Quinta, 7 de fevereiro de 2019




Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu
...
ANDO DEVAGAR
PORQUE NÃO TENHO PRESSA









HORÁRIO DE VERÃO!
Atualizado diariamente
até 10 horas





Escreva apenas para







CONFIRMADO:
DONA DILMA PASSA
TEMPORADA EM
MAGISTÉRIO E REÚNE-SE
DIARIAMENTE COM 
ASSESSORES.
PAUTA: PLANO DE GOVERNO
PARA PORTO ALEGRE
...
ONTEM ELA MANIFESTOU-SE
NAS REDES SOCIAIS:











PREOCUPADÍSSIMO SE ME ACHAM
DE DIREITA, DE ESQUERDA OU DE CENTRO





No final dos anos 70 e início da década de 80 era moda ser de esquerda. A maioria idolatrava Lênin - e uns defendiam Trotsky e poucos Stalin. Trotsky tinha muitos seguidores nas universidades e várias tendências seguiam os ensinamentos do mestre, como a "revolução permanente".
Todos acreditavam - inclusive eu - que a milicada estava caindo de podre por causa da organização da esquerda brasileira. Negócio muito curioso. E bobagem.
Não pensem que a chamada direita não existia. Tinha uma gurizada muito organizada e apoiada pelos governos nomeados e pela Arena. Com mais uma vantagem: não eram divididos. Estratégias unificadas, e nada de debates infindáveis como a chamada esquerda.
...
Ninguém podia ser "neutro" - ou seja, aquele cara "alienado", que não se metia e muito menos entrava num centro acadêmico. Aí o infeliz era "rato", "P2 da Brigada", "dedo-duro". Quem caísse em desgraça estava liquidado. Na Famecos tinha um cara bem mais velho do que a gurizada e, bah!!, era "rato". Aí comecei a conversar com ele e era um baita artista, só queria festa. Trabalhava com modelos e manequins.
...
Na verdade, ninguém sabia, de fato, o que era um sujeito de "esquerda" ou de "direita". Uns apenas vomitavam o que liam nos jornalecos das tendências. Decoravam as mesmas frases, tudo igual.
Nessa época, 81, 82, eu conversava muito com alguns amigos e trocávamos livros fundamentais. Lembro que li dois livros básicos: "Esquerdismo, doença infantil do Comunismo" (Lênin) e "A História da Revolução Russa" (Trotsky).  Li outros, inclusive de análises, e simpatizava mais com Trotsky.
...
Cheguei a ser filiado ao Núcleo dos Jornalistas do PT, em 80, quando o partido estava em formação e era só o Olívio Dutra e o Clóvis Ilgenfritz. Jornalista, mesmo, que colaborava? Remi Baldasso. A maioria dos jornalistas que hoje arrota petismo estava trabalhando para os prefeitos e governadores nomeados. Eu fazia o que podia na Editoria de Política da Zero Hora, o Mario Marona no Correio do Povo e a Margareth Dornelles na Folha da Tarde. Era isso.
...
Como está aí em cima, conversávamos muito sobre Política. E não levávamos a sério esse negócio de "esquerda/direita". Claro que sabíamos as diferenças, mas quem leu algo tinha a clara noção de que os dois lados tinham acertos e erros.
E com o tempo essas certezas foram se confirmando.
Neste século, com as cagadas da esquerda no Brasil e em várias partes do mundo, tudo se confirmou.
Por que a chamada "direita" cresce em todo o mundo?
...
Por essa e outras que tentei mostrar neste pequeno espaço que não dou a menor pelota se me chamam de esquerdista ou direitista. Muito menos me importo se me definem como murista.
Apenas dou risada!!

...

Pra encerrar, o Paulo Motta, esquerdo-direitista:

SE BEBER NÃO DIGITE

Ouvi ou vi alguma coisa dia desses, do tipo: se beber não digite.
É verdade.
Tenho amigos amigáveis que, se sentarem atrás de um teclado depois de uns uísques, cervejas ou vinhos, se transformam nuns hediondos defensores de ideologias que nem me interessam, sério!
Nessa histeria coletiva de esquerdistas ou direitistas perdemos amigos, amigas e até aquela priminha enjoadinha que se tornou gostosa e milita no PSOL.
Preciso me entender, me definir se sou direitista ou esquerdista, se gosto de canhotos ou destros, negros, brancos ou japoneses, caraleos!
O que penso, é que os nossos passos serão dirigidos pelos filhos, filhas, netos e bisnetos que teremos e eles sim, darão rumo ao que imaginávamos pra nossa vida, meliantes.
Tá bom, chega dessa filosofia barata que escorreguei agora no cabaré da Dona Amélia, na Vila Alegre, defronte ao cemitério, em São Borja.
Beijo no pâncreas de todos vocês, sacripantinhos e sacripantinhas.



-


CENTRO DE EVENTOS EM PORTO ALEGRE:
NADA ALÉM DE MAIS UM CABIDE DE EMPREGOS

Não entendo essa fissura do atual e anteriores insistirem na construção de mais um centro de eventos em Porto Alegre. Dizem que é para fomentar o turismo.
Olha, antes de sonhar com turistas, seria melhor resolver o crônico pepino da buraqueira na cidade.
Despacito Jr. foi a Brasília para conseguir 60 milhões de reais para o tal projeto. E diz que até tem terreno, ao lado do monumental Beira-Rio.
Com 60 milhões de reais acredito que dava um baita impulso na continuidade da Orla do Guaí9ba e ainda tapava uns buracos.
...
Pra quê mais um centro de eventos?
Sem consultar o Google lembro do Plaza, PUC, Fiergs, CIEE, Embaixador. Issdo, cinco excelentes centros de eventos. Claro que outros, como o teatro da Unisinos.
Como está no título, um CE "público" vai servir para cabide de empregos. Arghh!!


-


A PROPÓSITO

O que foi feito do Teatro do IPE? E o Teatro de Câmara?
Não vou perguntar pelo Leopoldina...


-




MATICO É O CARA!! - Ele mesmo conta, Omar L. Barros Filho:
Boá notícia que chega de Buenos Aires: "Temos o agrado de informá-lo que o seu filme para a Palestina brasileira foi selecionado para participar da seção Panorama Latino Árabe na 8ª EDIÇÃO DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA LATINO ÁRABE, de 20 a 29 de março de 2019.


-


GENIAL!! A MELHOR DA SEMANA!!
OS CARAS TÃO SE CHAPANDO DE GASOSA!!



-


OUTRA ÓTIMA DO ZH! -Juner M. Vieira enviou:
Olha essa gigantesca atrapalhada da turma da Andiara Petterle...
A conta da GaúchaZH buscando engajamento nas novas mídias conseguiu a proeza de divulgar ontem (6 de fevereiro) uma notícia de novembro de 2018.
Acho que a "profunda transformação digital na RBS" que a Andiara está buscando, afeta os neurônios do pessoal que controla as contas nas redes sociais. Visto que não é a primeira vez que ocorre erro na conta da GaúchaZH no Twitter.

De novembro de 2018:

Em fevereiro de 2019:



-



CRITÉRIOS - Escreve o Ricardo Azeredo:
Matéria de ZH destaca em tom de crítica que Sartori não rejeitará pensão dada a ex-governadores. Como se ele estivesse se locupletando ás custas do erário. Desde 2015 vigora lei (com base em projeto da deputada Any Ortiz, PPS) que acaba com as pensões vitalícias para ex-governadores no RS.
O projeto, aprovado com unanimidade, determina que Sartori seria o último a continuar recebendo, além de outros 8 ex-governadores e 4 viúvas. Os seguintes teriam direito apenas a 4 anos de pensão após término de seus mandatos. A matéria dá a entender (pelo menos esta é a minha visão) que Sartori, para agir com moralidade, deveria abrir mão do benefício.
Me desculpe a ZH, mas é muita hipocrisia à serviço da estupidez incorrigível do politicamente correto. Conheço o Gringo há décadas e trabalhei no seu governo. Ele passou 4 anos mergulhado num redemoinho insano de pressões para ajudar o RS a sair da crise, saindo aos 70 anos para entregar a Eduardo Leite um estado ainda cheio de problemas mas com muitos caminhos abertos para a recuperação, apesar de toda torcida contra.
Entrou e saiu com o mesmo patrimônio. Alguns, os de sempre, dirão que Sartori não fez nada mais que a obrigação. Ok, isso faz parte. Mas colocá-lo na vala comum dos "espertos", como se estivesse se aproveitando de uma "mamata", sem considerar a trajetória de vida é algo muito injusto, para usar uma expressão moderada.


-


REFLEXÃO

O salvador gaudério, Dudu Milk, já sabe que vai comer o pão que o tinhoso amassou. Será que vai repassar a grana dos deputados e magistrados, no mês que vem, obrigado pela Constituição?


-



PARCERIA DA ACEG - A Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos e a Escola Técnica de Rádio e TV firmaram ontem um convênio inédito. Está lançada a Primeira Edição do Curso de Qualificação para residentes no interior do Estado, na habilitação de Locutor, com DRT. O objetivo da parceria é preparar o profissional de rádio ou TV tecnicamente para o desenvolvimento pleno de suas atividades, através de um curso à distância e com valor reduzido aos associados da Aceg.
O curso será feito em cooperação técnica com a ETEC e, portanto, tem seu material pedagógico elaborado por profissionais com experiência na área, além de buscar auxiliar o aluno na obtenção da Qualificação Profissional de Radialista, conforme os parâmetros estabelecidos pela Lei 6.615/78.
A capacitação dos profissionais de imprensa é um dos objetivos do presidente da associação, Alex Bagé, que enxerga neste convênio um marco importante na qualificação e valorização do associado do interior.
...
Com 320 horas de carga-horária (16 semanas) o curso contará com quatro encontros ao vivo em estádio de futebol, ou com um único workshop presencial, a ser realizado em Porto Alegre. As demais atividades serão realizadas através de plataforma online. O aluno matriculado vai receber e-book, material de apoio, vídeos, exercícios e provas de conhecimento através da plataforma digital, além, é claro, de interatividade via chat e fórum com todo o conteúdo programático. Um Trabalho de Conclusão de Curso também será realizado pelo aluno.
...
Inscrições e valores
Não associados Aceg
R$ 2.048,30 à vista
ou 10x de R$ 240,00 no cartão de crédito.
Associados Aceg (25% de desconto)
R$ 1.500 à vista
ou 5x de R$ 327,45 no cartão
ou 10x de R$ 150,60 no cartão
As inscrições podem ser feitas diretamente no www.etec-ead.com.br.

Mais informações pelo: eteceadbrasil@gmail.com
Fone: 51 3907 4612 – WhatsApp: 51 9 9430 0103
Rua Gal. Jacinto Osório, 40, Bairro Santana – Porto Alegre/RS


-


PESSOAL DO ZERO HORA É BILÍNGUE!!




-


ESSA É QUENTE - Quem conta é o jornalista Jalmo Fornari:

Pesquisa mostra rejeição ao projeto do Moro.
Foram ouvidos 936 presidiários, 540 petistas e 75 advogados criminalistas em 15 capitais.


-


LULA GANHA QUASE 13 ANOS DE CANA! - Por causa do sítio que não é dele!
Injustiça!!
13 anos só pode ser deboche!!!
Lá ele só tinha os pedalinhos, o barquinho (abaixo) e os cremes da falecida!!


-


A PROPÓSITO

LULA PODE GANHAR
O PRÊMIO IGNÓBIL DA PAZ
(inspirado em resposta do Flávio Dutra a um amigo no Facebook)


-


INCOMPETENTES OU BURROS MESMO? - Esta ignorância está no prédio da Prefeitura de Porto Alegre - banners que contam a história dos prefeitos da cidade. Olhem como escreveram o nome do prefeito Ildo Meneghetti:



JÁ IMAGINOU SE ALGUÉM ESCREVE O NOME DO PAI DO DESPACITO JR. COM "S"?
NELSON MARCHESAN?
QUANTOS CHILIQUES ELE TERIA?


-


BOA



-



TODOS PRECISAM DO CACO!!





-



TEM GENTE QUE PREFERE O INVERNO

Num dos quiosques de Oeisis International






-



NÃO É PIADINHA


Uiiiiiiii!!!






-



PIADINHA

Passaporte do papai




Um comentário:

  1. Caro Prévidi

    Jovens são sinônimo de rebeldia, de visar o futuro sem medo, de não medir as palavras... Portanto, tem coisa mais normal do que um jovem ser de esquerda? A partir de uma certa idade, que o eterno comunista J.P Sartre chamava de ‘a idade da razão’, as pessoas vão, num processo lento mas inexorável, mudando. Pra mim, respeitando todas as opiniões divergentes, tem coisa mais anacrônica que um velho comunista? Até pode ser ‘romântico, mas um velho comunista, à João Amazonas, é mais digno de pena que qualquer outra coisa, pois é um ser deslocado do mundo real. No rol dos jovens, estão todos os outros ‘irresponsáveis’: escritores, pintores, jornalistas, músicos. Dá para entender perfeitamente, afinal o ‘artista é um fingidor, finge tão intensamente, que até mesmo finge que é dor, a dor que deveras sente’ (Fernando Pessoa, perdoa-me!). Posso até não concordar, e não concordo mesmo, com o pensamento político dos geniais Chico, Caetano, Gil, etc., mas como querer que para o Caetano dois mais dois sejam quatro? Nunca o será, será qualquer coisa, nunca quatro! O que eu não posso aceitar é alguém, que se diz economista, afirmar ideologicamente que a nossa Previdência é superavitária, que (baboseira das baboseiras), que inclusive no ano passado houve 800 bilhões de superávit! Ai, não, né!
    Pra mim, economia num sistema democrático e comunismo são duas ideias absolutamente conflitantes. Um não funciona com o outro. Sou tão radical, que não tolero nem mesmo o BB, a Petrobrás e a Caixa não serem privatizados súbito, pra ontem! Se alguém conseguir me provar qual o bem para o nosso estado um banco tipo Banrisul, eu me vergo – olha o Badesul aí, gente! Poucos sabem que o Banrisul é responsável por 5% dos 13% da nossa dívida junto ao Banco Central. É que, quando, em 1995, foi feita a ‘salvadora’ centralização das dívidas dos estados junto ao BC, junto foi feito um PROER para salvar a estrovenga, e isso nos custou 5%. Dizem que a coisa da CEEE deve um bilhão de ICMs ao (falido) caixa do estado! Se fosse uma empresa privada, pau nela! Mas...
    That’s All, Folks!

    ResponderExcluir