.

Terça, 2 de setembro de 2014 - parte 2


Atualizado diariamente até o meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.








ponto do dia



QUE FEIO, SOSSELLA!!


(lica em cima que amplia)



A informação está no Videversus, do jornalista Vitor Vieira (http://poncheverde.blogspot.com.br/):


PRESIDENTE DA ASSEMBLÉIA GAÚCHA, DEPUTADO GILMAR SOSSELLA (PDT) ESTÁ SENDO INVESTIGADO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL E PELA POLICIA FEDERAL POR FRAUDE ELEITORAL E CONCUSSÃO

O presidente da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado Gilmar Sossella (PDT), está sendo investigado pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal pelos supostos crimes de fraude eleitoral e concussão.
A investigação da Polícia Federal foi instalada por ordem do Ministério Público Federal, ainda na sexta-feira, assim que saiu a denúncia em Videversus de que o superintende geral da Assembléia, Artur Souto (ex-chefe de gabinete de Sossela), estava pressionando diretores do Poder Legislativa para que comprassem ingresso no valor de 2.500 reais cada para jantar de apoio à candidatura de reeleição do deputado Gilberto Sossela.
Os diretores eram ameaçados de perda do cargo se não comprassem o convite. Um desses diretores, Nelson Delavald Júnior, negou-se a comprar o tal convite e já foi demitido do cargo. Os cargos em chefia no Departamento de Informática tinham até a sexta-feira para comprar o ingresso para a janta, ou também seriam demitidos. A mesma pressão foi exercida sobre os detentores de cargo em chefia no Departamento de Gestão de Pessoas.
As intimações para depoimento nesta segunda-feira, na sede da Superintendência da Polícia Federal, na Avenida Ipiranga, foram expedidas na própria sexta-feira.
Pela manhã, às 9 horas, deverão depor Nelson Delavald Junior e o superintendente Artur Souto. Pela tarde, às 14 horas, deporão outros dois diretores. Carla Poeta, diretora de Gestão de Pessoas, já reafirmou que vai confirmar tudo no seu depoimento, e estará levando documentos para apresentar à Polícia Federal.


Terça, 2 de setembro de 2014


Atualizado diariamente até o meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.








ponto do dia




EM PORTO ALEGRE, POSTOS DE SAÚDE
DO CASARTELLI SÃO UMA... UMA BOSTA!!





Não apenas os postos de saúde. Tudo que se refere a Saúde é um caos em Porto Alegre.
O descaso tem nome: Carlos Henrique Casartelli, secretário da Saúde. Aquele mesmo, que adora gastar o dinheiro do SUS para comprar livros. Lembram? O "executivo barnabé" comprou 50 mil exemplares do livreto Zumbi das Pedras, em 2013, por incríveis 750 mil reais!! Dinheiro que deixou de ser aplicado na Saúde de Porto Alegre. Mas, aguardem, existem vários processos judiciais em curso que vão elucidar devidamente toda a "negociação" - para não escrever outra palavra, real.
Não sei se já notaram, mas o executivo barnabé sempre está nervozinho, saltitante, quando vão entrevistá-lo sobre qualquer problema na área. Como os problemas são diários ele está sempre nervozinho.
-
Conto uma história. Rapidinha.
Há uns anos, sem plano de saúde e com uma tosse muito chata, um amigo me disse para consultar no Posto de Saúde Modelo, perto de onde moro. E indicou uma médica. Naquela tarde mesmo fui lá. Na recepção disse que queria marcar com um clínico geral. E dei o nome da médica. Rapidamente, o atendente me mandou voltar no outro dia, às 14 horas.
Cheguei um pouco antes e não esperei 15 minutos.
A médica me atendeu muito bem, conversamos bastante e, incrível, até me olhava. Pediu os exames tradicionais e uma radiografia do pulmão. No mesmo dia fui marcar a radiografia - na avenida Venâncio Aires. Cheguei lá e fiz na hora! Uau!! Os exames fiz no outro dia, de manhã. Com a radiografia e os exames voltei ao posto de saúde para marcar. Ficou para o outro dia. Me prescreveu um antibiótico - o pulmão estava legal - e entrei numa pequena fila parta pegar o medicamento.
A tosse não me incomodou mais.
Fui outras vezes lá e a médica sempre me atendeu muito bem.
-
Hoje, na "gestão Casartelli", sabe como funciona?
Parece piada, mas não é.
Para marcar uma consulta com clínico geral, o infeliz tem que comparecer às terças, das 8 às 16 horas. Só que os atendentes te dizem para chegar às 7 horas, "porque quando abre já não tem mais ficha".
- Como assim? Ficha?
- É, quando abre antes das 8, a fila é enorme e não sobra nada.
- Então, por que vai até às 4 da tarde?
- Sei lá!
-
Ginecologista?
A infeliz tem que chegar lá às 6 da manhã,para tentar uma ficha. Às segundas.
-
Não é uma bosta a saúde do Casartelli?
-
Este é apenas um exemplo, mas "funciona" assim em toda Porto Alegre!!
FEDE!!





* * * * *


ponto do vídeo


Propagandas fantásticas. Uma delas é com o cantorWaldick Soriano. Maravilhosa!!





* * * * *


ponto das respostas


Os três galãs de ontem. Poucos conseguiram acertar. Faltaram mais dicas.

Ruy Gessinger

Nilton Fernando

(clica em cima que amplia)

Na escada, de camisa quadriculada, Adroaldo Guerra Filho



* * * * *


ponto midiático



O PODEROSO - Causou muito frisson o post de ontem sobre Vitor Raskin, o Poderoso!!
Comprovado: NINGUÉM pode tentar se meter com ele.
--
TUDO EM PAZ - Entre Diego Casagrande e o Grupo Band.
Pelo menos é o que circula na redação da Band TV.
--
PAREM AS ROTATIVAS!! - Me informam que Cláudio Brito, o popular carnavalesco Magistrado, disse em um programa na madrugada de segunda, que a Rádio Gaúcha não vai transmitir o Carnaval 2015.
-
Também desistiram das emocionantes transmissões de concursos de misses, de corrida de carros e até mesmo de cuspe a distância!!
--
SENSACIONAL - No Zero Hora, claro!!

Supostas fotos de estrelas de Hollywood nuas são divulgadas na web

Hacker teria invadido as contas das atrizes na nuvem iCloud

-
Tudo nos conformes: "supostas". "teria invadido". Sabe como é, uma dessas estrelas pode processar o Zero Hora. Hahahaha!!!!
Outra: "estrelas nuas". Claro, se estivessem de roupa...
-
Olhem o primor do primeiro parágrafo (não consegui ir além):

Fotos que supostamente mostram estrelas nuas, como a atriz Jennifer Lawrence, foram divulgadas em redes sociais no domingo, no que parece ter sido um ataque virtual de um hacker. Segundo os sites Mashable e Daily Mail, as imagens teriam sido obtidas através de acesso ilegal a contas de armazenamento de dados na nuvem iCloud.
-
HAHAHAHAHA!!!!
E "nuvem iCloud"? Todo mundo sabe o que é essa coisa!!!

--
SOBRE LENTES E PAPAGAIOS - Escreve o Caco Belmonte:

Por necessidade de trabalho, além de caneta e papel, ultimamente tenho andado com máquina a tiracolo. Neste curto período, fiz duas constatações. A primeira é que a maioria das pessoas trata o fotógrafo como arigó; talvez, porque boa parte dos que exercem a função, sobretudo fora das grandes centros, apenas aperta botões no modo automático. Qualquer símio é capaz de disparar um flash, desde que adestrado. A outra constatação diz respeito ao célebre “papagaio de pirata”. Tem vários tipos e alguns são profissionais, capazes de protagonizar mesmo em segundo plano no enquadramento. É quase uma doença, um vício incontrolável, como no caso desta foto, cujo propósito era registrar o resultado de um asfaltamento em avenida de Porto Alegre.


--

PRÊMIO PRESS - Começa nesta quarta, no www.revistapress.com.br o período de indicações para mais um Prêmio Press. As duas primeiras etapas, a do Voto Popular e a do Voto Profissional se estendem até o dia 31 de outubro.
Depois disso, a relação dos cinco finalistas em cada uma das 16 categorias de premiação passará pelo Júri de Lideranças, formado por 30 personalidades do mundo político, empresarial e institucional do Estado. O resultado será conhecido na grande festa, que já está sendo preparada para o dia 25 de novembro, no Teatro Dante Barone.
Esta edição marca o 15º aniversário do Prêmio Press, que já se consolidou como o principal evento de imprensa do Rio Grande do Sul e o maior e mais concorrido prêmio do jornalismo brasileiro.
O mote da campanha de divulgação deste ano tem a ver com os grandes acontecimentos que foram notícia, no Brasil e no mundo, e que mobilizaram os profissionais de imprensa nestes 15 anos. As peças promocionais relacionam fatos que ainda não haviam ocorrido em 2000, primeiro ano do Prêmio Press, como o ataque às torres gêmeas, a posse de Barack Obama, os grandes títulos do Internacional, a Batalha dos Aflitos, etc.
Para este ano, foram planejadas algumas novidades, que ao longo dos próximos dias serão divulgadas.
O Prêmio Press 2014 tem o patrocínio do Sistema Fiergs, Sistema Fecomércio, CIEE-RS, Sicredi, Sinduscon, Sticc e o apoio de Krim Bureau, Sindirádios e Assembléia Legislativa do RS.



* * * * *


ponto da eleição


SIMON, O SONOLENTO - Em 26 de agosto escrevi o post PEDRO SIMON, HOJE, O SONOLENTO
Me enganei feio. PS, na TV e no rádio, está um gurizão! Pra variar, dá um banho com seu discurso direto e franco. O jingle, "a musiquinha do Simon", é um espetáculo. Uma amiga, ao escutar pela primeira vez, saiu cantando. O programa do Simon é muito bom, dá de relho nos demais. A impressão que dá é que o programa do Sartori, candidato ao Governo, é produzido por uma equipe que ainda está no século passado; o do Simon vai na pleura do eleitor.
Olívio sempre com a tradicional pose teatral, roupinhas simples para encarar o ônibus da zona norte; Lasier fazendo o seu comentário do Jornal do Almoço - e quando tenta sair disso passa a impressão de estar numa peça de teatro amador.
Sei não, se cuidem com o Turco!!
-
Não encontrei no YouTube os programas do horário eleitoral deste ano.
Dá uma olhada no de 2006. Quem tem história...





* * * * *


ponto g


SOMOS TODOS RACISTAS

NOTARAM?
Praticamente não houve reação a respeito da denúncia de ontem, no ponto do dia, "1 - RACISMO EXPLÍCITO EM VEÍCULO DA RBS!!.
Curioso. Significa que as as pessoas que leram o post acreditam que é normalíssimo o RH de uma empresa pedir "trabalhador homem e branco". E não foram poucos os que leram - começamos o mês com uma audiência bem acima do normal.
Taí, não é racismo convocar trabalhadores brancos.
Racismo é a guria chamar um jogador de futebol de "macaco".
Entenderam?
Além de racistas, somos hipócritas.
-
Recebo do Daniel Claudio Paredes:

Ilustração do perfil do Daniel no Facebook
Lamento em saber que empresas e empresários tenham ainda preconceito com relação a sexo, idade e etnia, mas é um fato que existe, e contra o preconceito somente educação e gerações para acabar. Mas não entendo como preconceito o termo ideal usado pelo colunista do blog do Loetz, pois ele está refletindo o que acontece na prática das empresas daquela região.
Já sofri com o tal "ideal", certa feita respondi a um anúncio de vaga no escritório de uma revenda de automóveis. Passei a manhã toda em testes para ser então entrevistado por alguém do DP, que ficou de entrar em contato em uma semana. Quando saí do escritório, por volta do meio dia, encontrei um conhecido que trabalhava na oficina da revenda, que me disse que perdera o meu tempo, pois seria o contratado "moça branca entre 22 e 25 anos"; voltei e perguntei no DP se tal era verídico, e me disseram que era e que o anúncio não especificava este detalhe pois a "Lei" proibi discriminação.
Ora, eu e mais umas vinte pessoas perderam tempo porque a Lei impõe um cinismo. A verdade, apesar de dura e cruel, ainda assim é melhor que a falsidade.
Lembrei de certa feita que uma prefeitura abriu 2 vagas para auxiliar de cemitério. Mais de 20 moças e diversos rapazes pagaram a taxa de inscrição, realizaram o teste escrito, todas as moças passaram, mas a contratação se dava em uma ultima etapa que era a prova de capacidade física: abrir uma cova padrão no menor tempo.
Não preciso dizer de qual sexo foram contratados os novos coveiros.

--

O jornalista Raul Rübenich escreve no blog raulrubenich.wordpress.com:

YES, NÓS SOMOS RACISTAS. SÓ NÓS?

Com isso chego a uma parte importante da história atual que colocou outra vez o “Sul” nas manchetes da mídia nacional, fato esse que me deixa intrigado. Aranha, o goleiro do Santos no jogo que condenou a “torcida gremista racista”, havia começado o segundo tempo recorrendo, sem muitas originalidades, àquilo que boa parte – pelo menos dos jogos que eu assisto – dos seus colegas posição recorre, quando o time joga no campo do adversário, está em vantagem mas sente que o tempo restante será longo e penoso, se eles não fizerem nada para melhorar a situação.
O que fez o Aranha? Atrasou ostensivamente, de todas as formas possíveis, o andamento do jogo. Atrás dele, estava a torcida Geral do Grêmio, que fica, nas novas arenas, bem mais perto do campo de jogo. A essa altura, logo se começa a imaginar a mais provável reação dos torcedores ao antijogo escancarado declarado do goleiro. Nomear um porta-voz para reclamar junto a ele, em audiência mediada pelo árbitro e invocando os dispositivos do Estatuto do Torcedor, que fizesse a gentileza de não prejudicar, com seu procedimento, os interesses do Grêmio?
Se assim não fosse, que recorresse à experiência decorrente da profissão, lá em cima lembrada pelo ex-árbitro com quem conversei, para tudo aquilo que fatalmente começariam, os mais desbocados, entre os quais a jovem aquela da manta ostensivamente gremista, a gritar – de desespero, de ansiedade, ou só para bagunçar o coreto?
A resposta, nem o mais tacanho dos torcedores iria errar. E, como declarou Aranha, se a partir dos 30 minutos da segunda etapa ele não suportou mais as ofensas e foi pedir providências a quem de direito, já é um sinal de que esse comportamento dele começou mesmo cedo nessa segunda etapa que pode ter sido terrível para os interesses do Grêmio. Mal ou bem, Aranha se transformou no astro da noite. Pois, se transformados em realidade os prognósticos dos dirigentes da ínclita CBF e dos indignadíssimos comentaristas paulistas, o custo final dessa comprovada erupção de injúrias de caráter racial pode ser, para o Grêmio, muito maior do que foi para o Coríntians, por exemplo, o fato de um dos integrantes da Geral deles ter matado com um foguete – lembram? – um jovem torcedor boliviano, lá mesmo na Bolívia.
Na ocasião, pelo menos do que eu depreendi, houve quem sugerisse, mesmo que “de brincadeira”, a invasão da Bolívia, se o “compañero” Evo Morales não devolvesse os torcedores presos naquele estádio como suspeitos da autoria do crime – por sinal, a mesma palavra define, segundo as nossas leis, matar uma pessoa e/ou lançar uma injúria de conotação racial.

É ASSIM MESMO?
Dr. Fábio Koff, presidente e candidato à reeleição. Está aberto o caminho para a falência do Grêmio. Exagero? Some uma eventual suspensão do mando de campo e os respectivos custos financeiros, a possibilidade de uma eliminação da Copa do Brasil aos pontos que já existem interessados em retirar da nossa tem tão folgada situação no Campeonato Brasileiro, e pense que, na próxima vez que o Grêmio estiver jogando na Arena, e, pra variar, ganhando, a situação pode se repetir, com alguns loucos – da Geral agora suspensa ou de outra organizada, caindo da provocação de ofender um adversário negro – desculpem, não é preconceito, apenas a lei, pois não me consta que chamar alguém de “alemão p…”, “japa…”, “gringo…”, seja proibido – só para levar outra suspensão, perder cada vez mais mandos de campo e, assim, acabar não tendo dinheiro não para a compra da Arena, mas simplesmente para a manutenção de sua posse. E aí?
O Olímpico, tudo indica, já é da OAS, iríamos arrumar outro tanto para construir uma nova arena ou iríamos diretamente para a segunda, terceira, … divisões, sempre jogando em campinhos alugados a preço amigo? Falando nisso, jogando com quem? Algum dos “cracks” em nosso estoque atual admitirá ficar por aqui sem receber seus gordos salários? Eu, lamento informar, não tenho condições de substituir nenhum deles.
“Seo” Antoninho, onde o senhor estiver. O senhor foi um resistente, um lutador contra o preconceito. E ganhou sua briga. Lamento informar que eu estou pessimista, entendendo que aquela carga de preconceitos cuja existência comecei a descobrir observando – e, confesso, até não entendendo – a sua entrega, para o que desse e viesse, ao azul, preto e branco cantada pelo Lupicínio Rodrigues, parece um tanto sem rumo. Por isso tomo a liberdade de lhe pedir que interceda, aí nas Alturas, para que os bandidos – de todas as cores, não só os daquelas longínquas matinês no Cine Goio-En, em Montenegro – não ganhem essa briga. Mesmo não sendo um modelo de religiosidade, garanto que o “Seu” Ribiniche entraria com força total nessa briga.



* * * * *


ponto da piadinha




-





* * * * *


ponto final



ELA ANUNCIA A SATANÁS QUE ENTRARÁ NA POLÍTICA

O show começa no minuto 9. Vai direto.




-

Da www.novaagenciagospel.com.br:

Na íntegra:

Ana Paula Valadão diz que apoia Marina Silva

Ana Paula Valadão declarou hoje sua posição eleitoral para presidente , elogia a candidata a presidência Marina Silva e diz que apoia totalmente sua candidatura , Ana ainda diz que ora por isso , ora para que Marina Silva seja nossa futura presidente. E convida a todos para estarem ligadinhos hoje no debate as 22h na Band .
Assim com Ana Paula Valadão muitos cantores tem demostrado o interesse em determinados candidatos , devemos sim conhecer cada um dos candidatos para então tomar  uma decisão consciente do nosso voto .
Não é pecado falar de política , é pecado se vender por um voto , Não é pecado falar de política dentro da igreja , afinal é do nosso país que estamos falando. Vamos aprender a dividir o que é correto do que é errado . Amo meu país e prezo por um futuro melhor com a paz de Deus .
”Em homenagem à minha candidata , oro para que ela seja minha futura presidente!
Hoje vou assistir e orar pelo debate na Band às 22h
Sou Marina 40  Eu não vou desistir do Brasil ”
afirma Ana Paula Valadão – Líder do ministério de louvor Diante do trono .

Segunda, 1º de setembro de 2014


Atualizado diariamente até o meio dia.
Eventualmente, a tarde, notícias urgentes.








ponto do dia




VAMOS TRATAR DE RACISMO?
NA REAL? SEM FRESCURAS?


1 -- RACISMO EXPLÍCITO EM VEÍCULO DA RBS!!



(clica em cima que amplia)

http://wp.clicrbs.com.br/loetz/2013/10/17/empresas-de-joinville-tem-7-mil-vagas-em-aberto/?topo=84%2C2%2C18%2C%2C%2C84


No detalhe:

(clica em cima que amplia)




O detalhe do detalhe:



-

Aí, uns canalhas vão dizer assim:
- Ah, mas isso é de 17 de outubro de 2013!!
Pois é, mas está no arquivo do clicrbs. Do grupo empresarial que se orgulha de ter um "rígido código de ética", que vive dando moral de cueca/calcinha todos os dias!!
E, lembrem, os principais acionistas do Grupo RBS são de origem judaica.

-

Olha só os comentários do post:

Comentários (23)

  • Fernando diz:17 de outubro de 2013
    Branco? Como uma empresa vai anunciar a vaga com uma preferência dessas?
  • Juliana Wilke diz:17 de outubro de 2013
    Loetz, como jornalista sempre fui sua seguidora e me inspirastes várias pautas, inclusive, mas não pude deixar de comentar esta nota, no que te referes à preferência dos trabalhadores “homem, branco, de 25 a 35 anos de idade”. Sei q só estás reproduzindo a informação, mas há de convir que ela está recheada de preconceito, de gênero, idade e o mais grave, de raça. Aliás, gostaria de saber dos empresários joinvillenses, em que difere o potencial de um branco do de um negro.
    abs, Juliana
  • Mário diz:17 de outubro de 2013
    Acredito que seria certo retirar o termo homem branco do texto, pois se mostra extremamente preconceituoso.
  • Sérgio Zeh diz:17 de outubro de 2013
    “O PERFIL IDEAL(?) de trabalhador procurado é homem, BRANCO, de 25 a 35 anos de idade.”
    Estou 13 anos fora de Joinville, e não sabia que o racismo está tão forte em Joinville.
    É permitido por lei o empregador pedir este “perfil ideal”?
  • Leonardo Barbosa diz:17 de outubro de 2013
    Por que o perfil exigido é homem branco? A cor da pele interfere no potencial do candidato??
  • GABRIEL diz:17 de outubro de 2013
    Esse levantamento sobre a quantia de vagas em aberto só reflete a filosofia e mentalidade dos gestores e/ou recrutadores joinvillenses. Comento isso por experência própria, pois tenho 41 anos, curso superior, experiência de mais de 12 anos em grandes companhias em área adm/coml, boas referências e sou elegantemente ou discretamente desclassificado devido a idade ou pretensão salarial (sendo que o que peço está dentro dos parâmetros praticados para a função). As empresas preferem contratar pessoas inexperientes, em começo da vida profissional e pagar metade do salário praticado no mercado e quando são deixados na mão, entram para as estatísticas da falta de mão-de-obra qualificada. Outro fator é que as empresas pedem uma qualificação extremamente alta e pagam salários comparados a escolaridade de nível médio.
    Temos empresas de grande porte, com aspirações de primeiro mundo e com mentalidade de gestão humana de terceiro mundo.
  • Cassio R Eskelsen diz:17 de outubro de 2013
    E depois dizem que não existe racismo no Sul
  • maristela costa diz:17 de outubro de 2013
    AUXILIAR DE PROF EDUCAÇÃO INFANTIL….OPERADORA, CONFERENTE DE EXPEDIÇÃO. BALCONISTA DE LOJAS
  • Francisco Nascimento diz:17 de outubro de 2013
    Lamentável o perfil exigido “branco” nos dias de hoje. Racismo é crime e vergonha.
  • Ricardo diz:17 de outubro de 2013
    É uma pena que 6500 das vagas são na produção ou em vagas operacionais com baixíssimo salário bem abaixo da média salarial. Pois não esta fácil entrar no mercado de trabalho e ser reconhecido.
  • Pedro Paulo diz:17 de outubro de 2013
    Não sei onde essa pesquisa foi feita. Pois sou branco, tenho entre 25 a 35 anos de idade, um belo currículo, pós graduado e com boas experiencia e estou a 5 meses desempregado. Sou um pouco culpado também, por não aceitar ganhar menos de R$ 1.000,00 como tem muitos empregos por ai. Os empregadores estão querendo o profissional perfeito oferecendo o pior beneficio/salário. Agora sera que é realmente é culpa minha? Assim fica complicado crescer na vida depois de ter gasto mais de cinquenta mil apenas em estudo.
  • Elvis diz:17 de outubro de 2013
    Especificar idade, sexo e raça não é crime?
  • Elvis Pfützenreuter diz:18 de outubro de 2013
    Se a mentalidade é esta — de discriminação contra raça, sexo e idade — então todas estas empresas com vagas em aberto devem ir à FALÊNCIA e que importemos tudo da China.
  • Eduardo moreira diz:18 de outubro de 2013
    Qual a diferença do trababalho de um “branco” e o trabalho de de trabalhadores de outras “cores” ???? vc tem certeza de que esses anuncios são do SEC XXI ?
  • Brenda diz:18 de outubro de 2013
    me admira que as pessoas se assustaram com o “branco”, mas com o “homem” não. Não é só racismo, é machismo também!!!
    Fora o preconceito com a competência de gente mais velho ou mais novo. Nossa! Uma pessoa de 40 anos é menos competente que uma de 35?
  • José Claudio diz:18 de outubro de 2013
    Mais um pouco e vão exigir teste genético para comprovar a ascendência ariana…
  • Márcio Priess diz:18 de outubro de 2013
    Notícia infundada, nunca vi nenhuma vaga sendo anunciada com esse perfil, especialmente aqui, na maior cidade do estado de SC. Façam me o favor.
    E diferente do que disseram em alguns comentários, aqui em Joinville estão situadas várias empresas listadas na pesquisa da Exame, como as melhores para se trabalhar no Brasil. Façam uma pesquisa breve e comparem.
    Abraço a todos !
  • Jeferson diz:19 de outubro de 2013
    Sério? Não precisa ser loiro e de olhos azuis também?
    Será que há relação do desemprego entre as camadas descritas na reportagem com a forma preconceituosa e racista com que se escolhem os candidatos às vagas?
    Lamentável.
  • Joelma Maria diz:19 de outubro de 2013
    O preconceito existe e é camuflado pelas empresas, pelas pessoas. O Sr. Pedro Luiz Pereira- o entrevistado- apenas falou a verdade, ou seja qual perfil de candidato as empresas pedem e o jornalista a publicou. Agora vamos combinar né leitores, o racismo CAMUFLADO existe no Brasil inteiro…NÃO É NOVIDADE PARA NINGUÉM! !! O que me indigna é que mesmo saindo uma reportagem dessa num jornal de “renome” ninguém e punido. Lamentável…
  • Venicius diz:19 de outubro de 2013
    A empresa de Joinville acreditam que os negros são incapazes? É isso mesmo???
  • Leo diz:29 de janeiro de 2014
    EXTREMAMENTE VERDADE. Digo por experiência própria. Tentei a vida em Joinville, vindo do Rio de Janeiro, e mesmo com meu vasto currículo, na hora da entrevista era nítido o desinteresse das entrevistadoras quando viam que se tratava de um negro, não imaginavam que um currículo com nível e experiência vasta fosse de alguém que não é branco. Voltei para o Rio de Janeiro basicamente por isso, sei que tenho mais competência que muitos loiros de olhos claros, porém em GRANDE parte do Sul isso não é tudo.
  • José Teodoro Costa diz:26 de maio de 2014
    Gente, está passando da hora de os ainda estudantes de graduação e recém formados de cursos superiores se preocuparem não apenas em terem “diplomas de cursos superiores” mas também com a qualidade do que aprendem em relação ao mercado de trabalho graduado e com implementações de políticas estratégicas de desenvolvimento tecnológico no Brasil. Já se preocuparam em saber se o crescimento da população economicamente ativa de nível superior tem sido acompanhado pelo crescimento dos postos postos de trabalhos de nível superior. … As respostas sérias para essas e outras perguntas correlacionadas explicam muitos “fenômenos sociais indigestos de se assimilar no Brasil.
  • Juarez Silva.(Manaus) diz:30 de maio de 2014
    Não é nenhuma novidade e não ocorre só no sul…, enquanto negro descobri isso logo na época do estágio universitário (há quase 30 anos atrás…), por melhor que seja o Curriculum, a apresentação para a entrevista “enterra” a esmagadora maioria das oportunidades. O engraçado da história é que os anti-cotas usavam como argumento a ideia que todos os negros formados sofreriam discriminação profissional “por causa” das cotas universitárias …. (como se isso já não fosse uma realidade muito antes de se falar em cotas no Brasil) .
E ISTO ESTÁ NO AR HÁ QUASE UM ANO!!!
CADÊ AS POLÍCIAS? E O MINISTÉRIO PÚBLICO?
E AS ENTIDADES QUE COMBATEM O RACISMO?

--

No Zero Hora, sábado, 30 de agosto de 2014




Viram?
A polícia procura UMA guria que cometeu racismo. UMA!!



* * * * *



2 - TODOS SOMOS RACISTAS






Coitada da guria que apareceu num vídeo, na semana passada, vestida de gremista, falando "ma-ca-co". Pelo que li, vai ter que se mudar do RS, porque a vida dela já deve estar insuportável. Curioso é que a impressão que dá é que só ela gritou "macaco". Mas eu queria que me contassem quantos foram. E não foram poucos, porque o goleiro do Santos ouviu perfeitamente.
Deduzo que o estádio inteiro gritou "macaco". De alguma forma. Os que tiveram coragem de "insultar", claramente, como a guria, e os menos voluntariosos, que apenas esboçaram um sorrisinho ou murmuraram a tal palavra. Ou não?
Por favor, vamos parar de dissimulação!!
E essa loirinha aí de cima? Está lá, num post do Facebook. Engraçadinha, né? Bonitinha a guria!
Desde o episódio da cantoria no Gre-Nal sobre a morte do ídolo colorado Fernandão - "O Fernandão morreu..." - que leio e ouço pessoas falando que se envergonham de serem torcedores do Grêmio ou do Inter. Cheguei a ler e escutar que quando o craque Dener, que jogou no Grêmio, morreu num acidente de carro, enforcado pelo cinto de segurança, alguns colorados foram ao estádio exibindo cintos de segurança.
Quer dizer, a cantoria se justificaria pela mostra dos cintos. OK?
-
Por vários motivos não vou a estádios de futebol há muito tempo. Não conheço os dois estádios novos. E nem quero conhecer. Não suporto estes torcedores. Aliás, jamais gostei dos torcedores tradicionais, que cantam, em brados, aquelas "músicas" recheadas de palavrões para "ofender" os adversários. Não gosto do tipo de discussão sobre times - a não ser quando não passa de brincadeira.
Pelo que noto, a distância, é que a rivalidade é cada vez maior. Entre pessoas de todas as idades e sexos.
Por isso as mortes, os graves ferimentos e, triste, o rompimento de amizades.
Tudo por uma partida de futebol. E até por um lance de uma partida.
-
Notaram que, paralelo a esta absurda situação, todos querem ser politicamente corretos?
-
Antes, vamos tentar encontrar os responsáveis por esta selvageria.
Primeiros na lista, vários bucéfalos que foram e são dirigentes dos clubes.
Sempre incentivaram a idiota "grenalização", coisa de sociólogo de boteco. Os mesmos que adoram dizer que o gaúcho é "maragato ou chimango", "gremista ou colorado", que enaltece a "pátria gaúcha".
Os imbecis sempre se utilizaram das rádios e TVs para incentivar esta boçal rivalidade.
-
Alguns jornalistas e radialistas apostam SEMPRE na tal "grenalização". Passam os dias destacando novos "craques incontestáveis" de um dos times, apoiando qualquer tipo de rivalidade.É guerra pra cá, batalha pra lá. Sempre é um festival bélico!
-
Sabe aquela história, comum há muitos anos, de que "político não presta", "não gosto de política", "é tudo ladrão"? Estas "verdades", incentivadas diariamente pelos grandes grupos de comunicação, geraram alguns monstros como o Collor. E agora estão conseguindo criar mais um.
Não tem nada a ver? Calma.
Em 2006 (?) estava assistindo a um Gre-Nal em um grande bar na Cidade Baixa e lá pelas tantas, "torcedores" começaram a destruir banheiros químicos. Sabe o que aconteceu no restaurante? Gremistas e colorados começaram a gritar, cantaram as musiquinhas cheias de palavrões, urravam! A imensa maioria dos que estavam lá agiram assim. Terminada a partida fiquei sentado olhando as caras. Pessoas normalíssimas - casais amorosos de mãos dadas, pais com os filhos, por aí.
Vocês entendem, esses não são episódios isolados.
Meu Deus, chamar um jogador de "negro fedorento", "macaco" sempre foi considerado "coisas do futebol". Assim como o coro para o juiz - "filho da puta".
Quem não lembra, há uns anos, um engraçado programa na Band TV, Folharada, onde os colorados apareciam com macaquinhos e alguns até com fantasias?
-
Querem passar a impressão de que só a guria, que está sendo expulsa do Estado e mais três ou quatro, gritaram o tal "macaco", Mas eu tenho absoluta certeza de que todos os que estavam no estádio comentaram com uma pessoa ao lado ou pensaram, a cada defesa do goleiro Aranha, algo parecido:
- Nego filho da puta, como é que defendeu isso?!
Ou então:
- Macaco de merda, vai defender os culhões do teu macho!!
Não preciso ser adivinho para saber disso.
Se fosse loiro?
- Esse alemão do cu vermelho!!
E por aí em diante, é substituir o tipo.
-
Não me venham com teses politicamente corretas, por favor!!
Esse tipo de comentário/afirmação acontece no dia a dia de TODOS.
"Essa bicha velha nojenta!!", "Isso aí deve ser até sapatão!!", "Balofo, vai encher o teu cu de comida!!", "Nega gostosa", "Gringo bodoso!!", "Loira burra e fedida!!", "Japa de pau pequeno!!", "Esse ladrão só podia ser negão!!", "Alemão nazista!!", "Perneta passado!!", "Aleijado metido a vítima!!", "Velho gagá e de merda!!" e por aí afora.
Isso faz parte, repito, do nosso dia a dia, mesmo que a gente não fale - mas pense. Claro que me patrulho, assim como muita gente. No entanto, faz parte da nossa cultura. Tanto que há algum tempo não falo mais "bichinha", "sapato", entre outros.
Mas, peraí, amigos queridos continuo chamando de "Negão", "Alemão", "Gringo", "Gordo"; continuo brincando com amigos - "Ai, a boneca ficou nervosa?" e muito mais.
-
É isso, vamos parar com hipocrisia!!
Afinal, há poucos meses, quantas "celebridades" bradaram:
- SOMOS TODOS MACACOS?
-
Mesmo atrasada, a celebridade lá de casa, a Gabriela, mostrou neste domingo que também está na campanha "somos todos macacos".





* * * * *


ponto da fotografia


Quem é o galã, nos anos 70?

Respostas para jlprevidi@gmail.com




-
E este galã? Quem é?

Respostas para jlprevidi@gmail.com






* * * * *


ponto do palpite


Walmor de Angeli Sperinde envia:

Te repasso esta foto tirada no Colégio Santo Antônio do Partenon. Eu estou na escada, na diagonal, três posições acima, encontramos uma figura que hoje é um renomado comentarista esportivo. Quem é?
(rindo, de braços cruzados e camisa xadrez)

Respostas para jlprevidi@gmail.com

(clica em cima que amplia)




* * * * *



ponto dos sumidos



Desfeito mais um mistério!!


No ego.globo.com:

20/03/11 - 12h09 - Atualizado em 21/03/11 - 09h41

Por onde andam as trigêmeas gaúchas que posaram para a ‘Playboy’?

Vinte anos depois do ensaio, Renata, Lílian e Marilise Porto continuam ‘trilindas’, aos 37 anos.
Marilise, Renata e Lílian

O Rio Grande do Sul não é mais a casa das três desde a época da “Playboy”. O trio se mudou para o Rio de Janeiro e lá se estabeleceu.
Renata e Lílian continuam morando na cidade, com os respectivos maridos e filhos. A primeira se formou em Nutrição, mas hoje se dedica a cuidar dos filhos Tomás, de 4 anos, e Enzo, de 3. Lílian, psicóloga, está de licença-maternidade por conta da pequena Manuela, de oito meses.
A única que não mora no Rio é Marilise, que vive em São Paulo. Separada há um ano, ela está estudando Administração e pretende se casar novamente e ter filhos . “Minha hora vai chegar”, diz ela, bem-humorada. No futuro, tem vontade de se mudar para o Rio e ficar perto das irmãs e dos sobrinhos.
Mesmo cada uma tendo seguido seu rumo, as três são bastante unidas e se falam diariamente. De vez em quando, são reconhecidas na rua, principalmente quando andam juntas. “O pessoal mais velho se lembra ”, diz Lílian.
Vinte anos depois do ensaio nu, nenhuma delas aceitaria posar novamente. “Estou velhinha”, brinca Renata. Marilise também não quer saber de fama. “Não sinto falta de chamar atenção quando chego nos lugares. Posso ir à praia relaxada com meu corpinho de 37 anos, que ninguém vai ficar apontando”, diverte-se.
-
Para lembrar.
(Como dizia o meu pai, "que padarias!!")





* * * * *


ponto midiático


FECHOU O PAU NA BAND - Desde a semana passada, Diego Casagrande não apresenta mais os dois programas na Band - AM e News FM. Quebrou os pratos com Renato Martins, o diretor de jornalismo do Grupo.
Consta que pediu as contas.
O início da bronca? Renato não permitiu que Diego fizesse perguntas no debate de terça passada, com os candidatos ao Governo. Na verdade, não foi este fato que gerou toda a bronca. O diretor quer mandar em tudo, principalmente em detalhes irrelevantes.
Não consegui falar com o diretor do Grupo, Leonardo Meneghetti, nesta manhã.
-
Taí, boa pauta para os sites/blogs que tratam de comunicação.
-
DIEGO CASAGRANDE NÃO SE MANIFESTA SOBRE OS FATOS.
--

VITOR RASKIN, O PODEROSO - No ponto midiático de terça, 26 de agosto, publiquei:

ESSAS EDITORAS E SUAS CARTAS - No Zero Hora, podem virar colecionáveis as tais cartas "da editora". Dona Marta Gleich, a editora-chefe de humor do ZH, é imbatível. Agora, só pode ser por ciúmes, a editora do caderno-espiral Donna, dona Mariana Kalil, atacou com o espírito Zorra Total.
Vocês sabem que no início do mês ela fez uma baita onda, porque havia contratado Vitor Raskin, para a coluna Deu o Chic.
Aí,pouco depois, o demitiram.
A humorista publicou isso aí, no domingo passado:
(...)
Dentro do dinamismo da Donna, uma revista feminina de radares ligados sempre na busca por novos formatos e conteúdos relevantes para suas leitoras, agradecemos imensamente a colaboração de Vitor Raskin neste mês em que passou em nossa companhia e contribuiu com as publicações da coluna Deu o Chic.
-

Agora, no domingo, 31 de agosto, a editora interina de humor do caderno-espiral Donna, Marianne Scholze, em seu texto jocoso da "Carta da Editora", nos brinda com isso:
(...)
Assim, Donna Circula nasce tarimbada por três assinaturas reconhecidas no ambiente social e cultural de Porto Alegre: Fernanda Pandolfi, que assina a coluna Rede Social de segunda a sábado no Segundo Caderno de Zero Hora; Vitor Raskin, responsável pelo site Deu o Chic, consolidado pelos registros fotográficos dos eventos mais exclusivos; e Roger Lerina, jornalista de Zero Hora que chancela a coluna Contracapa, publicada de segunda a sábado também no Segundo Caderno de ZH.
-

HAHAHAHA!!!! SABEM O MOTIVO DE TRAZEREM O VITOR DE VOLTA?
Vitor foi contratado com altos elogios e dispensado sem uma explicação razoável, como notam acima. O que se diz no high society porto-alegrense (sim, também tenho as minhas fontes entre o glamour)? O ZH se rendeu a pressão das socialites e do "poder econômico"!. No popular, pressão de quem tem dinheiro e manda.
VR é muito bem relacionado em Porto Alegre e fora daqui. Entre seus amigos pessoais e intransferíveis esta Nizan Guanaes, que não teria gostado da forma como o Grupo RBS, do seu pupilo Duda, o presidente jovem e tímido, tratou Raskin, seu amigão.
-
Diminuíram o espaço dele - meia página - e sua coluna, agora, se intitula "Social". Antes era Deu o Chic. Mas o seu endereço está lá: deuochic@deuochic.com. E o mais interessante: Raskin continua com o seu site, deuochic.com. E não está hospedado no "portal" daq RBS.
-
Vitor Raskin, o Poderoso, conseguiu o que queria. TUDO!!
--
CÁ ENTRE NÓS - O caderno-espiral Donna tem uns mistérios.
Por exemplo, as bobagens do Fabrcio Carpinejar são editadas antes da maravilhosa Claudia Tajes.
A magistral Celia Ribeiro - texto elegante, uma aula para os googleístas - está depois de um "Classidonna".
Na contracapa? Deixa pra lá...
Pois é, sou velho, do tempo que existiam critérios de edição.
--

POR FALAR EM HUMOR DOMINICAL - Consolida-se entre os gaúchos a obrigatoriedade da leitura da "Carta da Editora" de Humor do Zero Hora, aos domingos. É sempre uma peça impagável, digna do Zorra Total!
Neste domingo não foi diferente.
Com este título qualquer mortal lê: Botas de chuva e dias ensolarados.
Fascinante!
Atentem para o primeiro parágrafo:
Semana passada chegou para aprovação uma despesa curiosa da Redação: compra de botas e capas de chuva. “A Expointer vem aí de novo”, pensei. O pessoal que planeja a cobertura lembrou bem: tão tradicional quanto a exposição de Esteio é... pisar no barro e estar debaixo de chuva por lá!
Uau!!! Isso é de gênio!!
Só mais uma.
Aqui neste Blog eu não tenho a coragem de escrever, numa segunda-feira, isto: "Hoje à tarde vai ser um sucesso a palestra do  Fulano". Simplesmente porque não podemos prever nada!
Aí a Editora de humor escreve, com a maior cara-de-pau:
Em 2014 o evento (a Expointer) tem um caráter especial. Por ser ano de eleição, o componente político ganha destaque. Neste sábado, estava prevista uma sabatina com os principais candidatos a governador na Casa RBS, para apresentação dos planos para o setor primário.
Meu Deus, a humorista se esqueceu que a baboseira está num JORNAL DE DOMINGO!!
E na edição não tem uma linha sobre a tal sabatina!! Pola, não registra!!!
--

E O XIXI DO ABEL? - Continuei a leitura da peça jocosa da dona Marta Gleich, editora de Humor do Zero Hora, até o final. E ela não tocou na xixizada que o técnico do Internacional deu num colunista do ZH e num comentarista da Rádio Gaúcha.
Só vi uma defesa dos dois jornalistas no Coletiva.net.
O xixi está lá em Sexta, 29 de agosto de 2014 - parte 2.
A pergunta ao Abel foi feita por um repórter da Rádio Gaúcha e a emissora transmitiu tudo, AO VIVO!!
Deve ter um motivo "ético".
Hahahahaha!!!!
-
No Sala de Redação, na sexta, falaram rapidamente do xixi do Abel.
Leia a reprodução:
Wianey Carlet: "Uma coisa que Grêmio e Inter tem em comum: os dois mudam as escalação de jogo para jogo. Não conheci a equipe que se afirmasse, ficasse forte e tal, mudando de escalação toda hora. O Grêmio e o Inter mudam a toda hora, a todo momento".
Kenny Braga: "Sempre se disse corretamente que um time só cresce tecnicamente pela repetição da escalação. Isso sempre se disse, isso é um lugar comum no futebol".
Wianey Carlet: "Os dois, Inter e Grêmio, mudam de escalação de jogo para jogo".
Kenny Braga: "Claro, daqui a pouco tu não pode escalar o cara que tá lesionado, é uma coisa óbvia, tá lesionado, suspenso, tu não pode escalar. Agora, se ele não está suspenso nem lesionado, tem que jogar. É evidente que o cara tem que jogar. Vai poupar o cara?".
(...)
Pedro Ernesto: "Nós precisamos pegar este ano e fazer uma avaliação profunda do que sao nossos times de futebol. Nós gastamos muito, investimos muito, somos obrigados a vender jogadores e ganhamos pouquíssimo, pouquíssimo. Internacional foi eliminado na Copa do Brasil levando cinco gols do Ceará. Tenha santa paciência, o Ceará deve gastar, olha, o Ceará gasta 10% do que o Inter gasta para fazer futebol, se gasta, perfeito?"
Wianey Carlet: "Mas tu olha para o time do Internacional, no time do Internacional, ninguém quer nada com nada, tá todo mundo feliz. Está todo mundo como disse o Fernandão aquela vez: tá na zona de conforto. Ninguém faz nada, ninguém corre, ninguém acelera o jogo e fica tudo por isso. Aí tu olha para a beira do campo e está o técnico ali, olhando o jogo, contemplando e tal, numa boa".
Pedro Ernesto: "Não fala do técnico que ele te dá nos dedos... tá, ô vendedor de pastel".
Wianey Carlet: "Só ataques pessoais, é o máximo que o Abel consegue encontrar para me atacar é atacar pessoalmente".
(...)
Wianey Carlet: "Lá, no Internacional, eu já ouvi conversas e tal que o Inter estaria disposto a tirar as cadeiras do local onde fica a Guarda Popular..."
Pedro Ernesto: "Não, o Giovanni não vai deixar".
Wianey Carlet: "Não pode fazer isso. Começam a fazer concessões, eu me lembro, ah, os meninos da Geral, nós vamos ter um espaço na Arena para eles e tal. Olha o que aconteceu, fugiu do controle. Não tem que fazer concessões".
--

BAIXOU O LEÃO LOBO - Paulo Roberto Falcão e Cristina Ranzolin almoçaram, neste final de semana, no restaurante Lá em Casa, em Canela.



* * * * *


ponto da eleição


NOME FALSO!! - O nome de registro da candidata Marina Silva é MARIA OSVARINA.
Não acredita? Vai pro Google.
--
MARINADOS - Vamos lá, assistam a este vídeo sobre o poder da oração, com a nova guru do Brasil!
Acostumem-se com o possível "Estado Evangélico".
O "milagre da conversão" é possível!!




--
MARINADAS E OUTRAS - Neste final de semana cansei de escrever. No recreio dava um pulo no Facebook e deixei algumas mensagens.
-
Estou cada vez mais impressionado com o "fenômeno Marina".
Muitas pessoas próximas a mim estão achando ela "a coisa mais querida, lúcida, preparada". O que é isso, meu Deus?
Continuo acreditando que essa coisa só fala abobrinhas ou junta palavras pra ninguém entender. E, pior, no auge de uma crise vai reunir o ministério para orar.
URUGUAI, LÁ VOU EU!!!!!
-
A torcida é muito grande!!
No Zero Hora de hoje:
Rosane de Oliveira: não será surpresa se Marina ganhar no primeiro turno
-
Meu amigo, jornalista Auber Lopes de Almeida fez este comentário em um post: Tem um vídeo dela (Marina) circulando no Youtube em que ela afirma que sofreu de uma doença grave, que foi se tratar nos Estados Unidos, mas só se curou no Brasil, com o poder da oração. Ela vai implantar o SUS Espiritual...
Já tinha pensado que se o poder da oração é tão forte, a Marina, o Everaldo, o apóstolo Valdemiro, o bispo Macedo, o Malafaia, deveriam requisitar um jato da FAB e fazerem um bem para os africanos, exterminando o ebola.
Não é isso?
(o vídeo está aí em cima)
-
Tenho lido muitos amigos, ligados ao PDT, defendendo em textos bem articulados a candidatura da Marina. O mote é a "esperança de mudança". O cara que não sabe "ler" cai neste papinho.
Não entro nesta discussão nos posts, mas me dá vontade de colocar lá um "Hahahaha!!!!", quando me lembro que o PDT mamou e continua mamando nas gordas tetas do PT - em poucos casos até roubando. Basta surgir a possibilidade de dona Dilma perder a eleição para que se tornem marinados desde criancinhas.
O que faria o Brizola vendo a companheirada agir assim? Meu Deus!!
--

DESVENDANDO MARINA

Rogério Cezar de Cerqueira Leite*

Não me sinto confortável em ter como presidente uma pessoa que acredita que o Universo foi criado em sete dias há apenas 4.000 anos
A inesperada candidatura da sra. Marina Silva à Presidência da República deixa perplexos tanto a população como a opinião pública, inclusive os mais avisados. Todos reconhecem sua honestidade e inquestionável obstinação pelo progresso do homem brasileiro. Mas, por que então esse embaraço? Essa inquietação? Detecto, em casos extremos, cidadãos bem-intencionados que dizem que votarão em Marina, mas que, consciente ou inconscientemente, preferem que ela perca. Por que essa ambivalência?
Não é por causa de seu apego a questões ecológicas, certamente, pois percebemos que as circunstâncias e as necessidades materiais imporão limites realistas a eventuais ações nesse campo. Não é por medo de inadequação em gestão, pois sua equipe, principalmente aquela que a assistia quando montava o seu partido, a Rede, inclui executivos, economistas e intelectuais reconhecidamente competentes. Resta considerar suas crenças mais intimas, inclusive religiosas. Minha convicção é a de que o comentarista não tem o direito de especular sobre a religião das pessoas que analisa. Todavia, há exceções quando se suspeita que essas crenças possam ter influência no bem-estar do povo. É o caso de fundamentalismos, inclusive o criacionismo.
Marina Silva, no passado, admitiu essa sua convicção. Ultimamente, evita discussões sobre o problema. Pois bem, não me sinto confortável em ter como presidente uma pessoa que acredita concretamente que o Universo foi criado em sete dias há apenas 4.000 anos, aproximadamente. Pois, para isso, é preciso ignorar a montanha de dados cientificamente incontornáveis e todo o patrimônio intelectual que a humanidade acumulou durante séculos. Percebo no fundamentalista cristão uma arrogância incomensurável, que apenas pode ser entendida como uma perversão intelectual, que não pode deixar de impor tendências cujos limites são imprevisiveis.
Muitos de seus seguidores vão perguntar qual seria a explicação para o fato de que tantos intelectuais (ou seriam pseudointelectuais) tivessem se integrado à Rede? Pois bem, Marina é um tesouro eleitoral, arrasta com ela uma multidão de eleitores bem intencionados. Teria sido pelas suas ideias que esses economistas e intelectuais aderiram à Rede ou seria por causa do caudal aurífero eleitoral que, na sua liderança, perceberam?
Outros vão interpor contestações subjetivas como aquelas relacionadas às suas incontestáveis qualidades, tais como articulação oral, capacidade como debatedora, eloquência etc. Ora, o fenômeno que foi chamado originariamente “idiot-savant” (savantismo) é hoje universalmente aceito.
A ciência reconhece que o cidadão pode atuar de maneira coerente em um campo, ser mesmo genial, enquanto em outras áreas do comportamento mostra-se incapaz, por vezes incontrolável. Ou seja, pior ainda. O fundamentalismo de Marina Silva não decorre da ignorância, mas de um defeito de percepção. Os especialistas chamam essa condição de desordem do desenvolvimento neural.
Essa é a razão por que espero que Marina não ganhe esta eleição.

* ROGÉRIO CEZAR DE CERQUEIRA LEITE, 83, físico, é professor emérito da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e membro do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia e do Conselho Editorial da Folha.



* * * * *


ponto g



TALENTO - Fui na sexta passada ao evento da revista VOTO, "Brasil de Ideias". O tema era Jornalismo, Liberdade e Política. Muito, mas muito legal a iniciativa da Karim Miskuin.
Os convidados? Percival Puggina e Marco Antônio Campos, com a mediação da professora Angela Ravazzolo.
O arquiteto Puggina a gente conhece, pelos jornais e TVs. Figura carimbada.
A minha surpresa foi a participação do advogado MA Campos, dono de um dos maiores escritórios do RS e também conhecido por ser advogado do Rei Roberto Carlos (e meu! Hahaha!!!). Mas o cara é daqueles que, com fala mansa, vai cativando a plateia. Claro, com grandes sacadas.Cada vez mais meu ídolo.
-
O salão do Sheraton lotou para ouvir o Puggina e o Marco Campos.
A plateia do Marco, com aplausos esfuziantes:

Cintia Schmidt,Isis Oliveira,Marjana Muniz e Roberta Borsatto

(Meu Deus!! Me informam que a Roberta é advogada, do Campos Escritórios Associados. Especializada em Família, separações, essas coisas. Um amigo saltou: "Eu me separo!!".)

--

BAILE DOS JORNALISTAS

O jantar-baile em comemoração aos 72 anos do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul será realizado no dia 13 de setembro, a partir das 20 horas, no Clube do Comércio de Porto Alegre (Rua da Praia, 1085, Centro).
Estão convidados a participar os colegas de profissão (associados ou não).
Os ingressos podem ser adquiridos na sede do Sindicato ao preço de R$ 25,00 para sócios em dia e R$ 30,00 para não-sócios. Para casais, havendo um associado, o custo é de R$ 50,00.
A entrada dá direito ao jantar e a 4 horas de bebida liberada.
A animação do baile será da Magnata Banda Show.

--
DEFESA PESSOAL - Escreve o advogado Gustavo D'Ávila:
É bem provável que eu leve muito pau por dizer uma coisa dessas. Imagina eu, formado em direito, defender em faculdade e em pós-graduação que em alguns casos a pena de morte deveria ser admitida, especialmente naqueles casos evidentes em que não há qualquer chance de "ressocializar o indivíduo"? (partindo do pressuposto que a ressocialização não seja mero mito).
Bom, hoje o assunto é parecido.
Com alegria fiquei sabendo que uma senhora idosa tirou de circulação mais um covarde que assaltava o pequeno comércio dela. Segundo a reportagem, "aproveitou um momento de distração do assaltante".
Assaltante não, covarde! Que tipo de ser repulsivo ataca um pequeno comércio de uma senhora quase octogenária??
Aí na sequência da reportagem, a jornalista e o delegado informam que estaria sendo averiguada a origem da arma que vitimou o pobre coitado do assaltante, e se a reação dela teria sido compatível com a ameaça...
Lembrei o caso da senhora de Caxias do Sul, que eliminou outro covarde e que não pode descansar, já que até o final da vida dela continuaram investigando a origem da arma, por que ela matou e se havia mais alguém.
Coitada, jamais investigaram a contento as causas da morte dela.
É a completa falência do moral. O Estado prefere enquadrar o cidadão de bem, neste caso pobres velhinhas lutadoras, que estão defendendo a si mesmas e ao seu patrimônio, do que defender a pessoa de bem, contribuinte, que de seu suor retira o sustento da família. Invertem os papéis, tornando os agressores, vítimas!
A pergunta: se a senhora esta deixasse o ladrão (que provavelmente voltaria outras tantas vezes depois, já sabendo que seria fácil assaltar) levar todo o dinheiro que pudesse, o Estado arcaria com os prejuízos dela? Certamente não.
Ela remediou o trabalho que o Estado deveria ter feito. Não há policiamento adequado, os equipamentos são muitas vezes sucateados.
Ela protegeu a si mesma e ao sustento de sua família. Qual o crime que cometeu? Ao meu ver nenhum. E poderá pagar com um processo criminal pesando em suas costas. É esta a lógica dos defensores de bandidos que está tão em moda na atualidade.
Que o Supremo Arquiteto do Universo proteja os cidadãos de bem... porque o Estado não está nem aí!



* * * * *



ponto da piadinha






* * * * *


ponto final



ALÉM DE METIDO É BURRO

Marcelo Menna Barreto, de São Paulo






Este trechinho que encontrei por aí e é pra gente ver o nível desta campanha para alguns:
"Marina não é minha candidata, nem dos meus sonhos. Mas me inspira uma confiança fundamental: é honesta, íntegra, idealista e ética. Tenho certeza de que não roubará, nem permitirá que assaltem ou aparelhem o País e o governo. Não fará alianças com Maluf, Sarney, Collor, Renan e políticos desse tipo. Se vencer, abrirei uma champanha Veuve Clicquot de 15 anos que guardei. Vou comemorar durante uma semana."
Ou seja, além de metido a "gente diferenciada" com a sua Veuve Clicquot é burro!
Tanto o champagne como o vinho tem validade. Eles são fabricados segundo uma série de procedimentos que determinam aroma e sabor e uma vez passada a data de validade (se for uma garrafa da safra de 2007 por exemplo, o metidinho a playboy não pode deixar passar mais de um ano) perde o sabor original e também o aroma. No caso da champanhe, mais de 5 anos é bem possível que tenha estragado, pois, espumante é diferente de vinho, tem de tomar ele jovem.
Só uma explicação pra este tipo de “elite”, que não é a do Chico Mendes, por favor!
Tanto o vinho, quanto a champanhe, envelhecem se não tiver em tonéis; quando sai dos tonéis tem um tempo determinado para uso.
Mas nem tudo está perdido, caro senhor diferenciado. O que pode ocorrer é a perda do gás. Aí ela fica choca. Rolhas de plástico perdem o gás rapidinho. Champanhes como a Veuve Clicquot usam rolhas de qualidade e seguram o gás por muitos anos. Não acredito que os 15 que fizeram parte da sua decoração, junto daquele quadro que deve combinar com o sofá.
Já que tens a garrafa, o negócio e abrir e experimentar, com a vitória da Marina ou não. O máximo que pode acontecer é uma, desculpe a expressão da palavra, uma caganeira. O que por si só já é bem feito pela sua ignorância e preconceito.