco ou seis jogadores que armam o jogo. O que jogam Gerson, Pedro, Felipe Luis e Éverton Ribeiro é brincadeira. Nossa superação enfrentou este time sendo superior no primeiro tempo e sendo superado no segundo. Tivemos cinco ou seis chances de gol. Patrick, Moledo, Heitor e Galhardo foram gigantes. O resultado foi ótimo. Passar pelo Flamengo e seguir líder do campeonato foi uma vitória. Ganhamos de dois a dois. Falta uma rodada para o final do primeiro turno. Se terminarmos o turno na frente, acho que este Campeonato vai dar coisa boa. Apesar do Coudet como gostam as Cassandras.


-


É UMA PENA - O Ico Thomaz estar fora do rádio e TV.

-




INFORMAÇÃO ERRADA - O Rogerio Boelke está muito bem e trabalhando normalmente na Rádio Grenal. Vários me avisaram, como o Leo Jorge. Mas teve que enfrentar o bicho chinês no início de agosto.
O Alemão foi um dois inúmeros funcionários da Rede Covid/Pampa que enfrentou o bicho, por irresponsabilidade dos que mandam por lá.
...
TUDO BEM, ERREI, MAS LEIA O QUE O ROGERIO POSTOU NO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2020:

Tá bom o ano!
-note de 2a. mão que ganhei da minha filha mas que tava funcionando, a placa queimou, 450,00 (300 para buscar de São Paulo, pela Mercado Livre e 150 para arrumar).
-no dia de voltar das férias, quebro o dente (quarto zagueiro), 600 o tratamento do canal fora demais procedimentos. 
-Covid, 17 dias esgualepado, 9 quilos perdidos.
-E hoje, Chicão machuca a pata, do nada, e após exame, constata-se desalinhamento ósseo. Hoje, 550 entre consulta e dois remédios, ainda faltam dois. Vai ter que fazer fisioterapia e cirurgia, com anestesia geral. Deve passar dos 3 mil. 
Ainda bem que ganho 1.900, senão eu tava lascado.
SE VOCÊ RECEBER MENSAGEM EM MEU NOME PEDINDO GRANA,CAIA NESSA, SOU EU MESMO.
...
PEGADINHA DO MALANDRO?

-


VAMOS RECORDAR: NADA DE NOVO - Para aqueles que são contra a decisão da Fundação Liberato, de Novo Hamburgo,  de fazer sorteio para seleção e admissão de alunos para 2021 lembro que o Colégio de Aplicação da UFRGS sempre fez sorteio. O meu filho mais velho encarou um ano - aliás, ele e eu. E quase deu bingo!!
Teve uma época que até jardim de infância caríssimo tinha sorteio...


-


DO JOÃO MANECA - Li na ZH de hoje:

"Síndrome da Cabana revela angústia de retornar a rotina"

Na hora lembrei da minha vó, que se viva fosse diria:
"Nada como uma boa vara de marmelo para resolver este problema..."


-



É SÉRIA A CRISE DA GLOBO - A ex-maior emissora do universo só voltará com as novelas no ano que vem.
A Record, nesta quarta, recomeça suas novelas com capítulos inéditos.


-


PAGAVA PARA VER OS COMENTARISTAS DE FACEBOOK SOBRE ISSO!!

(clica em cima que amplia)


-


DO VÉIO DA HAVAN

Nas Havan não tem caixa 13, pra ninguém ficar preso na fila!

-

NÃO CONHECIA - É uma baita imagem de Nossa Senhora de Fátima, com 17 metros de altura.  Fica noTemplo Universal da  Paz  Pai  Francisco de Luanda conhecido como Tala. Existe desde 1950. É um  complexo com mais de 20 templos universalistas como Umbanda Branca, Xamanismo, Kardesismo, Esoterismo, Budismo  Tibetano, Hinduísmo, crenças Egípcias. Há várias estátuas pela propriedade.  Os muros são todos decorados em mosaicos. O complexo fica no Lami, na avenida Luis Corrêa da Silva. É permitida a visitação. Informe-se pelo (51) 3258-6270 ou http://www.mestratala.com.br/

-

REFLEXÃO

Reclamam no preço do arroz, do feijão, dos materiais de construção, de tudo. 
Menos da cerveja e do cigarro.
Ora, chupem um carpim!


-


POBRE AVÔ



-

PRÊMIO PRESS: VOTE!!

Entre no www.revistapress.com.br/premiopress e participe.
Faça campanha para os seus profissionais de comunicação preferidos.
O 21º Prêmio Press tem o patrocínio e o apoio CIEE-RS, Corsan, Fecomercio-RS, Construtora Wolens, CMPC e RDC TV, além do Sistema Fiergs, que patrocina o Troféu Homenagem Especial.

...

VOU DEIXAR BEM CLARO - Não adianta me pedirem votos no Prêmio Press. SÓ voto em quem é JORNALISTA OU RADIALISTA. Não voto em "comunicadores", que infestam jornais, rádios e TVs.
ADVOGADOS? QUE CONCORRAM AO PRÊMIO OAB!!

...

Já defini alguns votos
Repórter de TV: Evandro Hazzy / Vanessa Pires
Repórter de Rádio - Jairo Kuba
Comentarista de TV: Gustavo Victorino
Comentarista de Rádio: Fábio Marçal
Apresentador de TV: Rogério Forcolen / Alejandro Malo
Colunista de Jornal/Revista: Flávio Pereira / Vitor Bley de Moraes
Apresentador de Rádio: Rogério Mendelski / Guilherme Baumhardt 
Melhor Programa de TV: Posso Entrar?
Repórter Cinematográfico: Gerson Paz

Apresentador de Notícias: Josmar Leite
Repórter Fotográfico: Jefferson Bernardes
Programa de Rádio: Primeira Hora (Rogério Mendelski) / Repórter Bandeirantes (Milton Cardoso)
Jornalista do Interior: Daniel Carniel
Internet: a modéstia me impede de indicar.
Jornalista do Ano: Idem


X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X




As entregas são realizadas nas quintas, sextas e sábados das 11 às 18 horas, em todos os bairros de Porto Alegre. 

Pedidos podem ser feitos pelo fone/whatsapp: (51) 99913.8545

Taxa de Entrega: R$ 10,00




X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X


UMA BOA GRANA PARA PROMOVER O VINHO - Depois de mais de um ano de espera, enfim é assinada a liberação do Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura (Fundovitis) que passa a ser gerido pela Uvibra/Consevitis, formado por membros da Uvibra, Fecovinho, a Agavi e a Comissão Interestadual da Uva. Os R$ 12 milhões, referente ao fundo de 2018, serão utilizados na promoção do vinho nacional em 12 meses.
“Claro que esta notícia era muito aguardada pelo setor, mas ao invés de comemorar precisamos trabalhar com foco e recuperar o tempo perdido. Criamos o Consevitis já prevendo a participação e representatividade de todas as partes envolvidas no setor, descentralizando e democratizando a operação. Assim, vinícolas, cooperativas e produtores de uva farão parte das decisões dos rumos da vitivinicultura”, destaca o presidente da Uvibra, Deunir Argenta.
...
A assinatura, realizada na terça, dia 20, e publicada no Diário Oficial do Estado na sexta, 23, contou com a presença do Secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Luis Antônio Covatti, o presidente da Uvibra, Deunir Argenta e o secretário adjunto, Luiz Fernando Rodrigues Júnior. 
Os recursos do Fundovitis vêm de uma taxa paga pelas vinícolas sobre a aquisição das uvas. Do valor pago, 50% retorna para o setor, através de um repasse do Governo do Estado, podendo ser utilizado na promoção do vinho com o propósito de aumentar o consumo da bebida no país, contribuindo para o desenvolvimento de toda a cadeia produtiva da uva e do vinho.


-

INTERVALO

Coisa bem feita!



X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X

O SUCESSO
DA ROCHELLE!!



ALFAJORES COMBINAM
COM TRANSPLANTE?






Me chamo Rochelle Benites (foto), moro em Porto Alegre e estou na espera para transplante pulmonar, na Santa Casa. Aguardo dois pulmões. 

Não tenho condições físicas para trabalhar e encontrei nos deliciosos Alfajores de Gramado uma maneira de ajudar no sustento de minha família - sou a chefe do lar.

A caixa com 6 unidades (2 chocolate branco e 4 chocolate preto) custa R$ 20,00.
Tenho Tele Entrega e máquina.

Os Alfajores são uma ótima maneira de presentear quem você ama e para chocólatras!

  
      Chama  no Watts e faz teu pedido
Combinamos entrega ❤️ 51 9996-3361 ❤

MAIS INFORMAÇÕES NO INSTAGRAM @vidaemjogoo





-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X



PIADINHA OU NÃO É PIADINHA?


-


NÃO É PIADINHA


-


PIADINHA

Grande candidato!!


Segunda, 26 de outubro de 2020

 

Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu
...
ANDO DEVAGAR
PORQUE JÁ TIVE PRESSA






Escreva apenas para




AGORA EM NOVEMBRO
VAMOS TER O LANÇAMENTO
DE MANEIRA INÉDITA!











PREFEITOS E VEREADORES





- Se um ET vier a Porto Alegre e cair na Cidade Baixa fica convencido de que a ex-musa comunista será a nova prefeita da cidade. Mas, acreditem, só ali, num reduto moderninho, que já foi petista...

- O MELHOR DEBATE:Nesta terça, entre 13h10min e 16 horas, a Rádio Guaíba, o Correio do Povo e a Associação Médica do Rio Grande do Sul promovem um debate entre os candidatos à Prefeitura de Porto Alegre. Foram convidados 10 candidatos. A mediação será do gerente-geral Guilherme Baumhardt.

- Me contam que partidários da ex-musa comunista e do Fortunati se encontraram na Orla do Guaíba e fechou o pau.
O curioso é que estes dois estão sempre com mimimi na propaganda no rádio e TV, porque "sofrem" com fakenews, etc.

- Coronel Quadros, um brigadiano dos bons, é candidato a vereador. Ele mesmo, o Paulo Ricardo Quadros tem o número 10.190, do Republicanos. Conheço a integridade dele há muitos anos e a sua luta contra a bandidagem.



Vítor Bley de Moraes, candidato a vereador 15.111: Eu te convido a me acompanhar pelas redes sociais para ter algumas informações do que sou, penso e do que pretendo realizar como vereador de Porto Alegre.
Concorro pela primeira vez. Mesmo assim, acumulo bastante experiência através do meu trabalho como jornalista e da minha atuação como Coordenador de Comunicação da Câmara Municipal de Porto Alegre. Quero inovar, fiscalizar e apresentar projetos que sejam de interesse da maioria dos porto-alegrenses, com foco especial na saúde, segurança e nas políticas voltadas às crianças e idosos. Quero, por exemplo, propor que o município ofereça centros de convivência para idosos integrados com creches comunitárias, favorecendo a integração entre crianças e idosos, numa relação enriquecedora.
Fico à disposição para esclarecer todas as propostas que tenham para tornar Porto Alegre, muito melhor.
Whats: 51 99116-4119
Também no Facebook, Instagram, YouTube.

Camila Nunes, candidata a vereador 15.038: Visitando a Majuna, que abriga e trata mais de 200 animais. Acompanhem o trabalho deles nas redes sociais! Saibam que eu sou parceira pela causa animal e estou totalmente a disposição! Juntos somos muito mais fortes! 



- Professor Francisco Bragança(28.007), candidato a vereador pelo PRTB, esteve em Brasília, visitando o vice-presidente da República, Hamilton Mourão. Na pauta do encontro, a grande adesão popular a sua campanha que tem como tema “Política não é Profissão” e a repercussão de sua iniciativa de doar 100% do salário de vereador a entidades assistenciais, caso seja eleito. No ano passado, Bragança recebeu de Mourão a missão de fortalecer e ampliar a atuação do PRTB no Estado. Fruto de seu trabalho, atualmente o partido conta com mais de 3.000 filiados em Porto Alegre, executiva estadual e mais de 30 executivas municipais espalhadas por todo o Estado.


- A dica é do Di Vicenzi Consultoria:









24 DE OUTUBRO DE 2012:
PORTO ALEGRE COM MENOS BRILHO


Uma agradável lembrança do jornalista Vanderlei Cunha sobre esta maravilhosa personalidade de Porto Alegre, o Roberto Pimentel, o grande Tatata Pimentel.

Em 24 de outubro de 2012, aos 74 anos, nos despedimos da figura brilhante, cosmopolita, docemente extravagante e bem-humorada do professor, jornalista e apresentador de TV Tatata Pimentel.

Roberto Valfredo Bicca Pimentel, seu nome de batismo, tornou-se ao longo dos últimos 30 anos um dos mais conhecidos, originais e respeitados comunicadores do Rio Grande do Sul.

O apelido `Tatata` foi dado por suas irmãs na infância e com ele se consagrou para sempre. Nascido em 1938, em Santa Maria, de pai carioca e mãe alegretense, mudou-se com a família para a Capital com apenas sete anos. Na adolescência, estudou no Colégio Estadual Júlio de Castilhos. Depois, cursou e veio a se graduar em Letras, Direito e Jornalismo. Por 40 anos foi professor, lecionando no ensino médio nos colégios Agrícola de Cachoeirinha, Infante Dom Henrique e Júlio de Castilhos, e superior, na Faculdade de Comunicação Social (Famecos) e de Letras da PUCRS.

Como jornalista, assinou coluna cultural no jornal Diário de Notícias. Foi ainda diretor do Museu de Artes do Rio Grande do Sul (MARGS) e do Atelier Livre da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre.

Como comunicador,Tatata começou a carreira nos anos 70 na TV Gaúcha, como jurado no programa de auditório Puxa, é a Gaúcha. De lá foi para TV Difusora, passando pelos programas Domingo Alegre, Show de Mulher e no antológico Portovisão. Trabalhou ainda na RBS TV e TV Guaíba (programa Champanhe). Entre a década de 90 e 2011, esteve no elenco estrelado da TVCOM, como apresentador do programa Gente da Noite e polêmica atração da bancada de debates do Café TVCOM, ao lado de Tania Carvalho, Túlio Milman, José Antônio Pinheiro Machado, David Coimbra e Thedy Corrêa.

Ao deixar o Grupo RBS no início de 2012, após 15 anos de atuação ininterrupta no vídeo, Tatata se aposentou da televisão. Planejava uma longa viagem pela Europa quando faleceu, repentinamente, em seu pequeno apartamento, em meio às centenas de preciosos livros que amava e que abarrotavam todos os espaços. Ao que se sabe, este acervo de raridades foi doado, tempos depois, à PUCRS por seus familiares.

Exímio conhecedor da língua e literatura francesas, costumava reproduzir impecavelmente, no original e de improviso, passagens inteiras de Em Busca do Tempo Perdido, de Marcel Proust, e de vários outros clássicos. Conhecia a história da Ópera e também era um erudito em Cinema americano e europeu, discorrendo sobre diretores, atrizes e atores importantes, mas desconhecidos pelas novas gerações de cinéfilos. Enfim, uma cabeça requintada e imersa em arte.

Com sua morte, naquele melancólico 24 de outubro, a TV feita na cidade, aquela que ainda teimava em resistir à programação monopolística e insípida das redes nacionais, perdia seu derradeiro, mais criativo e irreverente apresentador.


-

REDE COVID DE COMUNICAÇÃO - O jornalista Rogerio Bohlke, da Rádio Grenal, está também enfrentando o bicho chinês.
Duvido que alguma rede de comunicação, no Brasil, tenha mais infectados do que a PAMPA/COVID.
...
Do jornalista Gustavo Victorino, outro infectado na Rede PAMPA/COVID:

Amigos, como sabem, testei positivo para Covid19 no último final de semana... Estava assintomático e fiz o exame por responsabilidade com meus colegas e amigos... Vários testaram positivo e achei prudente realizar novamente o exame. Durante essa semana tive episódios leves de febre, o que foi considerado normal pelo meu médico... Passados 3 dias sem mais esses episódios, estou me sentindo bem e retomando as atividades, mas ainda em casa visto que preciso cumprir o isolamento legal sanitário de 14 dias... estou assintomático e evoluindo bem para uma cura completa... Acredito que na próxima semana já deverei testar negativo e assim retornar ao trabalho... A todos, até aqui, grato pelas orações e apoio... Esse rosário de madeira do Monte das Oliveiras que trouxe de Jerusalém me foi benzido na Igreja do Santo Sepulcro e nele coloquei minha fé numa cura rápida... Que seja sempre feita a vontade do senhor.


...

TEM QUE SER FORTE A TORCIDA/ORAÇÕES PELO XICÃO TOFANI.
INFELIZMENTE, O BICHO CHINÊS ESTÁ VENCENDO.
ELE ESTÁ COM PNEUMONIA E OS ANTIBIÓTICOS TERÃO QUE RESOLVER RAPIDAMENTE.



-


VACINA CHINESA QUE NÃO EXISTE - Não entendo mais este "debate" sobre uma vacina que não existe. É um negócio tão maluco que as pessoas estão novamente apaixonadas - uns são capazes de morrer pela vacina dos chineses e outros parecem "testemunhas de jeovás" que podem morrer mas não tomam a maldita vacina dos criadores do Bicho.
Um leitor, que não assina, mandou um resumo perfeito:

Os escândalo de 2018 de vacinas chinesas falsas de difteria, tétano e poliomielite parece ter sido esquecido. O histórico da China com vacinas é tenebroso, o que por si só seria motivo suficiente para encararmos com especial precaução essa possibilidade de utilização de vacinas chinesas no Brasil. É especialmente suspeita essa avalanche de defensores de uma vacina que sequer está pronta e mostrou eficácia. Ou seja, querem obrigar a população a tomar uma vacina ainda em fase de elaboração e que não passou por todos os testes. Lembrando que o tempo mínimo para a criação de uma vacina geralmente é de 5 anos. Estão queimando etapas por motivos escusos.
...
TÔ NO AGUARDO DA VACINA DE OXFORD. LEIO QUE NA VELHARADA ELA TEVE UM EFEITO EXCELENTE!!


-

REFLEXÃO

Por que a esquerda gosta tanto do Coronavirus e do "fica em casa"? No momento em que se instaura uma crise econômica por conta da queda de receita, surge aquela sensação socialista de igualdade a partir da miséria para todos.

Marcel Pazzin, jornalista


-


O FIM DA MOLEZA - O deputado federal Bibo Nunes está propondo mais uma redução de privilégios para servidores públicos. "Não é possível que os servidores tenham o privilégio de se afastar de suas funções para concorrer em eleições, "e recebendo os vencimentos, normalmente".
- A nossa proposta prevê o fim da licença remunerada para exercício de atividade política e parada da contagem de tempo para aposentadorias - explica Bibo Nunes. 

...




-


É DEFINITIVO - NENHUM brasileiro vai passar férias no Uruguai. É decisão do Governo. Nem os riquinhos de Punta Del Este. Se algum brasileiro se atrever a entrar naquelas bandas vai ficar 40 dias confinado. Portanto...
... encham o saco dos catarinas neste verão!
Nem inventem de invadir as nossas praias!! Oeisis International estará com suas fronteiras fechadas para turistas!!

-


BOA TARDE, BRASIL - O programa de hoje (das 13h10min às 15h), apresentado pelo Julio Ribeiro, entrevista o empresário e ex-secretário de Desestatização do governo federal, SALIM MATTAR. Entre os temas a serem abordados está a retomada da Economia brasileira, a sua experiência do “outro lado do balcão” e a sua dedicação à pregação das causas liberais, especialmente, entre os jovens brasileiros.
Também a coluna do jornalista RODRIGO CONSTATINO, direto dos EUA, que vai falar sobre o momento que vive o Chile, que sofre uma guinada à esquerda, inclusive com a convocação de uma nova Constituição, aprovada em plebiscito, realizado neste domingo.
Isso e muito mais no programa, do qual participam também, o empresário PAULO KRUSE  e jornalista e professor MIRO BACIN.
A Guaíba está nos prefixos 720 AM ou 103.1 FM, ou sua página oficial no FACEBOOK, ou ainda pelo aplicativo, disponível nas lojas Google Play e Appel Store.


-


PENSANDO BEM - Pelé foi um grande jogador naquela época, anos 50, 60 e 70. Indiscutível que foi o melhor. Repito, naquela época.
Mas como homem foi um fiasco. Um zero a esquerda. Um sujeito que rejeita uma filha não merece nada, nem homenagens. Não é comportamento de um ídolo mundial.
Um crápula, na real.


-


QUEM SERÁ? - Coluna de Fábia Oliveira, em O Dia:

Governador convida rapazes para conhecer palácio

Político tem flertado nas redes sociais

Essa coluna não é de política, mas ficou bem surpresa ao saber que um governador bonitão tem abordados rapazes no Instagram com o intuito de flertar e conhecê-los melhor. Essas abordagens são rotineiras e o convite feito pelo governante a um dos rapazes pareceu bem interessante: "Gostaria de vir conhecer um palácio?". Em plena pandemia, parece que o tal político está com tempo de sobra para fazer tour guiado, não acha?


-

ESSE É O BOM E VELHO SITE DO ZERO HORA!


-


DE VICE-PRESIDENTE A COLUNISTA - De repente, agora, o Marcelo Rech vai levar uma vida mais saudável. já que ultrapassou a barreira dos 60. Vai ser colunista do Zero Hora e do site.
Rech escreverá semanalmente, na edição de sábado e domingo e na plataforma digital, sobre política e "diversos assuntos que pautam o cotidiano dos gaúchos".
É sempre bom lembrar que o Marcelo foi um senhor repórter.
No release da RBS, ele afirma:
- Para mim, é uma grande realização poder voltar às páginas de GZH e Zero Hora. Durante muitos anos, escrevi a Carta do Editor e depois um artigo semanal. Meu foco prioritário será a política, mas não apenas ela, porque a vida não pode ser encaixotada sob um único tema. Pretendo compartilhar um olhar curioso sobre assuntos que vão das relações externas ao dia a dia das cidades. Gosto de análises com jeito de crônicas, e também quero usar um pouco da experiência de repórter e editor que testemunhou incontáveis situações da história recente para contextualizar e interpretar as situações e os fenômenos que afetam a vida de todos nós.
...
Uma dúvida: se ele não tem mais cargo executivo no Grupo continuará sendo presidente da Associação Nacional de Jornais?


-

NA CARA DO GOL 116


-


DANIEL CARNIEL SENSACIONAL!




-

ESTÁGIOS NO BANRISUL - Estão abertas até a próxima quarta, dia 28, as inscrições para o Processo Seletivo Público de Estágio no Banrisul. No total, são 185 vagas e formação de cadastro de reserva para estudantes de vários cursos do ensino superior. Podem se inscrever estudantes dos cursos de Bacharelado em Ciências Econômicas, Ciências Contábeis e Administração; de Ciências Jurídicas e Sociais; de Arquitetura e Urbanismo; de Engenharia Civil; de Cinema, Design, Publicidade e Propaganda e Realização Audiovisual; de Bacharelado em Agronomia, Engenharia Agrícola, Engenharia Florestal e Engenharia Ambiental; de Bacharelado em Estatística, Matemática e Ciências Atuariais.

O edital do processo seletivo pode ser acessado no https://www.cieers.org.br/download/portal/processoSeletivo/563_1_Edital%20Processo%20Seletivo%202020%20BANRISUL.pdf . Para fazer a sua inscrição, o estudante deve acessar o link https://www.cieers.org.br/estudante/processosSeletivos , Edital nº 01/2020. O Processo Seletivo Público de Estágio consistirá na seleção por meio de prova objetiva online, no dia 8 de novembro, no portal www.cieers.org.br
...
Para auxiliar os candidatos no esclarecimento de suas dúvidas, o CIEE-RS disponibiliza atendimento pela Central de Relacionamento com Cliente, pelo telefone (51) 3363-1000;  por meio do portal www.cieers.org.br , pela ferramenta Chat On-Line; e pelo e-mail processoseletivobanrisul@cieers.org.br disponível até a homologação do Processo Seletivo Público de Estágio.

-

PRÊMIO PRESS: VOTE!!

Entre no www.revistapress.com.br/premiopress e participe.
Faça campanha para os seus profissionais de comunicação preferidos.
O 21º Prêmio Press tem o patrocínio e o apoio CIEE-RS, Corsan, Fecomercio-RS, Construtora Wolens, CMPC e RDC TV, além do Sistema Fiergs, que patrocina o Troféu Homenagem Especial.

...

VOU DEIXAR BEM CLARO - Não adianta me pedirem votos no Prêmio Press. SÓ voto em quem é JORNALISTA OU RADIALISTA. Não voto em "comunicadores", que infestam jornais, rádios e TVs.
ADVOGADOS? QUE CONCORRAM AO PRÊMIO OAB!!

...

Já defini alguns votos
Repórter de TV: Evandro Hazzy / Vanessa Pires
Repórter de Rádio - Jairo Kuba
Comentarista de TV: Gustavo Victorino
Comentarista de Rádio: Fábio Marçal
Apresentador de TV: Rogério Forcolen / Alejandro Malo
Colunista de Jornal/Revista: Flávio Pereira / Vitor Bley de Moraes
Apresentador de Rádio: Rogério Mendelski / Guilherme Baumhardt 
Melhor Programa de TV: Posso Entrar?
Repórter Cinematográfico: Gerson Paz

Apresentador de Notícias: Josmar Leite
Repórter Fotográfico: Jefferson Bernardes
Programa de Rádio: Primeira Hora (Rogério Mendelski) / Repórter Bandeirantes (Milton Cardoso)
Jornalista do Interior: Daniel Carniel
Internet: a modéstia me impede de indicar.
Jornalista do Ano: Idem


X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X




As entregas são realizadas nas quintas, sextas e sábados das 11 às 18 horas, em todos os bairros de Porto Alegre. 

Pedidos podem ser feitos pelo fone/whatsapp: (51) 99913.8545

Taxa de Entrega: R$ 10,00




X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X


PRÊMIO ARI JORNALISMO


-

INTERVALO


X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X

O SUCESSO
DA ROCHELLE!!



ALFAJORES COMBINAM
COM TRANSPLANTE?






Me chamo Rochelle Benites (foto), moro em Porto Alegre e estou na espera para transplante pulmonar, na Santa Casa. Aguardo dois pulmões. 

Não tenho condições físicas para trabalhar e encontrei nos deliciosos Alfajores de Gramado uma maneira de ajudar no sustento de minha família - sou a chefe do lar.

A caixa com 6 unidades (2 chocolate branco e 4 chocolate preto) custa R$ 20,00.
Tenho Tele Entrega e máquina.

Os Alfajores são uma ótima maneira de presentear quem você ama e para chocólatras!

  
      Chama  no Watts e faz teu pedido
Combinamos entrega ❤️ 51 9996-3361 ❤

MAIS INFORMAÇÕES NO INSTAGRAM @vidaemjogoo





-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-XX-X-X-X-X-X-X-X-X



PIADINHA OU NÃO É PIADINHA?



-

NÃO É PIADINHA


-


PIADINHA



Sexta, 23 de outubro de 2020

 

Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu
...
ANDO DEVAGAR
PORQUE JÁ TIVE PRESSA





Escreva apenas para





especial

Nesta sexta, uma cesta 
de Dario Fo! 


O Rei da farsa - 
Suas peças foram encenadas em 52 países




Quando um povo não sabe rir se torna perigoso





A sátira é a arma mais eficaz contra o poder: o poder não suporta o humor, nem mesmo os governantes que se dizem democráticos, porque o riso libera o homem de seus medos





A comédia é a forma de expressão mais elevada que conheço



Dario Fo nasceu em Sangiano, pequena localidade às margens do Lago Maggiore na província de Varese, norte da Itália, em 24 de março de 1926. Foi escritor, dramaturgo e comediante. Prêmio Nobel de Literatura em 1997. Sua família: o pai Felice, socialista e ator em uma companhia amadora do teatro; a mãe Pina Rota, mulher de imaginação e talento; e os irmãos Fúlvio e   Bianca.

Dario viveu em várias cidades na infância, em função do trabalho de seu pai. Mas mesmo que a geografia remanescesse em um fluxo, o ajuste cultural era sempre o mesmo. Enquanto o menino crescia, tornou-se educado na tradição local. Por exemplo, sentava-se nas tavernas e escutava os mestres vidraceiros e pescadores, que - na tradição oral do Fabulatore (algo como contadores de histórias) - contavam fábulas num tom satírico político.

Dario adolescente

Em 1940 mudou-se de Luino para Milão para estudar arquitetura.

Quase no final da guerra, Dario foi inscrito no exército da República de Salò. Consegue escapar e gasta os últimos meses da guerra escondida em um quarto num sótão. Seus pais são ativos na resistência, sendo que seu pai organiza o transporte de cientistas judeus e prisioneiros de guerra britânicos fugidos para a Suíça de trem. Sua mãe ocupa-se de cuidar feridos.

No fim da guerra, Dario retorna a seus estudos de Arquitetura e realiza cursos no Instituto Politécnico.

Entre 1945 e 1951 foca sua atenção em projetos de palcos e decoração teatral. Nessa época começa a improvisar monólogos.

Muda-se com sua família para Milão. Mama Fo, a fim ajudar a seu marido a manter os três filhos na faculdade, fabrica camisas.

Para os Fo mais novos, foi um período de leituras. Gramsci e Marx são devorados junto com novelistas norte-americanos e as primeiras traduções de Brecht, de Mayakovsky e de Lorca.

Nos anos seguintes, o teatro italiano muda bastante, empurrada principalmente pelo fenômeno dos novos teatros pequenos que teve um papel chave no desenvolvimento da ideia "de um palco popular".


Fo é envolvido por este movimento efervescente e prova ser um teatrólogo insaciável - mesmo que geralmente não pudesse ter recursos para comprar ingresso e tivesse que ficar em pé entre os performáticos. Mamma mantém uma mente aberta para conhecimentos novos de seus filhos, entre eles Emilio Tadini, Alik Cavalieri, Piccoli, Vittorini, Morlotti, Treccani, Crepax, alguns já famosos.

Enquanto estudava foi trabalhar como arquiteto assistente e decorador. Dario começa a entreter seus amigos com os contos como aqueles que ouvia nas tavernas da sua infância.

No verão de 1950, Dario procura por Franco Parenti que foi apresentado pelo jovem cômico teatrólogo com uma parábola de Caim e Abel, uma sátira em que Caim é um tolo miserável, menos malvado.


Dario começa a se apresentar em show de variedades de verão de Parenti. Isto é quando tem seu primeiro "encontro" com Franca Rame - não pessoalmente, mas através de uma fotografia que vê na casa de alguns amigos. Ele fica apaixonado!


Por algum tempo ainda trabalha como o arquiteto assistente. Mas decide-se logo abandonar trabalho e estudos, enojado pela corrupção existente no setor das edificações.


Durante a indefinição política após as eleições parlamentares de 2013 foi indicado para concorrer ao cargo de Presidente da Itália pelo líder do Movimento 5 Estrelas (M5S), o ex-comediante Beppe Grillo.

Dario Fo morreu em Milão, em 13 de outubro de 2016 (90 anos), por complicações pulmonares.



Impedir a disseminação do conhecimento é um instrumento de controle do poder, porque o conhecimento é saber ler, interpretar, verificar na pessoa e não confiar no que você diz. Conhecimento faz você duvidar. Especialmente do poder. De todo o poder



Entrevista histórica


Dario Fo ganhou o Prêmio Nobel de Literatura em 1997. A premiação foi contestada por vários críticos.
Esta entrevista foi concedida a ALESSANDRO GRECO, especial para a Folha de S.Paulo, em 26 de dezembro de 1997

Há muitos anos um prêmio Nobel de Literatura não causava tanta polêmica como este de 1997.
Concedido ao dramaturgo italiano Dario Fo, 71 anos, conhecido no Brasil pela peça "A Morte Acidental de Um Anarquista" -  que fez grande sucesso nos palcos brasileiros -, o prêmio dividiu críticos em todo o mundo.
Alguns defenderam o dramaturgo ferrenhamente, outros o execraram.
Seus detratores argumentam que a obra de Dario Fo, composta basicamente de comédias, não está à altura de outras obras já agraciadas com o Nobel.
Houve quem dissesse que ele não tem profundidade. Seus defensores respondem que somente os que não entendem a complexidade da obra de Dario Fo não enxergam sua profundidade.
Dramaturgo, ator, diretor, roteirista e também cenógrafo e pintor -duas de suas facetas menos conhecidas-, Dario Fo sempre causou polêmica por onde passou.
Suas peças de forte componente político, já foram encenadas em mais de 52 países ao longo dos últimos 45 anos.
Seus constantes ataques à burguesia, à Igreja Católica e ao Estado, fizeram com que o dramaturgo fosse processado e preso diversas vezes.
Em seu celular, de Milão, Dario Fo concedeu uma rápida entrevista à Folha, terminada abruptamente. Leia abaixo.


Folha - Agora que o sr. recebeu o dinheiro do prêmio Nobel (aproximadamente US$ 1 milhão), o que pretende fazer com ele?

Dario Fo - Uma das coisas que vamos fazer é doar parte do dinheiro para instituições que cuidam de crianças carentes e de deficientes físicos em todo o mundo.

Folha - Há 40 anos suas peças são representadas em todo o mundo e nos últimos 25 anos dizem que o sr. está na lista dos indicados para o Nobel.

Fo - É verdade.

Folha - Então, porque só agora o sr. foi premiado?

Fo - A única coisa que posso dizer é que sei que a Academia estudava há muitos anos as minhas obras e todo ano eu ficava entre os indicados. Em pelo menos cinco anos fiquei entre os três finalistas do prêmio. Finalmente, esse ano resolveram dá-lo a mim.

Folha - Em uma entrevista dada poucas horas depois de ganhar o Nobel, o sr. disse que esse prêmio era também de Franca Rame, sua mulher, que tinha de dividi-lo com ela. Por quê?

Fo - Porque ela sempre escreve junto comigo, porque cuida da publicação das peças e é também quem transcreve as variações (improvisações) que inserimos nos textos durante os espetáculos.

Folha - O sr. quando jovem estudou arquitetura.

Fo - Sim, estudei na Politécnica de Milão, mas pouco antes de me formar aquilo me cansou. Não é que me cansou, na verdade me senti enojado.
Naquela época eu já trabalhava para um arquiteto e descobri toda a sujeira que me cercava, roubos, desonestidade, falta de ética. Então, eu percebi que não era capaz de fazer esse tipo de coisa, de trapacear as pessoas.

Folha - De arquiteto a autor, ator e diretor de teatro. Como foi essa transformação?

Fo - Bem, minha primeira abordagem como artista foi como pintor e arquiteto, depois, pouco a pouco, comecei a escrever. O resto veio tudo mais ou menos ao mesmo tempo.
Até hoje, se vou escrever uma peça penso nela primeiro como arquiteto: perspectiva, vista superior e vista lateral; e depois que a cena está montada, crio os diálogos.

Folha - E o sr. teve algum autor que o inspirou a escrever, que pudesse ser considerado um mestre?

Fo - Muitos. Entre os italianos, Ruzzante e Goldoni foram importantes para mim.
Entre os poetas, pode parecer uma banalidade dizer isso, mas Dante Alighieri foi fundamental. Dos grandes escritores internacionais, Strindberg, os expressionistas alemães, Brecht, Maiakovski e Sartre, embora este último por razões filosóficas.

Folha - Mas o sr. disse que Brecht, apesar de fazer uma crítica à burguesia, ao Estado e à Igreja, era um escritor burguês.

Fo - Nunca disse isso. O que eu disse foi que a técnica usada por Brecht é muitas vezes distante da linguagem usada pelo povo.
Ele não usa os dialetos das cidades para escrever, ao contrário da minha técnica que usa constantemente os dialetos.
Eu venho de uma família proletária e estudei várias dialetos, do Norte e do Sul da Itália, pois temos a sorte de ter em nossa língua diferentes dialetos que enriquecem o texto quando você sabe usá-los.

Folha - No dia seguinte a sua premiação com o Nobel, seu filho Jacopo afirmou que "Deus existe e é comunista". O sr. adaptou a frase dizendo que "Deus existe e é um 'giullare'". O que é um 'giullare'?

Fo - Um giullare é um ator autônomo que tem a possibilidade de realizar (interrompe sua fala e começa a falar sozinho)...
Espera um pouco, onde está o bilhete, não esse não é o bilhete (volta a falar com a Folha).
Desculpa vou ter de te deixar, tenho que procurar meu bilhete, mas te digo em uma palavra o que é um giullare. É um autor, ator autônomo, que vem de uma classe inferior e que recita, nas ruas, suas histórias, criticando à Igreja e as classes superiores.

Folha - Somente mais um pergunta...

Fo - Desculpe mas vou ter de desligar, o bilheteiro está aqui na minha frente.
Estou no trem. "Ciao, caro, ciao".


Nossa pátria é todo o mundo. Nossa lei é a liberdade. Só teremos um pensamento, a revolução em nossos corações


Suas principais obras

(com base em texto da https://noticias.uol.com.br/. em outubro de 2016.

Dario Fo deixou um vasto repertório de obras literárias. Suas mais de 100 publicações mostravam uma visão única sobre a sociedade, baseadas em muita pesquisa e com uma criatividade ímpar no mundo das artes.

Algumas das principais obras do multifacetado artista:

- "Darwin ma siamo scimmie da parte di padre o di madre?" ("Darwin, nós somos macacos por parte de pai ou de mãe?", em tradução livre) foi lançado no dia 20 de setembro de 2016 e foi a última obra publicada pelo autor.

O livro é repleto de questionamentos sobre a origem da vida e sobre a humanidade, além de contar com desenhos do próprio escritor. "Eu quis recontar a história das descobertas que o maior cientista disse ao mundo inteiro. Por que? Porque somos ignorantes e não sabemos de onde viemos ou o porquê", disse Fo durante coletiva de imprensa sobre seu livro.

- "Mistero Buffo" (1969) é considerada uma das obras primas de Dario Fo e já foi adaptada para peças de teatro até no Brasil. A obra reúne mais de 20 monólogos que tem como base os "mistérios" contados em Bíblia cristã, porém retratados de maneira "profana" e questionadora - como ocorria nos tempos medievais.
É uma crítica à Igreja e suas burocracias em forma de jogral, mas também às atitudes dos fiéis que são muitas vezes contraditórias com a sua fé. É basicamente uma comédia crítica e irônica que representa a cerne dos trabalhos de Dario Fo.

- "Morte Acidental de um Anarquista" (1971) foi traduzida para vários idiomas e também foi adaptada em peças de teatro pelo mundo, sendo sua obra mais reproduzida pelos palcos. O livro tem como base fatos reais, mas através da comédia traz questionamentos sobre a vida e a organização em sociedade.    A obra se baseia na morte do anarquista milanês Giuseppe Minelli, que foi acusado de participar de atentados terroristas na cidade e que teria "se suicidado" - jogando-se do prédio da delegacia da cidade em 1969. Usando muita ironia e sarcasmo, Fo ambienta a história na busca policial por um suposto "doente mental", que assume diversas identidades. Ele teria "provas" de que o suicídio de um anarquista foi, na verdade, um assassinato cometido por policiais.
A peça de teatro e consequente livro sobre a trama causou mais de 40 processos contra o escritor que, para evitar mais problemas, adaptou a obra para ambientá-las nos Estados Unidos, mais precisamente na Nova York da década de 1920, onde um fato semelhante ocorreu com Andrea Salsedo.

- "L'Anomalo Bicefalo" ("O anômalo bicéfalo", em tradução livre), de 1999, que escreveu ao lado da esposa Franca Rame, ironiza o ex-premier italiano Silvio Berlusconi e trata sobre questões políticas, econômicas e judiciais do "Cavaliere". Na peça, Fo interpreta um premier que, após perder a memória por causa de um acidente, começa a falar a verdade sobre tudo que fez durante sua vida.
A obra também foi alvo de processos e chegou a ser proibida de ser transmitida pela televisão temporariamente por causa da ação do político Marcello Dell'Ultri, citado em processos relacionados a Berlusconi.

- "Quasi per caso una donna: Cristina di Svezia" ("Uma mulher quase por acaso: Cristina da Suécia", em tradução livre), que foi o último livro escrito pelo italiano e será lançado em dezembro deste ano, conta a história da soberana que reinou entre os anos de 1632 e 1654.
Com seu olhar peculiar sobre a história, Fo retrata a mulher "fora do comum" e que foi educada por seu pai como se fosse um homem.


A comédia é a forma de expressão mais elevada que conheço



A ressurreição de Lázaro - Com Dario Fo



Para encerrar,
uma entrevista em 1984


A Humanidade muda só na aparência