Coluna do Marsiglia - 19 de agosto

INTER VENCE
JOGANDO POUCO
O sentimento do torcedor ao final da vitória contra o Botafogo era de alívio e não propriamente de felicidade. A alegria tinha vindo mais cedo com a goleada sofrida pelo Grêmio. O jogo valeu pela airmação de Elton e Zé Mário, que vindos dos juniores estão jogando mais que alguns medalhões. De qualquer forma, o Inter terá que jogar bem mais do que apresentou na quarta-feira se quiser vencer o Flamengo no domingo. Até porque, o time de Luxemburgo é muito superior ao Botafogo. Não se enganem com a derrota do Flamengo para o Atlético-GO. É acidente de percurso.

A PROPÓSITO...
Contrariando a opinião do diretor de futebol Luis Anápio que quer time completo contra o Flamengo, o gerente executivo Fernandão disse não descartar time misto contra o Flamengo. Como assim? Logo agora que o Inter somou sete pontos em três jogos e enfrenta um dos líderes do campeonato? Em qualquer instituição, diretor manda e empregado cumpre. Não pode jogar no domingo porque tem jogo na quarta-feira? Fala sério. O que cansa jogador de futebol não é o que ele faz dentro do campo.

TRAGÉDIA GREMISTA
Foi simplesmente patética a apresentação do Grêmio em Fortaleza. Tenho a mais absoluta certeza de que foram para lá fazer turismo e fugir do frio que faz por aqui. Aquilo que os jogadores tentaram fazer em campo é outro esporte. Venho dizendo a horas que o time é tecnicamente fraco e que garra e vontade funciona apenas no mata-mata, onde o crime acontece com mais freqüência. Campeonato de pontos corridos tem lógica e o que decide é a qualidade. E neste quesito, falta quase tudo ao time do Grêmio.

SELEÇÃO: CONVOCAÇÕES ABSURDAS

Entendo que Mano Menezes está com o pescoço a prêmio depois dos últimos insucessos, mas não será este joguinho amistoso de última hora contra Gana que irá melhorar ou piorar sua situação. Convocar Ronaldinho quando dois dias depois tem um jogo importantíssimo contra o Corinthians é total falta de sensibilidade. O mesmo vale para as convocações de Neymar, Ganso e Danilo, com o Santos lutando contra o rebaixamento. Um joguinho desses não pode ficar acima do interesse dos clubes no Campeonato Brasileiro.

POR FALAR NISSO....
A não convocação de Victor foi um recado claro para o goleiro tricolor: Julio Cesar é intocável, enquanto Fábio (Cruzeiro) e Jefferson (Botafogo) vêm fazendo ótimas apresentações no Brasileirão. A volta de Leandro Damião é um prêmio ao principal goleador do futebol brasileiro, sem contar que Fred parece ter entrado em crise existencial. Gostei também da volta do lateral-esquerdo Marcelo (Real Madrid) para o lugar de André Santos. Quanto ao volante Fernandinho, parece que Mano morre de amores por ele como Dunga morria por Josué.

2 comentários:

  1. Olha, tenho acompanhado por aqui os comentários do Marsiglia, um dos melhores comentaristas nessa matéria...

    Parabéns pelo achado mestre Previdi!!!!

    ResponderExcluir
  2. Milton Ferretti Jung19 de agosto de 2011 17:45

    Também tenho acompanhado os comentários do Marsiglia. Pelo jeito,no dia em que ele elogiar a dupla Gre-Nal haverá um tsunami no blog do Prévidi.

    ResponderExcluir